Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sim, eu tive medo.

Eu tive medo.
Meu bebê, me perdoe, mas eu tive medo.
Tive medo quando soube que em poucos minutos você nasceria.
Tive medo quando ouvi o seu chorinho manso na sala de cirurgia.
Tive medo quando segurei você pela primeira vez.
Tive medo de não saber te alimentar e ser responsável por essa função.
Tive medo de não ter tempo para mim.
Tive medo quando percebi que não me enxergavam mais e sim só a você.
Tive medo de não ter nascido para ser mãe.
Tive medo quando abdiquei de tudo por você.
Tive medo de demonstrar o meu medo.
Tive medo de falar sobre isso com outras pessoas.
Tive medo de não te amar como você merecia.
Tive medo de não me encontrar novamente.
Tive medo, mas os medos antigos se transformaram em medo novos.
E acredito que assim será por toda a vida.
Talvez um dia você entenda ou apenas compreenda que o amor nos faz estranhos, nos deixa meio estranhos...
Te amo, meu bebê. O meu maior medo é de te perder.
Patrícia Ximenes
Enviado por Patrícia Ximenes em 09/11/2018
Código do texto: T6498745
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Patrícia Ximenes
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil
272 textos (9773 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 03:12)
Patrícia Ximenes