Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paredão da Morte

De: José Borges/

Moro em um apartamento de
Doze andares o meu e o quinto.
Minha janela tem uma linda...
Vista para uma arvore frondosa
De sombra fresquinha.

Lá brinca crianças, adolescentes.
E idosos a papear também me...
Encanta ouvir o som das folhagens
Quando os pássaros estão a granar

Hoje não tenho mais essa visão
Pois como erva daninha nasceu
Entre eu e a arvore frondosa um
Paredão de um prédio bem na...
Frente de minha janela.

Acordar de manha sem os raios de
Sol, não ter a visão da arvore frondosa.
À noite não ver o brilho da lua.

Faz-me sentir um prisioneiro um
Pecador condenado à morte em
Minha velhice.

Autoria:José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
15/08/2019
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 15/08/2019
Código do texto: T6721049
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1816 textos (29968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 21:36)
Poetahdasletras