Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A barca frágil de Pedro é a Igreja, o primeiro púlpito em que Jesus falou às multidões...

TV Aparecida transmite principais momentos da visita do Papa à Coreia do Sul‏ em 14 a 19 de agosto de 2014.

https://snt146.mail.live.com/?tid=cmBKVZGbMj5BGS52w75aeKjg2&fid=flinbox

______________________

Imagina se vivêssemos no tempo de Jesus e ouvíssemos a pregação dele a partir da Barca de Pedro! Que emoção e assim mesmo estaríamos impulsionados na fé no Filho de Deus, por excelência!

A "Lumen Gentium" (LG, 8) afirma e deixa bem claro que:

"A única Igreja de Cristo é aquela que nosso Salvador, depois da sua Ressurreição, entregou a Pedro para apascentar e confiou a ele e aos demais Apóstolos para propagá-la e regê-la...

Essa Igreja, constituída e organizada neste mundo como uma sociedade, subsiste na Igreja Católica governada pelo sucessor de Pedro e pelos bispos em comunhão com ele" (LG, 8).

http://verbo-pai.blogspot.com.br/2007/01/igreja-catlica-e-os-no-catlicos.html

OREMOS:
“Por amor de vosso nome, Senhor, perdoai meu pecado, por maior que seja.”Salmo (24,11) Tende missericordia de minhas palavras que são destrutiva, mais me da o dom de ter palavras construtivas. Derrama sobre mim, minha família, amigos e todas pessoas que eu destruir com minhas palavras o seu Espírito. Daí-me graça de ser um homem novo neste dia. Amém.

O Senhor ti diz: “É por amor de meu servo, Jacó, e de Israel que escolhi, que te chamei pelo teu nome, com títulos de honra, se bem que não me conhecesses.” Isaías (45,4)


Deus abençoe você!!!
Fundador Blog Verbo Pai

Gleydson

http://verbo-pai.blogspot.com.br/2007/01/palavras-que-destroem-e-palavras.html
____________________________________

A Barca (Pescador de Homens)
Padre Zezinho

http://letras.mus.br/padre-zezinho/291089/#radio

Tu te abeiraste na praia
Não buscate nem sábios, nem ricos
Somente queres que eu te siga

Senhor, Tu me olhaste nos olhos
A sorrir, pronunciaste meu nome
Lá na praia, eu deixei o meu barco
Junto a Ti, buscarei outro mar

Tu sabes bem que em meu barco
Eu não tenho espadas nem ouro
Somente redes e o meu trabalho

Senhor, Tu me olhaste nos olhos
A sorrir, pronunciaste meu nome
Lá na praia, eu larguei o meu barco
Junto a Ti, buscarei outro mar

Tu minhas mãos solicitas
Meu cansaço, que a outros descansem
Amor que almeja seguir amando

Senhor, Tu me olhaste nos olhos
A sorrir, pronunciaste meu nome
Lá na praia, eu larguei o meu barco
Junto a Ti, buscarei outro mar

Tu, pescador de outros lagos
Ânsia eterna de almas que esperam
Bondoso amigo, assim me chamas

Senhor, Tu me olhaste nos olhos
A sorrir, pronunciaste meu nome
Lá na praia, eu larguei o meu barco
Junto a Ti, buscarei outro mar

Junto a Ti, buscarei outro mar
Junto a Ti, buscarei outro mar
Junto a Ti, buscarei outro mar
http://verbo-pai.blogspot.com.br/2007/01/igreja-catlica-e-os-no-catlicos.html
Enviado por J B Pereira em 11/08/2014
Reeditado em 14/08/2014
Código do texto: T4917786
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2299 textos (1287296 leituras)
14 e-livros (90 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 16:11)
J B Pereira