Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem somos
Que tuas poesias sejam para ti aquilo que o mundo nunca viu , aquele pensamento simples de coisas diárias que o outro não teve a sensibilidade de enxergar como tu enxergaste..

poetas que seus anseios sejam para ti libertador e que ao cair a noite estejam embriagados com suas próprias obras , que ela edifique primeiro a ti , que ela seja a tua valsa mais doce e dançada..

Que nós poetas sejamos imprudentes, inconstantes, inconsequentes, eloquentes , e que só nós possamos dar vida ao que não tem vida , que sejamos caçadores de nossas ilusões e das ilusões alheias , que sejamos o par de nós mesmos e que a solidão que nos ferra dias a fio continue viva e nos massacrando , para que venhamos a crescer na literatura , morrer nela e dela renascer semelhante as Phoenix.. Quanto valem vossas loucuras ? deem o preço e o apreço que merecem.
 
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Enviado por Esmeralda(Carrossel das ilusões) em 04/09/2017
Código do texto: T6104730
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Recife - Pernambuco - Brasil
740 textos (24298 leituras)
17 áudios (753 audições)
4 e-livros (530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 18:41)
Esmeralda(Carrossel das ilusões)