Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desamor


         Mal me quer essa sinfonia camuflada de palavras
             onde escondes esse olhar perfeito; quando me olhas
         Malmequer qual flor sem cheiro e respiras sem calor
              poder apenas de fantasía em dias sem odores
         Mal me quer tantos retratos vindos, queres me bem,
              consomes o teu querer mas não o teu bem nem o meu
         Margaridas Jarros Rosas ou Cravos despetalam-se
               caiem valente, ao alento para ninguém
         Mal me quer, bem me quer, mal me quer bem me quer
                não é jogo, nem predicado não se acende nem se apaga
         Mal me queres se pretendes desligar do foco
                nunca chamei tal amor de Amor, apenas o vivo
          Malmequeres tos dou de olhos vendados
                 até jardins abandonados e nunca disabores
          Mal me quer o desamor, bem me quer os disabores
                 cantaros florescem sem mim e tu, recordo como meu Amor.
Divavid
Enviado por Divavid em 07/08/2019
Código do texto: T6714227
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1088 textos (55535 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 15:25)
Divavid