Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus versos

"É são nos meus versos que eu desabafo, grito e choro. Que eu sonho, realizo e me iludo. Que me fragmento e me disperso. Que gozo em minha plena essência de menina que tem sonhos de mulher. Que beiro a loucura sendo cortês com a minha sanidade. São nos meus versos que defino o meu eu e mim. Que inundo meu travesseiro com minha tempestade... São os meus versos que me entendem, não tapam os ouvidos, que me consola. São eles quem me entregam a Morpheu, que me tiram o sono, que me faz sonhar. São eles quem me deixa em pedaços e me constroi. Quem me deixa ofegante depois de atingir o pico do meu climax em meus textos com marca de batom vermelho. São eles quem me tiram a sanidade e me faz curvar diante da razão. Quem faz me perguntar para onde vou e ter a certeza de quem sou. São eles... Eles... Foram os meus versos quem me fizeram sonhadora com medo de piscar os olhos, menina com batom borrado e mulher regojizada, me deixou louca nobre racional, perdida encontrada em si mesma, chorosa fria como fogo... Sempre serão eles que me faram poetisa... A sua poetisa."
J B Nevian
Enviado por J B Nevian em 18/02/2013
Código do texto: T4146302
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
J B Nevian
Salvador - Bahia - Brasil, 25 anos
11 textos (399 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 21:17)
J B Nevian