Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só é feliz quem faz o bem. O BEM É DEUS. Oremos pelo Brasil – este ano é ano de votar com ética! 2016/agosto

REFLEXÃO DIÁRIA: 02 DE AGOSTO DE 2016

O compromisso de amar significa para mim ouvir muito, de forma cuidadosa e ativa.
Quero  realmente ser tudo quanto você precisa que eu seja, fazer tudo quanto você precisa que eu faça e querer dizer tudo quanto promova sua felicidade, sua segurança e seu bem-estar. Para descobrir suas necessidades, preciso ser atencioso, carinhoso e aberto, tanto para o que você diz como para o que não diz. No entanto, a decisão final  sobre a “questão do amor” deve ser minha.
Isso significa que meu amor pode ser um amor “rigoroso”, não doce, não um amor que o trata como um inválido. Você pode me pedir mais uma bebida quando já está embriagado, ou pode me pedir para acompanhá-lo em algum outro deslize. É claro que, se eu realmente o amo, devo dizer um enfático “Não!” a essas solicitações. Se você está num caminho de autodestruição, como o alcoolismo, vai encontrar em mim um amor firme e contestador. Mas, quando necessário, meu amor também será “terno”. Se você tentou e fracassou e só precisa de uma mão segurando a sua nas trevas da decepção, pode contar comigo.
Posso não entendê-lo bem de vez em quando, ou interpretar mal suas necessidades. Já fiz isso tantas vezes no passado, com tantas pessoas! Mas saiba que minha decisão de amá-lo e meu compromisso com você de respeito à sua felicidade verdadeira e permanente. Estou me dedicando a seu crescimento e à sua realização como pessoa. Se eu errar com você, por falta de entendimento ou pro excesso de fraqueza minha, perdoe-me por favor, procure reconhecer minhas boas intenções e saiba que vou tentar melhorar.
Texto de Amor incondicional
0
Publicado em Reflexão Diária em 2 ago 2016
Nenhum comentário.
3 ago 2016 às 9:05 pm, joão bosco Diz:
Seu comentário está aguardando moderação.
Lindo – um dos melhores já lidos por mim. A sinceridade do autor é comovente e lúcida. Sua enfaticidade nos faz rever nossa compaixão e o sentido de ser amigo e amar. Não ser cúmplice dos erros alheios e próprios. Ainda mais – assumir a direção de ser responsável por mim diante do outro a todo tempo. Admitir que erramos mesmo com as melhores intenções. Contudo, a retidão de caráter e a visão de que amor e amizade – mais que sentimento ou emocionalismo – é atitude e compromisso. Compromisso com minha vida na ética. Atitude de respeito ao outro como ser diferente e livre em sua maneira de ser, sentir, pensar e viver. E ser próximo de meu próximo é levar a sério e ética o evangelho como proposta de conversão e caminho de salvação – em que o outro é um dos “portais salvíficos” ou sinais sacramentais em que Jesus se manifesta de modo mais forte – porque “tudo que fizeres a um desses é a mim que o fazes….” (Jesus falou – Mateus 25). Ora, somos instrumentos para levar Jesus ao outro e o outro é a possibilidade de me inscrever na graça e no mérito salfívico do Reino que se faz presente na criação, na Igreja, nas intenções do Papa, na atuação pastoral, na participação dos sacramentos – em especial da Santa Missa – oração que brota da fornalha ardente de caridade – que é o Coração Puríssimo e sacramental de Jesus. Jesus está em meio: como dizia tão bem a maviosa Chiara Lubic – fundadora do Movimento Obra de Maria ou Focolares. Precisamos amar, viver e sentir, perdoar e louvar Jesus com nossa vida, como o fez tão bem Maria Santíssima – Mãe de todos os povos (veja a oração na internet) e São José (Patrono da Igreja, das famílias). Amar Jesus como seus mártires, santos, santas, virgens, místicos e confessores do Cristianismo. A verdadeira religião começa no coração: quando assumimos nosso Batismo, aceitamos as docilidades orientativas do Espírito Santo, os conselhos e virtudes evangélicas ou as virtudes teologais e cardeais, as obras de misericórdia espirituais e corporais. Amar Jesus como a Sagrada Escritura nos ensina! E amando assim, encontraremos o Senhor para sempre. Amém. Rezemos pelo Brasil e a conversão nossa e dos políticos. Somos cristãos, seres políticos – porque cidadãos que votam e podem ser votados ou assumir funções ou cargos públicos. Nossa responsabilidade é ser o Evangelho vivido para o irmão que está longe ou não vive o Evangelho. Como é difícil às vezes evangelizar os cristãos. Porque acreditamos que sendo cristãos, não precisamsos de quem nos evangelize. Confundimos evangelizar com catequizar, com doutrinar o outro, “fazer a cabela do outro”:Não, é levar Jesus pelo exemplo – primeiro; depois, pela palavra ou testemunho de vida cristã saudável e sério. Na verdade, quem salva, liberta, converte é o próprio Deus e seu Filho Jesus. Maria, Mãe de todos os povos, virgem prudentíssima, nos ajude a evangelizar no tempo oportuno e nos momentos difíceis e talvez inoportuno com exemplo e com o testemunho. Prontos a explicar a fé cristã, católica, romana, apostólica, os mistérios da fé – o catecismo católico romano – aos que pouco ou quase nada sabem da sua fé batismal. Não deixemos a santa missa, os sacramentos, as orações diárias, a divulgação das devoções do povo de Deus na santa liturgia católica. Rezemos pelo reconhecimento da Serva de Deu – Madre Cecília do Coração Imaculado de Maria. Assim, amando, vivendo Jesus, orando com a Igreja, atuando na paróquia, perdoando os irmãos, sendo fiel ao estado de vida em que Deus nos inseriu e nos chamou na família, no sacerdócio, na vida religiosa, na missão em terras longes, na pastoral que tem vocação, a gente se torna mais santo, mais próximo de Deus. Na palavra, Deus – está o eu, meu eu, porque sou filho de Deus Pai Eterno – não sou deus, mas amado por Jesus, FILHO DE DEUS VIVO. Oremos pelo Brasil. Tudo tem jeito quando o coração é capaz de amar! Para cada caso e problema – uma solução há, porque o Espírito Santo é o Mestra e Alma da nossa alma. Paz e Bem. Este mês é dedicado a Virgem do Rosário! Agosto é tempo de orar pelos sacerdotes. Santo João Maria Batista Vianney – 04/08; mês do rosário e do criador do rosário: Santo Domingos de Gusmão – 08/08;
orar pela conversão dos judeus e reconhecer o ecumenismo: Santa Edith Stein (Tereza Benedita da Cruz) – 09/08; Santa Clara de Assis – 11/08; Santo Maximiliano Maria Kolbe – 14/08; amor à Eucaristia: Santo Tarcísio – 15/08; Santo João Eudes – 19/08 e Santo Pio X – 21/08; Padroeira da América Latina junto com Nossa Senhora de Guardalupe: Santa Rosa de Lima – 23/08; grande devoto e incentivador da devoção de Nossa Senhora:
Santo Bernardo de Claraval – 20/08; Mãe e filhos unidos em oração e nas lágrimas: Santa Mônica – 27/08 e Santo Agostinho de Hipona – 28/08; “Seu pai era um pescador e morreu no mar quando ela tinha quatro anos. Logo conheceu a pobreza e começou a trabalhar como empregada num castelo. Sustentava a família enquanto ajudava os idosos abandonados e pobres. Joana era sensível à miséria dos idosos que encontrava nas ruas…” essa é Joana Maria da Cruz – 29/08; “O seu nascimento aconteceu de modo trágico, sua mãe morreu durante os trabalhos de parto, antes de dar-lhe à luz. Por isto Raimundo recebeu o nome de Nonato, que significa não-nascido de mãe viva, ou seja, foi extraído vivo do corpo sem vida dela…” Esse é o Santo Raimundo Nonato – 31/08/2016. Assim, temos motivos suficientes para sermos gratos a Deus em Jesus e correspondermos a Deus com paciência tudo… para nossa salvação e dos nossos irmãos. Oremos pelo Brasil, pelo Papa, Dom Fernando, nosso Bispo, nossos padres, em especial Padre Paulo Saraiva. Entendamos que a Igreja é santa porque vem de Jesus, seu fundador. A Igreja é de pecadores, tendo muitos santos e santas, porque não é de anjos – embora creiamos nos anjos. Exigimos da igreja santidade e pouco fazemos por Ela e por nós – a cruz é o sinal do cristão e cristã. Vençamos a fofoca, a mentira, mortifiquemos os sentidos, peçamos a Deus a graça de vencermos os defeitos para entrar no céu e contemplarmos eternamente a Deus, nosso Sol, nosso Bem Maior, e seu FILHO JESUS, nosso Salvador. Outros já foram e nos esperam no Céu. Todos os dias Deus nos dá sinais e pessoas para nossa salvação. Só é feliz quem faz o bem. O BEM É DEUS. Oremos pelo Brasil – este ano é ano de votar com ética!
J B Pereira e http://paroquiaimaculadaconceicao.com.br/reflexao-diaria-02-de-agosto-de-2016/comment-page-1/#comment-5989
Enviado por J B Pereira em 03/08/2016
Código do texto: T5718178
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2272 textos (1224599 leituras)
14 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 02:41)
J B Pereira