Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O porvir e o futuro, a diferença na vida de cada um, segundo Beaude, Augusto Cury e J B Pereira.

Segundo P. M. Beaude (1980, p. 62), em De acordo com as Escrituras,
o porvir se diferencia do futuro, porque o primeiro é opção no presente e capacidade de "desenhar" seu futuro como ato de liberdade e criatividade consigo e com os outros como rede de construção de possibilidades.
O porvir se transformará no futuro escolhido hoje de certo modo. Ele será a uma referência do passado. Augusto Cury aposto no porvir como DCD como duvidar, criticar e decidir que caminhos devo construir meu ser e projeto de vida. O porvir é para o homem e o futuro é para Deus, segundo a minha compreensão (J B Pereira).
O futuro é a direção do devir como processo dinâmico para frente - um mundo de mudanças após o nascer da pessoa e o sua inserção na história.

_______________

De acordo com as Escrituras
P.M.Beaude
Ano: 1980 / Páginas: 79
Idioma: português
Editora: Edições Paulinas

Este caderno propõe, entre outros possíveis, um roteiro para percorrer o Novo Testamento. Não contém estudos minuciosos e extensos, mas é uma sondagem que obedece a um critério bem determinado: para exprimir a fé, os autores do Novo Testamento recorreram constantemente às Escrituras. Que significa isso? Apenas uma "prova" de que Jesus estava bem anunciado?

Ao lado de iniciação à leitura de livros bíblicos (como Mateus, o Apocalipse, os Salmos) e de instrumentos de trabalho (introduções à Bíblia), este caderno nos oferece uma nova visão da Sagrada Escritura, introduzindo-nos na primeiríssima teologia da Igreja primitiva."

https://www.skoob.com.br/de-acordo-com-as-escrituras-99796ed110544.html

___________

http://livrospralerereler.blogspot.com.br/2014/03/ansiedade-como-enfrentar-o-mal-do-seculo.html

Ansiedade — Como Enfrentar o Mal do Século
Augusto Cury, psicanalista, professor e escritor, neste novo trabalho Ansiedade, ensina como enfrentar o mal do século — A Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA),  que considera mais nociva do que a depressão e acomete a maioria da população mundial.  Fala dos sintomas de alerta para um estado de ansiedade crônica e das técnicas para desacelerar e conter esse distúrbio, gerir a emoção de maneira eficaz e resgatar a qualidade de vida.

A SPA, considerado por Cury como o mal do século,  diz respeito à construção do pensamento. Assim, quando pensamos rápido demais ou em excesso, violamos o que deveria ser inviolável: o ritmo da formação de pensamentos. Isso gera consequências seríssimas para a saúde emocional, como a ansiedade.

Nossos pensamentos estão distorcidos e contaminados por nossa cultura e personalidade (quem sou), por nossa emoção (como estou), pelo ambiente social (onde estou) e por nossa motivação (o que intenciono).

Não há interpretações puras. As pessoas, por mais isentas que sejam, contaminam a construção de pensamentos, ainda que minimamente.

Mal do século – depressão ou ansiedade? Por que chegamos a esse nível de ansiedade? Devido aos excessos: excesso de trabalho intelectual, excesso de  atividades,  excesso de preocupação e, em destaque, o excesso de informação.

De fato, o  bombardeio de informações podem provocar uma sociedade ansiosa, que sofre por antecipação, acabando simplesmente com a qualidade de vida, ocasionando assim a síndrome.

A Síndrome do Pensamento Acelerado somatiza várias doenças e os sintomas psicossomáticos são como um grito de alerta — um sinal de que é necessário mudar o estilo de vida!

O fato é de que as pessoas ao perderem a capacidade de ter uma emoção estável, equilibrada, porque querem muito algo, quando alcançam, logo perdem o interesse e estão sempre em busca de novos estímulos para ter um pouco de satisfação.

Assim, se você sofre por antecipação; Acorda cansado; Não tolera trabalhar com pessoas lentas; Tem dores de cabeça ou muscular; Anda estressado, com dificuldade de relaxar; de dormir direito ou até se irritando com pouca coisa; Esquece-se das coisas com facilidade; Ou, simplesmente,  se identifica com uma dessas situações, é bem provável que sofra da Síndrome do Pensamento Acelerado.

Em suas conferências, Cury costuma perguntar para as pessoas quem tem seguro de vida ou seguro de carro  ou seguro empresarial ? E quase todos tem algum tipo de seguro. Entretanto, quando, em seguida, pergunta: quem tem seguro emocional? Ninguém ousa levantar as mãos."

______________

REFLEXÃO DIÁRIA: 26 DE JULHO DE 20126
A última forma de mudar uma velha atitude mutiladora é “rezar”. A prática da oração tem sido muito importante para modelar minha vida. Acho que, isoladamente, foi a mais importante fonte de mudança para mim.
Penso em Deus como numa tomada elétrica. Há tanto poder a ser canalizado… O bastante para iluminar uma sala, aquecer um quarto, exibir um filme etc. mas você tem de se conectar a todo esse poder: a oração faz isso.
O pré-requisito para conseguir uma conexão com o poder de Deus é a disposição de nossa parte em ser honestos e abertos na presença de Deus. Se eu represento um papel diante dele, se lhe digo o que acho que ele quer ouvir, mas não o que realmente penso ou sinto, não há como estabelecer uma comunicação legítima. O mesmo se aplica a nossos fracassos na comunicação humana. Se uso uma máscara ou represento um papel, você simplesmente não consegue se comunicar comigo. Não lhe dei uma “verdadeira pessoa” com quem interagir. É tudo encenação.
Na oração, tenho de me abri, completamente. Tenho de expor todas as minhas atitudes conscientes a Deus. Tenho de ficar nu em sua presença. Esses são os meus medos, minhas dúvidas, meus dotes, como os vejo. Posso dizer coisas a Deus que não diria a mais ninguém. Posso lhe dizer o que realmente penso, como me sinto. E tenho obrigação de fazer isso. Só assim é que Deus pode interagir comigo, pôr novas idéias em minha cabeça. Só assim é que Deus pode me dar novas perspectivas e atitudes. Tenho certeza de que a maioria dos insights que me transformaram foram resultados desse tipo de oração.
A oração é, portanto, abrir-me o mais honestamente que posso numa auto-revelação e, depois, abrir-me o mais que posso para receber a luz de Deus.
Texto de The Fully Alive Experience (A experiência totalmente viva)
0
Publicado em Reflexão Diária em 26 jul 2016
Nenhum comentário.
26 jul 2016 às 11:23 pm, joão bosco Diz:
Seu comentário está aguardando moderação.
A oração é o oxigênio da alma. Jesus também orava. Soube nos dar um belo exemplo. E a pedir ao Pai por seu intermédio, que segurança termos esse canal da comunicação com Deus. O Pai-Nosso é uma oração das demandas do Reino e da alma crente. É um tesouro de graças e uma total confiança em Deus. Jesus, ensine-nos a orar. E Jesus nos ensina de verdade pelo Espírito Santo, a humildade de Maria, a coragem suplicante de José, a busca dos apóstolos e evangelistas, a intrepidez dos mártires e virgens, a dedicação dos servos e servas de Deus ao longo dos tempos, anacoretas, místicos, eremitas, homens e mulheres de Deus nos deram a luz em que olharam e a fonte em que beberam a vida, o caminho e a verdade sobre a oração de Jesus. Amém. Oremos pelo Papa, nosso Clero, o Brasil.

http://paroquiaimaculadaconceicao.com.br/reflexao-diaria-26-de-julho-de-20126/comment-page-1/#comment-5971
J B Pereira e https://www.skoob.com.br/de-acordo-com-as-escrituras-99796ed110544.html e http://livrospralerereler.blogspot.com.br/2014/03/ansiedade-como-enfrentar-o-mal-do-seculo.html
Enviado por J B Pereira em 26/07/2016
Reeditado em 26/07/2016
Código do texto: T5710083
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2269 textos (1219373 leituras)
14 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 04:14)
J B Pereira