Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Auto estrada



         Segui sentada numa das mil madrugadas num assento de pele,
            não de setin
         Meus olhos, gloriosos em vermelho seguem tudo, até tufões
            que querem existir
         Um frio de rachar, ventos conflituosos te acessem e ao passar o túnel,
            entre o mar e a terra escolhi mesmo não querendo, tu que estás
            tão longe de mim
         Ao fundo oiço mùsica, entre ruídos de motores, velocidades contrárias
             uma Auto estrada, como muitas outras entre os jardins
         Terei que seguir sentada outra vez, para o retorno, e, antes da outra
             Madrugada chegar  quero ficar levantada saír voando
             sorrir e beijar flores, repetir mil e mil conquistas ... deixar de estar
             Ser
Divavid
Enviado por Divavid em 04/03/2015
Código do texto: T5157707
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1079 textos (53844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 01:21)
Divavid