Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Areias e diamantes

Chuvas torrenciais na alma fazem corredeiras nas faces. Do garimpo
das emoções, na peneira ficam as areias e entre elas os diamantes.
Pra discernir entre um e outro, antes tem que valorizar a ambos.
O brilho chama a atenção, enquanto que o opaco é descartado.
Eis o processo de separação.  Na vida é bem assim. Somos areias e às vezes diamantes. Depende do jeito que nos enxergam e de como nós mesmos nos enxergamos. O fato é que compartilhamos da mesma naturalidade causal. Somos brilho quando precisam de nós e quando nos ofertamos em ajuda. Somos opacos quando não servimos para nada.
 
Mente é campo aberto para cultivo e inveja das plantações alheias. Se cultivarmos, saciaremos a fome e a sede; E ainda nos satisfaremos pela conquista provinda do labor executado. Se por outro lado, preferimos apenas invejarmos as atrações dos outros, aí cairemos na insuficiência que o próprio ser cria para si, ao se encantar com o que se vê e pensar que não é capaz de fazer o mesmo. Eis aí o comodismo que ergue a estátua na figura do ser. Estagna-se em imagem e a essência fica cochilando na beira da cama das lamentações.
Que se façam mananciais de amor, para que procurem sempre pelos diamantes mais valiosos e brilhantes no meio de cada grãozinho de areia existente no mundo de cada um.

Autor: Takinho


Divulgando:
Leiam a poetisa Karolinne Silva e comprem suas obras que estão a venda nas seguintes plataformas:

Cartas da Karol
Google Play    Amazon   Apple Store   Saraiva

Cartas de uma alma juvenil
Google Play   Amazon   Apple Store   Saraiva

https://play.google.com/store/books/details?id=0geXDwAAQBAJ
https://www.amazon.com.br/dp/B07RR397N9/ref=cm_sw_r_cp_awdb_t1_57B3Cb3S7TFQC
https://books.apple.com/br/book/cartas-da-karol/id1463644144
https://www.saraiva.com.br/cartas-da-karol-10531807.html

Takinho
Enviado por Takinho em 20/05/2019
Reeditado em 28/05/2019
Código do texto: T6652204
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Takinho
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 41 anos
237 textos (91605 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/06/19 08:32)
Takinho