Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pensar de Cristo, Dom Bosco e de devoção popular em http://www.diariodojequi.com.br/index.php?news=872,

Pensar de Cristo: Leia o Santo Evangelho

"Que sabedoria é essa que vem do meu povo,
é o Espírito Santo agindo de novo..." (canto)

"Vinde comigo e farei de vós pescadores de homens." (Mt 4, 19)
______________
Pensar de Dom Bosco: Leia o Sorriso de Dom Bosco

Dai-me almas, Cristo,
e ficai com o resto... (= "Da mihi animas/cetera tolle."_
 
"Maria, foi ela que tudo fez..."

"Basta que sejais jovens para que eu vos ame..."

____________
Pensar de devoção:

DEVOÇÃO
Ao redor de mim e meus familiares... tem 3 cruzeiros armados; entre o perigo e o inimigo tem o sangue de Deus Derramado, as chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre mim  e o perigo e o inimigo/maligno.
___________
Por volta do ano 820 entrou em Turim a heresia dos iconoclastas (pessoas que destruíam toda e qualquer imagem ou quadro religioso expostos ao culto). Em tal circunstância, temendo que o quadro da Consolata fosse destruído, os religiosos que tomavam conta da igreja de Santo André resolveram tirá-lo do altar e escondê-lo nos subterrâneos da igreja.

Mas a perseguição se prolongou por muitos anos. Assim, o quadro ficou desaparecido pelo espaço de um século.

Este fato fez com que os fiéis deixassem de freqüentar a capela e perdessem, a lembrança da Virgem Consolata.

No ano 1014, Nossa Senhora apareceu a Arduíno, Marquês de Ivréia, gravemente enfermo, e pediu-lhe que construísse uma capela em sua honra em Turim, junto às ruínas da antiga igreja de Santo André.

O Marquês Arduíno milagrosamente curado por Nossa Senhora, e tocado profundamente pelos favores da Virgem Maria, empreendeu a construção da capela.
(...) Em 1104, segundo a tradição, chegou a Turim, John Ravais, um homem cego de Briançon, França, que afirmava ter tido uma visão: enterrada sob as ruínas de uma velha igreja, vira uma pintura de Nossa Senhora.


A Virgem revelou-lhe ainda que aquela capela localizava-se em Turim, na Itália.

E a Virgem Maria prometeu devolver-lhe a visão se fosse a Turim visitar a sua capela que jazia em ruínas. Lutando contra muitas dificuldades o cego chegou a Turim.

Com o apoio do bispo, deram início aos trabalhos da escavação no local indicado pelo cego co
nforme orientação de Nossa Senhora.

No dia 20 de Junho de 1104, o quadro da Consolata, ainda itato, foi reencontrado sob as ruínas. O cego, conduzido à presença do quadro, recuperou instantaneamente a visão.

FONTE: http://rezairezairezai.blogspot.com.br/2012/05/nossa-senhora-consolata-consoladora-dos.html
______________
Peça ao Filho que a Mãe atende!


Cantos da Virgem Maria, Virgem Visitadora e seu terço itinerante em São Miguel do Cajuru, MG:

Virgem da Consolação é a Mãe da Consolação,
consola minha alma neste triste coração.

Ave-Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois entre as mulheres
e bendito é o fruto do vosso ventre, nasceu Jesus,
Santa Maria, Virgem Mãe de Deus, rogai por nós, mãe dos pecadores,
agora e na hora de nossa morte:
Amém! Jesus, Maria e José.

Glória seja ao Pai,
Glória seja ao Filho,
Glória seja o Espírito de Amor sem Fim,
Aos três na unidade
Glória eterna.
 ---------------

JACULATÓRIA que aprendi com meu pai desde pequeno:
Ó Jesus, de amor ferido,
nunca houvera te ofendido;
ó meu Doce bom Jesus,
nunca te pregues na cruz.

 
Com Jesus me deito,
com Jesus me levanto,
Com Virgem Maria
e a graça do Divino Espírito Santo...
 
veja esta oração e sua continuação, mais completo, em

http://justes2008.blogspot.com.br/2010/04/com-deus-me-deito-oracao.html

Tudo com você,
nada sem Deus.


Tudo com Jesus,
nada sem Maria.
("Ad Jesu, per Maria"= Junto de Jesus por meio de Maria)
 
Deus é Deus sem você;
você sem Deus é anda.

Um pouco com Deus é muito;
o muito sem Deus é nada.

Cada um a seu canto
sofre seu tanto. (Dona Rosa, in memoriam, Divinópolis, MG, em 2010)

____________

"Bendito de Maria Santíssima", mas o texto é de linguagem difícil e nada tem a ver com os nossos benditos populares. Vejamos seu terceiro verso:

 

Na mente suprema

Ideada estais

Antes de haver mundo

Bendita sejais.

 

        O quarto e último bendito que encontramos em diversos livros da Igreja oficial no Brasil é o hino da Santa Cruz:

Bendita e louvada seja

No céu a divina luz

E nós também cá na terra

Louvemos a Santa Cruz.

 

Em Portugal, no livro "Escudo Admirável, manual popular de novenas de Pe. Manoel José, (Porto, sem data) achamos:

 

Bendita e louvada seja/ A Santíssima Trindade

Que para nós, céu e terra/ Criou por sua bondade. (pág. 225)

 

Bendito e louvado seja/ O coração, de Maria

Que sobre os anjos e homens/ Teve toda a primazia. (pág. 352)

 

        Também em Portugal, o frei João de Nossa Senhora no seu curioso livro "Arco Celeste" (Séc. 18) cita:

 

Bendita e louvada seja

A Conceição de Maria

A quem todo o céu festeja

Com prazer e alegria (pág. 257).

 

        Por fim, ainda em Portugal, Francisco Ferreira Machado em "Santos Exercícios Quotidianos" Lisboa 1773, pág.121 nos traz:

Bendita e louvada seja/ A Conceição de Maria

Que dos anjos é patrona/ E dos humanos é guia.

 o Bendito de Nossa Senhora da Conceição:

 

Bendita e louvada seja

Senhora da Conceição

"Abasta" o nome dela

Prá nos dar consolação.

 

O dia lá é vem amanhecendo,

É hora da devoção.

Acordai o seus devotos,

Senhora da Conceição.

 

Jesus Cristo verdadeiro,

Aqui estou em vossas mãos,

Toma conta da minha alma

Senhora da Conceição.

 

Oferecemos este bendito

Ao Senhor que está na cruz

Que nos leve até na glória

Para sempre, amém, Jesus.

(Araçuaí. MG. 1978)

 

        O oferecimento no final do bendito é uso muito comum. O povo cristão oferece seu canto ao Senhor que está na cruz. Em termos teológicos, este canto é Cristo-cêntrico. Mesmo assim, encontramos de vez em quando outros oferecimentos:

 

Ofrecemo este bendito,

Temos ele por devoção,

À Senhora Aparecida,

Senhora da Conceição.

 

Outra vez oferecemos

Ao Senhor daquela cruz

Que nos leve à eterna glória

Para sempre, amém, Jesus.

(Itinga. MG. 1975)

 

        Ou então:

 

Ofereço este bendito

Para a Santa deste dia

Bendita e louvada seja

Senhora Santa Luzia.

(São Luis. MA. 1972)

 

        Ou ainda:

 

Vou terminar o bendito

Contente de coração

Amando até morrer

Santo Sebastião.

 (Jacinto. MG. 1978)

 

41 BENDITOS POPULARES

        Na coleção ora apresentada, consta apenas a primeira estrofe de cada bendito. Não colocamos as múltiplas variações das mesmas. Encontramos 41 benditos populares, além dos acima citados dos livros.

 

Bendito do Divino Espírito Santo:

Bendito e louvado seja

Divino consolador

Consolai as nossas almas

Quando deste mundo eu for.

(Paracatu. MG.79)

 

Bendito da mesa do Divino:

Bendito e louvado seja

As três palavras primeiras

Pai, Filho e Espírito Santo

É uma pomba verdadeira.

(idem)

 

Profecia do Nascimento de Jesus (Folia):

Bendito e louvado seja

Meu Santíssimo Sacramento

Meu Jesus eu já cantei

Como foi seu nascimento.

(Diamantina.MG.75)

 

Chegada dos Santos Reis (Folia):

Bendito e louvado seja

Jesus Cristo nascido é

No cruzeiro da Trindade

Jesus, Maria, José.

(Araçuaí.MG.72)

 

Bendito, do Menino Deus:

Bendito e louvado seja

O Menino-Deus na glória

Na minha companhia eu trago

Jesus e nossa Senhora.

(São Luis.MA.72)

 

Bendito de Romaria:

Bendito e louvado seja

O nome de Bom Jesus

Quem vem doente, vai são

Quem vem cego, vai com luz.

(Bom Jesus da Lapa.BA.78)

 

Profecia do Nascimento de Jesus, na Folia dos santos Reis:

 

Bendito e louvado seja

O Menino-Deus nascido

Que no ventre de Maria

Nove mês andou escondido.

(Diamantina.MG.75).

 



 

Bendito do Mistério da Paixão:

Bendito e louvado seja

O mistério da Paixão

Vosso sangue é precioso

Louvai-o, meu coração.

(Araçuaí.MG.78).

 

Bendito do Pranto de Jesus:

Bendita e louvada seja

A divina Santa Cruz

Quem tiver dormindo acorde

E ouça o pranto de Jesus.

(Cabo.PE.72).

 

Bendito seja feliz:

Bendito louvado seja

Quem com a fortuna nasceu

Eu vivo muito satisfeita

Com a vontade de Deus.

(Araçuaí.MG.78).

 

Bendito de Santa Quitéria:

Bendito e louvado seja

A santa que eu mais venero

Viva a princesa do céu

Senhora Santa Quitéria.

(Cabo. PE.72).

 

Bendito da Santa Missão:

Bendito e louvado seja

A Virgem da Conceição

Freis Henrique, Frei Caetano

E o religioso Frei João.

(Cabo. PE.72)

 

"Incelência" (Canto de enterro)

Bendito e louvado seja

Senhor,meu arcanjo S. Miguel

Ele vem pesando as almas

Numa balança fiel.

(Araçuaí.MG.77).

 

Bendito do Rosário de Maria:

Bendito e louvado seja

O rosário de Maria

Se ela não viesse ao mundo

Aí de nós o que seria.

(Itinga.MG.75).

 

Bendito de Nossa Senhora:

Bendita e louvada seja

Maria de graça cheia

Com sua feliz grandeza

Todo o povo se alumeia.

(Canindé.CE.76).

 

Bendito da Senhora da Conceição:

Bendita e louvada seja

Senhora da Conceição

"Abasta" o nome dela

Para nos dar consolação.

(Almenara.MG.77)

 

Bendito do Menino Jesus:

Bendito e louvado seja

Maria com seu esposo

Que do seu ventre nasceu

Um anjinh' glorioso.

(Cabo.PE.72).

 

Bendito de São Francisco:

Bendito e louvado seja

Meu Santíssimo Sacramento

Eu de mim não tenho nada

E de tudo Deus nos dava.

(Almenara.MG.77)

 

Bendito de Penitência:

Bendito e louvado seja

Senhor das piedade

Levanta o braço divino

Abranda essa "mortandade".

(Virgem da Lapa.MG.74)

 

Bendito do amanhecer:

Bendito e louvado seja

A estrela dalva a luz do dia

Ande sempre vendo as vozes

Da Virgem Santa Maria.

(Araçuaí.MG.77)

 



 

Bendito de São Gonçalo do Amarante

Bendito e louvado seja

São Gonçalo do Amarante

(N-)a terra guiais os passos

Da Igreja sois pastor.

(Canindé.CE.)

 

Bendito da Senhora da Conceição:

Bendita e louvada seja

A Conceição de Maria

Que dos anjos sois rainha

E dos pecadores guia.

(Araçuaí.MG.78).

 

Bendito da Senhora da Soledade:

Bendita e louvada seja

Maria da Soledade

Foi que, mereceu a coroa

Da Santíssima Trindade.

(Recife.Pe.72).

 

Bendito de Santa Luzia:

Bendito e louvado seja

Pelas dores de Maria

Socorrei com seus milagres

Senhora Santa Luzia.

(Jequitinhonha.MG.78)

 

Bendito do Padre Cícero:

Bendito e louvado seja

A luz que mais alumeia

Me valha, meu padrinho Cícero

E a mãe de Deus das Candeias.

(Juazeiro do Norte.CE.72).

 

Bendito da Estrela Maior:

Bendita e louvada seja

Aquela estrela maior

Debaixo de sua sombra,meu Deus,

Passou um raio do sol.

(Jequitinhonha.MG.78).

 

Bendito de São José:

Bendito e louvado seja

Meu Senhor São José

Levara Deus-Menino

Para Nazaré.

(Almenara.MG.78).

 

Bendito de Penitência (seca):

Bendito e louvado seja

Meu divino São José

Nos dê chuva com abundância

Meu Jesus de Nazaré.

(Araçuaí.MG.77).

 

Bendito de São Sebastião:

Bendito e louvado seja

Mártir São Sebastião

A sua coroa divina

Na sua santa missão.

(Recife.Pe.72)

 

Bendito do Senhor da Boa Vida:

Bendito e louvado

Maria em graça sois

Por ela ser concebida

O meu Senhor da Boa Vida.

(Almenara.MG.77)

Bendito de São João:

Bendito e louvado seja

Para o Senhor São João

Me livra de peste e guerra

Com toda minha geração.

(Araçuaí.MG.77).

 

Bendito de São João:

Bendito e louvado seja

São João no seu altar

São João está na glória

São João na glória está.

(Juazeiro.BA.72).

 

Bendito de São João:

Bendito e louvado seja

São João com alegria

E também seja louvado

Os milagres de Maria.

(Araçuaí.MG.78).

 

Bendito de Penitência:

Bendito e louvado seja

O grande nome de Jesus

Nos leve até na glória

Para sempre amém, Jesus.

(Chapada do Norte.MG.77).

 

Bendito de São Benedito:

Meu São Benedito

Bendito e louvado seja

Ele só pede esmola

Prá ornar a sua igreja.

(Jacinto.MG.78).

 

Bendito de Santo Antônio

Bendito e louvado seja

Santo Antônio, sol brilhante,

Qu'em Lisboa, França e Itália

Foi um farol rutilante.

(Canindé.CE.76).

 

Benditinho de Beijar:

Bendito e louvado seja

Louvado sejais, Senhor,

Quem quiser beijar Jesus

Chegue nos pés do andor.

(Itinga.MG.76).

 

Bendito de Penitência:

Bendito e louvado seja

O Senhor São Salvador

Pelo Cálix e pela Hóstia

Os anjinh' se alevantou.

(Araçuaí.MG.80).

 

Bendito de Penitência:

Bendito e louvado seja

Meu Senhor Onipotente

Quem quiser ser de Jesus

Dê esmola aos penitentes.

(Araçuaí.MG.78).

 

Bendito de Penitência:

Bendito e louvado seja

As três palavras de Deus

Reza rico e reza pobre

Fazei sua grande penitência.

(Caraí.MG.77).

Bendito de São Francisco:

Bendito e louvado seja

As cinco Chagas de Cristo

Estas são as cinco Chagas

É do Padre São Francisco.

(Canindé.CE.76)

 

ORIGEM DESTES BENDITOS

         Procurei pela fórmula "Bendito e louvado seja" em coleções antigas de cânticos e poesias. Nada parecido consta na coleção latina do Durhan Book of Devotions, parte dos Toronto Medieval Latin texts do início do séc. XII. Não a encontrei nos Carmina Burana, coleção de cantigas populares, feita provavelmente no séc. XIII , nem nas peças medievais de teatro, tais como o Auto do Anti-Cristo(mais ou menos do ano 1160), o Auto da Paixão de Sankt Gallen(início do séc. XIV) e o Auto de Adão (mais ou menos 1250). A fórmula também não consta na coleção Poesia Espanhola Medieval, organizada por Manuel Alvar. Nestas coleções aparecem, sim, outros elementos da nossa tradição oral popular como a conhecida fórmula: Deus te salve, ou Deus vos salve...

        No Auto dos Reis Magos de Gil Vicente (1562) encontramos as palavras: "oh! Bendito y alabado y exalçado sea nuestro Redemptor...". Mesmo assim, isso não prova a existência dos nossos benditos naquele tempo.

        Por enquanto colocamos a origem dos benditos no séc. XVIII, usando como provas os livros portugueses citados anteriormente neste artigo na pág.3. Acreditamos que a tradição brasileira de cantar os benditos tenha raízes portuguesas. Mas, embora tenhamos pesquisado boa quantidade de livros do folclore religioso português, apenas encontramos mais dois textos para exemplificar isso:

 

Bendito e louvado seja

A Paixão do Redentor

Por nos livrar da culpa

Morreu em nosso favor.

(Canto da Paixão).

 

Bendita e louvada seja

A alegria da Virgem Maria

Já viu seu filho morto

Agora viveu-aleluia!

 (Cantiga da Páscoa).

 

        Isto nos leva a crer que muitos benditos são frutos da criativa religiosidade popular brasileira. Por exemplo o bendito do Padre Cícero só pode ter surgido no Brasil. Também a própria linguagem dos benditos sugere isso.

 

LOUVAÇÃO

       Além de cantos existem também orações que começam com as palavras "Bendito e louvado seja".



 

 

                   Oração após a refeição:

Bendito e louvado seja

As três palavras de Deus:

Pai, Filho e Espírito Santo.

Deus que nos deu agora

Nos dê para sempre.

(Araçuaí.MG.1976)

 

     
               Oração do Santíssimo Sacramento:

Bendito e louvado seja o Santíssimo Sacramento

E a puríssima Conceição da Virgem Maria,

Senhora nossa, concebida em graça

Sem pecado original.

(Itinga.MG.1972)

 

Também em Portugal existem orações assim:

 

Bendita e louvada seja a luz do dia

Bendito e louvado e adorado seja Bom Jesus que nos cria.

Bendito e louvado seja o Santo deste dia

Que nos dê saúde, paz e alegria,

Enquanto neste mundo andar

Para bem servir e amar a Jesus.

(Lisboa 1979)

 

        Estes benditos e orações fazem parte da louvação geral que caracteriza nossa religiosidade popular. Existem cantos para louvar a bandeira, loas e danças de louvor ao Deus-Menino do presépio. Num enterro cantam-se os louvores de anjo para crianças e as excelências para o defunto pecador. Saudação tradicional do povo ao padre é: Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo. Em hora de perigo se diz: Louvado seja Deus! O Ofício da Senhora da Conceição inicia-se: Agora lábios meus, dizei e anunciai os grandes louvores da Virgem Mãe de Deus. 'Louvar o santo' é "dar viva" para ele. Ainda há pessoas que 'louvam a terra', beijando o chão porque a terra dá tudo. Como tal esta louvação dá continuidade à louvação bíblica dos pequenos e humildes.



 

Salmo 27,6-7:

Bendito seja o Senhor porque ele ouviu/ o clamor da minha súplica!

minha força e escudo é o Senhor/ meu coração nele confia.

Ele ajudou-me e alegrou meu coração/ eu canto em festa seu louvor.

 

Salmo 33:

Bendirei o Senhor Deus, em todo o tempo/ seu louvor estará sempre em minha boca

minha alma se gloria no Senhor/ que ouçam os humildes e se alegrem.

 

Ou então: Efésios 1,3:

Bendito e louvado seja Deus(!)/ O Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso.

Que em Cristo abençoou-nos do alto céu/ com bênção espiritual de toda sorte.

(Tradução do breviário).

 

        A Igreja Católica Romana no Brasil, sobretudo após a separação de Igreja e Estado em 1890, baniu as tradições populares das celebrações oficiais. Buscando uma saída para a sua crise de identidade, fez uma opção quase exclusiva pela cultura romanizada, fruto da Contra-Reforma européia. Esta, por sua vez, procurava garantir a união da Igreja através de uma cultura uniformizada.

        Aqui constatamos que, embora os benditos populares não constem nos livros de música sacra, muitos continuam existindo sobretudo no meio do povo trabalhador rural. Será que a Igreja atual em sua opção preferencial e bíblica pelos pobres, saberá resgatar e valorizar estes cantos de louvação?

 

        Poderia-se ainda acrescentar o bendito de padre Cícero Romão Batista que assim reza:

 

Eu vou cantar um bendito/ agora que me lembrou:/

A mãe de padinho Cícero/ ela se chama Quinô!//

Ela se chama Quinô,/ Maria da Conceição!/

O filho dela chama/ Padinho Ciço Romão!//

        O canto é repetido sete vezes, ajustando-se cada vez a numeração na primeira linha: Eu vou cantar dois bendito, até sete.

        Esse bendito deu origem aos prefácios populares, "louvações", inicialmente compostos pelos padres R.Veloso e Geraldo Leite Bastos, hoje difundidos por todo o Brasil e consignados, inclusive no Hinário Litúrgico da CNBB, Volumes 1-2-3, sendo o primeiro deles, o da Páscoa, com a mesma melodia do original em honra do padre Cícero.

 

        Finalizamos aqui mais dois textos de louvação tirados do rico patrimônio cultural dos pobres do Jequitinhonha(MG).

 

Canto de pastorinhas:

De vós bela aurora,/ no mundo reluz

O sol da justiça,/ o Cristo Jesus.//

Cantemos louvores/ com muita alegria

Louvando a Jesus,/ José e Maria.//

(Araçuaí.MG.1977).



Salvação (Saudação) de uma igreja:

Deus te salve casa santa,/ onde Deus fez a morada

Onde mora o cálix bento/ e a hóstia consagrada.//

Pensamento mau fique fora,/ não entre comigo dentro

Veja que eu vou louvar/ o Santíssimo Sacramento.//

(Araçuaí.MG.1975).
______________

A noite é o momento de apaziguar a agitação do dia. De olhar para o nosso coração e ver se não cometemos alguma falta contra Deus ou contra o nosso próximo. Pedir perdão a Deus e a sua proteção durante a noite.

 

I) Para os pequeninos que não sabem ainda ler:

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

Papai do céu, dai-nos uma boa noite. Menino Jesus dai saúde à mamãe, ao papai, aos meus irmãozinhos, aos meus avós e a todos nós. Dai lugar no céu a ... (dizer o nome de algum parente mais próximo que tenha falecido).

Com Deus me deito, com Deus me levanto,

Com a graça de Deus e o Espírito Santo.

Muito obrigada pelo dia de hoje.

Sagrado Coração de Jesus, eu tenho confiança em Vós.

Sagrado Coração de Jesus, protegei o Brasil.

Imaculado Coração de Maria, sede a nossa salvação.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai, Santo Anjo (Ver na Oração da manhã)

 

II) Crianças a partir da alfabetização:

Pelo Sinal da Santa Cruz, etc.

Pai Nosso e três Ave-Marias, como de manhã.

 

Em seguida, vamos pensar alguns instantes nas faltas que cometemos durante o dia: se esquecemos de rezar de manhã, se tivemos preguiça de levantar, se desobedecemos a nossos pais e professores, se deixamos de fazer bem nossos estudos, e qualquer outra coisa errada que tivermos feito. Tenhamos um firme propósito de melhorar no dia seguinte e rezemos o Confíteor e o nosso ato de Contrição.

Confíteor
Eu pecador, me confesso a Deus Todo-Poderoso, à Bem-aventurada sempre Virgem Maria, ao Bem-aventurado São Miguel Arcanjo, ao Bem-aventurado São João Batista, aos Santos Apóstolos São Pedro e São Paulo, e a todos os Santos, porque pequei muitas vezes, por pensamentos, palavras e obras, por minha culpa, minha culpa, minha máxima culpa. Portanto, rogo à Bem-Aventurada sempre Virgem Maria, ao Bem-aventurado São Miguel Arcanjo, ao Bem-aventurado São João Batista, aos Santos Apóstolos São Pedro e São Paulo, e a todos os santos que roguem por mim a Deus Nosso Senhor.

Ato de Contrição
Senhor meu Jesus Cristo, Deus e Homem verdadeiro, criador e redentor meu, por serdes Vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque Vos amo e estimo, pesa-me Senhor, de todo o meu coração de Vos ter ofendido; pesa-me também de ter perdido o céu e merecido o inferno; e proponho firmemente, ajudado com o auxílio da Vossa divina graça, emendar-me e nunca mais Vos tornar a ofender. Espero alcançar o perdão das minhas culpas pela Vossa infinita misericórdia. Amém.

As crianças menores, podem rezar um mais simples:

Meu Deus, eu tenho muita pena de ter pecado, pois ofendi a Vós, meu Sumo Bem, e mereci os castigos da Vossa justiça. Perdoai-me, Senhor, não quero mais pecar.

 

Salve Rainha
Salve Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva; a Vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia pois, advogada nossa, esses Vossos olhos misericordiosos a nós volvei; e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do Vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

 

A São Miguel Arcanjo
São Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate; cobri-nos com o Vosso escudo contra os embustes e ciladas do demônio. Subjugue-o Deus, instantemente o pedimos; e Vós, príncipe da milícia celeste, pelo divino poder, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

 

Oração final
Visitai, Senhor, esta nossa casa e afastai para longe dela todas as ciladas do inimigo; nela habitem os Vossos santos Anjos para nos conservar em paz, e Vossa bênção sempre nos proteja. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém
 
http://www.capela.org.br/Oracao/noite.htm

_______________

Com Deus me deito, com Deus me levanto, Nossa Senhora me cubra com seu divino manto.

.....:::::.....
Com Deus me deito, com Deus me levanto, com a graça de Deus e do divino Espírito Santo.

.....:::::.....
Jesus Cristo poderoso, filho da Virgem Maria, guardai-me por esta noite e amanhã todo dia.

.....:::::.....
Vou agora me deitar, dos trabalhos descansar, agradeço a vós Senhor, vossa graça e vosso amor. Neste dia se eu pequei o perdão me concedei. Nesta noite carinhosa protegei minha mãe bondosa, os meus olhos fecharei, e feliz repousarei, por estar sempre ao meu lado, todo cheio de cuidado, meu bom anjo protetor, que nos deu nosso Senhor. Amém.

______________________________________________________
ATO DE CONtrIÇÃO

Ó meu bom Jesus, que morrestes na cruz para me salvar, perdoai os meus pecados, eu me arrependo e não quero mais pecar.

Meu Jesus, crucificado por minha culpa, estou muito arrependido por ter feito pecado, pois ofendi a vós que sois tão bom. Mereci ser castigado neste mundo e no outro. Mas perdoai-me, Senhor, não quero mais pecar. Amém.

.....:::::.....
Meu Deus, tenho pena de ter pecado, pois mereci ser castigado e ofendi a Vós, meu Pai e meu Salvador. Perdoai-me, Senhor, não quero mais pecar. Meu Jesus misericórdia. Amém.

.....:::::.....
Meu Deus, eu me arrependo de todo coração de vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo, com vossa graça, nunca mais pecar. Meu Jesus misericórdia. Amém.
______________________________________________________
PELA PAZ

Ó virgem santíssima, a vós nos dirigimos, cheios de confiança ilimitada, nesta hora em que uma profunda agitação comove o mundo inteiro.

Alcançai-nos do vosso divino Filho Jesus, vo-lo pedimos, a paz dos corações, a concórdia e a fraternidade entre os povos, conforme os ardentíssimos desejos e aspirações do Papa e de toda humanidade.

Ó Rainha da Paz, que em outros tempos difíceis e angustiosos, socorrestes prodigiosamente o povo cristão, fazei que o vosso filho, embora ofendido por tantos pecados, lance também o seu olhar sobre nós e nos seja propicio.

Concedei ao mundo a pacificação dos espíritos, desaparecendo os mútuos rancores e discórdias que dividem os povos; fazei que, para toda humanidade, nasçam tempos melhores em que possamos gozar da paz cristã, fruto da justiça e da caridade. Assim seja.

Rainha da Paz, rogai por nós.

(Papa Pio XII)

______________________________________________________
ORAÇÃO PARA AS REFEIÇÕES

Antes: Abençoai, Senhor, o alimento que vamos tomar e fazei que ele nos mantenha sempre em vosso santo serviço. Glória ao Pai...

.....:::::.....
Senhor, daí pão aos que têm fome e fome de justiça aos que têm pão. Pai Nosso...

.....:::::.....
Abençoai, Senhor os alimentos que agora vamos tomar. Que eles sustentem o nosso corpo e que sirvam para nos dar mais disposição em servir os mais fracos, aos que não têm saúde e que precisam de nossa ajuda. Pai Nosso...

.....:::::.....
Depois: Nós vos agradecemos, Deus todo-poderoso, por todos os benefícios que nos concedestes, especialmente por este alimento que acabamos de tomar. Ave Maria...
.....:::::.....
Obrigado, Senhor, por esta refeição. Fazei que nos empenhemos em assegurar também o pão aos que não o têm. Glória ao Pai...

______________________________________________________
ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Jesus, Mestre Divino, que chamastes os Apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas e continuai a repetir o convite a muitos de nossos jovens. Daí coragem as pessoas convidadas. Daí força para que vos sejam fieis como apóstolos leigos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas, para o bem do povo de Deus e de toda humanidade. Amém.

(Papa Paulo VI)

.....:::::.....
Ó Deus que não quereis a morte do pecador e sim que se converta e viva, nós vos suplicamos, pela intercessão da Bem-Aventurada sempre Virgem Maria, de São José, seu esposo e de todos os santos, que nos concedais um maior número de operários para a vossa Igreja, que trabalhando com Cristo, se dediquem e sacrifiquem pelas almas. Por cristo Nosso Senhor. Amém.
______________________________________________________
EM AÇÃO DE GRAÇAS

É maravilhoso, Senhor, ter braços perfeitos, quando há tantos mutilados; ter olhos perfeitos, quando há tantos sem luz; minha voz que canta, quando tantas emudecem; minhas mãos que trabalham, quando tantas mendigam; voltar para casa, quando tantos não têm para onde ir.

É maravilhoso, Senhor, amar, viver, sorrir, sonhar, quando tantos choram, odeiam, revolvem-se em pesadelos, morrem antes de nascer.

É maravilhoso, Senhor, ter um Deus para crer, quando há tantos que não tem o consolo de uma crença.

É maravilhoso, Senhor, sobretudo, ter tão pouco a pedir, tanto a oferecer e a agradecer.

(Michel Quoist)

______________________________________________________
O ANGELUS

(A “oração do Anjo”, rezada no “tempo comum”, é um antiga oração. Recorda as batidas dos sino da Igreja. Engloba a saudação a Maria com a criação do homem, a encarnação, a paixão, a morte e ressurreição de Cristo. Entre os versos das Sagradas Escrituras, se reza a “Ave Maria”).

O anjo do Senhor anunciou a Maria.

- E ela concebeu do Espírito Santo.

Ave Maria...

Eis aqui a serva do Senhor.

- Faça-se em mim, segundo a vossa palavra.

Ave Maria...

E o verbo divino se fez carne.

E habitou entre nós.

Ave Maria...

Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

- Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

OREMOS:

Infundi, Senhor, em nossos corações a vossa graça, a fim de que, conhecendo pela anunciação do Anjo a encarnação de Jesus Cristo, vosso Filho, cheguemos pela sua paixão e morte à glória da ressurreição. Pelo mesmo Cristo nosso Senhor. Amém.

______________________________________________________
REGINA COELI

(No “Tempo Pascal” se reza a “Rainha do Céu”, no lugar do “Ângelus”).

Rainha do Céu, alegrai-vos, aleluia.

Porque, quem merecestes trazer em vosso puríssimo seio, aleluia.

Ressuscitou como disse, aleluia.

Rogai a Deus por nós, aleluia.

Exultai e alegrai-vos, ó Virgem Maria, aleluia.

Por que o Senhor ressuscitou

Verdadeiramente, aleluia

OREMOS

Ó Deus, que vos dignastes alegrar o mundo com a ressurreição do vosso Filho Jesus Cristo, Senhor nosso, concedei-vos, vo-lo suplicamos, que por sua Mãe, a Virgem Maria, alcancemos as alegrias da vida eterna. Pelo mesmo Senhor Jesus Cristo. Amém.

______________________________________________________
LEMBRAI-VOS

Lembrai-vos, ó piíssima Virgem Maria, que jamais se ouviu dizer que algum daqueles que tem recorrido a vossa proteção, implorando o vosso socorro e invocando o vosso auxilio, fosse por vós desamparado. Animado, pois, com igual confiança, a vós, ó Virgem, entre todas singular, como minha Mãe recorro; de vós me valho e gemendo sob o peso dos meus pecados, me prostro a vossos pés. Não desprezeis as minhas suplicas, ó Mãe do Filho de Deus humano, mas dignai-vos de as ouvir e de me alcançar o que vos rogo. Amém

______________________________________________________
CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA

Ó minha Senhora, ó minha Mãe, eu me ofereço todo a vós e, em prova de minha devoção para convosco, eu vos consagro neste dia, meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser. E como assim sou vosso, o incomparável Mãe, guardai-me e defendei-me como pessoa e propriedade vossa. Amém.

______________________________________________________
ORAÇÕES AO ESPIRITO SANTO

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor.

-Enviai o vosso Espírito e tudo será criado.

-E renovareis a face da terra.

OREMOS:

Deus, que instruístes os corações dos vossos fieis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre de sua consolação. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.

.....:::::.....
Espírito Santo, que reinais nos céus, sois a nossa força. Espírito da verdade, presente em toda parte, plenificador do universo, tesouro de todos os bens e fonte de vida, vinde habitar em nossos corações! Libertai-nos de toda culpa e conduzi-nos, por vossa vontade, a salvação.

Na força do vosso amor, uni todos os que crêem em Cristo! Santificai-os com o fogo de vosso amor. Deus santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós! Curai as nossas feridas, por amor do vosso nome e concedei-nos, enfim, no vosso Reino. Amém.

.....:::::.....
Ó Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, inspirai-me sempre o que devo pensar, o que devo dizer, o que devo calar, o que devo escrever, como devo agir, o que devo fazer para melhor glorificar o vosso nome, obter o bem das almas e a minha própria santificação.

(Cardeal Mercier)

.....:::::.....
Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora, fechando a todas as ambições mesquinhas, alheio a qualquer desprezível competição humana, compenetrado no sentido da santa Igreja.

Um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao coração do Senhor Jesus! Um coração grande forte para amar a todos, para servir a todos, para sofrer por todos! Um coração grande e forte para superar todas as provações, todo tédio, todo cansaço, toda desilusão, toda ofensa!

Um coração grande e forte, constante ate o sacrifício, quando for necessário! Um coração, cuja felicidade é palpitar com o coração de Cristo e cumprir humildemente, fiel e virilmente, à vontade do Pai. Amém.

______________________________________________________
ALMA DE CRISTO

(Ação de graças, após a comunhão)

Alma de Cristo - santificai-me.

Corpo de Cristo – salvai-me.

Sangue de Cristo – inebriai-me.

Água do lado de Cristo – lavai-me.

Paixão de Cristo – confortai-me.

Ò bom Jesus – ouvi-me.

Dentro de vossas chagas – escondei-me.

Não permitais – que eu me separe de vós.

Do espírito maligno – defendei-me.

Na hora da minha morte - chamai-me e mande-me ir para vós, para que com os vossos santos vos louvem por todos os séculos dos séculos. Amém.

______________________________________________________
AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Ó Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós, míseros pecadores e concedei-nos as graças que vos pedimos por intermédio do Coração Imaculado e vossa e nossa terna Mãe.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso.

Coração de Jesus, fazei que vos ame cada vez mais.

Divino Coração de Jesus convertei os pecadores, salvai os moribundos e livrai as benditas almas do purgatório. Coração Eucarístico de Jesus, fonte do divino amor, daí paz ao mundo.

Divino mestre, despertai no coração dos jovens, santas vocações sacerdotais e religiosas.

Protegei os sacerdotes e religiosos contra as ciladas do demônio.

______________________________________________________
CRISTO REI

Ó Cristo Jesus, eu vos reconheço como Rei universal. Tudo o que é feito, por vós foi criado. Exercei sobre mim todos os vossos direitos. Renovo todas as minhas promessas do batismo, renunciando a satanás, às suas pompas e as suas obras. Prometo viver como bom cristão. E mui particularmente empenhar-me-ei a fazer triunfar, por todos as meios a meu alcance, todos direitos de deus e da vossa Igreja.

Divino Coração de Jesus, ofereço-vos as minhas ações para alcançar que todos os corações reconheçam a vossa realeza sagrada, e que por esse modo, o reino da paz se estabeleça em todo mundo. Amém.

______________________________________________________
PARA OBTER  SAÚDE

Espírito Santo, criador e renovador de todas as coisas, sois a vida de minha vida. Eu vos adoro, vos agradeço e vos amo! Vós que conservais a vida de todo universo, concedei-nos o dom da saúde; livrai os de todos os males do corpo e do espírito. Que eu me disponha a gastar as minhas energias no serviço aos irmãos.

Ó Espírito de Vida, concedei a sabedoria para os médicos e todos os que se dedicam ais doentes, a fim de que conheçam a causa das enfermidades que ameaçam a vida. Iluminai os cientistas, para que possam descobrir os remédios necessários e, assim, conceder o dom de saúde a todos os doentes. Amém.

(Pe. Tiago Alberione)

______________________________________________________
ORAÇÃO DO CASAL

Senhor, faze que compartilhemos a vida como verdadeiro casal, esposos esposa; que saibamos dar um ao outro o que temos de melhor em nós, no corpo e no espírito; que nos aceitemos e nos amemos como somos, com as riquezas e limitações que temos. Cresçamos juntos, sendo caminho um para o outro; saibamos carregar o fardo um do outro, encorajando-nos a crescer sempre no mutuo amor.

Sejamos tudo um para o outro: nossos melhores pensamentos, nossas melhores ações, nosso melhor tempo e nossas melhores atenções. Encontremos um no outro a melhor companhia.

Senhor, o amor que vivemos seja a grande experiência do teu amor. Cresça, Senhor, em nós a mútua admiração e atração. A ponto de nos tornarmos um só: no pensar, agir e no conviver.

Para que isto aconteça, estejas Tu entre nós. Seremos, então, eternos enamorados. Amém.

______________________________________________________
ORAÇÃO DO PAI

Ás vezes, meu Deus, eu sinto cansaço de ser pai. Foi uma responsabilidade muito grande que me impusestes. Fico pensando seriamente se sou um bom pai.

Sinceramente, Senhor, a cruz da paternidade é muito pesada. E, quantas vezes, a incompreensão e a ingratidão a tornam mais pesada ainda.

 Senhor, dai-me paciência para com os meus filhos. Dai-me prudência quando lhes dou conselhos. Dai-me um grande amor para educá-los. Dai-me o necessário para sustentá-los. Dai-me desprendimento para orientá-los para o futuro que Vós lhes preparais. Dai-me generosidade para incentivá-los se os chamardes para o sacerdócio ou a vida religiosa.

Que eu seja um bom esposo e um bom pai, conforme a vossa vontade, durante toda a minha vida. Esta é a graça que eu suplico e espero de Vós, Senhor. Amém.

(Do movimento Serra)

______________________________________________________
PRECE DA MÃE

Senhor, dai-me sabedoria de educar meus filhos como Vós quereis, de ver em cada um deles a Vossa imagem, de desenvolver neles o amor fraterno, de alimentar neles o desejo de se assemelharem a Vós, de fomentar neles a vocação que Vós lhes inspirais.

Senhor, no encaminhamento destes seres queridos que confiastes aos meus cuidados, ajudai-me a animar sempre e nunca desanimar, a ser, como Maria, exemplo e Mãe, a seguir com bondade e inteligência a sua caminhada.

Senhor Jesus, escutai a minha prece. Vós chamais para o sacerdócio ou a vida religiosa, os que Vós quereis.

Vós os confiais aos cuidados de uma mãe. Vós mesmo – sacerdote por excelência – tivestes uma mãe por excelência. Vós que escolheis hoje as mães dos futuros sacerdotes, preparai-as para que sejam mães santas.

Acima de tudo, Senhor, eu vos peço que meus filhos permaneçam sempre perto e Vós, não somente durante a peregrinação terrestre, mas para os infindos dias da eternidade. Assim Seja.

(Do movimento Serra)

______________________________________________________
ORAÇÃO DE SÃO TARCÍSIO

São Tarcísio, nosso padroeiro!

Ajudai-nos a consagrar nossa vida a Deus. Ensinai-nos a servir Cristo e ao próximo, com firmeza, alegria, fé e dedicação.

Pede por nós, ó São Tarcísio!

Concede-nos saúde, vontade de viver e coragem de perseverar. Dá-nos disposição de viver como amigos e irmãos.

São Tarcísio, coroinha-mártir, desperta em nós um grande amor a Cristo na Eucaristia. Fortalece nossa união e inspira nossos serviços à comunidade. Amém

______________________________________________________
ORAÇÃO PELA FAMÍLIA

Senhor Jesus Cristo, vós que restaurastes a família humana restabelecendo a primitiva unidade e vivendo com Maria, vossa Mãe, e São José, o pai adotivo, durante trinta anos em Nazaré.

Afastai da família brasileira todos os males que a ameaçam. Ajudai-nos a promover em nossas famílias, em todos os lares de nossa pátria, os sentimentos e os propósitos de união indissolúvel, amor generoso, fidelidade permanente e perseverança constante na vossa graça. Assim seja.

(CNBB)


______________________________________________________
ORAÇÃO A SANTA MARIA GORETTI

Ó Santa Maria Goretti, que confortada com a graça divina, com apenas doze anos, não duvidaste em derramar o sangue e sacrificar a vida em defesa da pureza virginal, ensinai a todos, mas especialmente à juventude, a coragem de renunciar o mal e colocar a cima de tudo o amor a Cristo.

Amando-o totalmente, possamos viver santamente nossa missão de coroinhas e assessores animando a comunidade e servindo o altar do Senhor. Que Santa Maria Goretti nos ilumine e nos proteja, que possamos apoiar os coroinhas e, desde cedo consagrarmos nossa vida a Deus. Amém.

______________________________________________________
ORAÇÃO DO COROINHA

Senhor Jesus, queremos hoje te agradecer por haver-nos chamado a sermos Coroinhas e Assessores e podermos ajudar a nossa comunidade. Queremos hoje renovar nosso compromisso de Te amar e Te servir. Queremos permanecer sempre unidos. Ajuda-nos, pois, a perseverarmos com coragem nesta missão. Conduz-nos, fortalece-nos nas dificuldades, orienta-nos nos tempos difíceis. Queremos sempre Te servir com dedicação, carinho, zelo e alegria. Confiamos nossa missão e nossos trabalhos a Ti. Toma-nos pela mão para que, com alegria, possamos consagrar desde cedo nossa vida a Deus.

 Amém

FONTE: http://www.pastoraldoscoroinhas.com/cdinterativo/conteudos/oracoes.php

________

O erudito holandês Frei Chico redescobriu Deus no Vale
Data: 15/08/2009 Erik Frois
Tamanho da fonte:

Frei Chico narra, sob a ótica do povo, aspectos da existência humana

“A vida não deve ser separada da religiosidade.” Pode até soar piegas essa frase de frei Chico, missionário holandês que chegou ao Brasil em 1968 e iniciou longa pesquisa sobre a cultura popular no Vale do Jequitinhonha. Mas, na prática, não é difícil constatar como a humanidade se mantém distante desse objetivo. O frade é exceção: aproximou-se dos mais humildes e, em vez de ver pobreza, encantou-se com a riqueza das manifestações de fé. O resultado desse processo deu origem ao livro Abecedário da religiosidade popular – Vida e religião no Brasil.

Com 8,5 mil verbetes, a obra sintetiza as conexões que o povo brasileiro estabelece com a fé. Com previsão de lançamento no ano que vem, o livro é o projeto de uma vida. Logo que chegou a Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, frei Chico se encantou com a sonoridade das canções da cozinheira Filó, mesmo sem falar português. Não demorou a surgir a ideia de fundar um coral com sete mulheres da região. Naquele grupo estava a artesã Maria Lira Marques. “Ela deu um destino à minha permanência no Brasil”, conta o franciscano, impressionado com a sabedoria da artista. “Tive a intuição de que aquilo era importante”, lembra o religioso – um erudito que fala, além do português e holandês, latim, grego, francês, alemão e inglês. Nem de longe aquele holandês culto imaginava o que encontraria num lugar tão pobre. “O contato com a Lira, que tem outra visão de mundo, me deu a diferença e me fez ver as coisas de outro jeito”, reforça.

Seguidor da teologia da libertação e do socialismo, frei Chico não concordava com alguns aspectos dessas doutrinas, que tratavam a valorização da cultura popular como uma espécie de fuga. “Para os pobres, dia de festa religiosa não é fuga: é o dia da fartura, de roupa nova. O único momento em que se acredita na alternativa às desgraças do dia a dia”, afirma ele. Suas convicções e reflexões ganharam importante aliada: a obra do educador Paulo Freire, “que praticava o socialismo e valorizava a cultura popular”, lembra frei Chico.

Enquanto formava líderes na região de Araçuaí e aprendia com as manifestações populares, frei Chico ainda não sabia o que fazer com aquilo. Autorizado pela Igreja a se dedicar exclusivamente aos estudos da religiosidade popular, a partir de 1978 o frade resolveu aprofundar seu relacionamento com os pobres. “Para falar em nome deles, deveria participar mais daquela vida. Saí de Araçuaí e fui morar na Colônia de Santa Isabel, em Betim, com a intenção de dar dignidade ao leproso. Dessas pesquisas nasceu a minha capacidade de avaliar”, revela. Inicialmente, pensou em escrever um manual da fé popular. Consciente de que não existe síntese possível para algo tão amplo, passou a se dedicar a projeto mais ambicioso: um dicionário.

Abecedário da religiosidade popular – Vida e religião no Brasil nasceu desse processo. Em 8,5 mil verbetes e 6,5 mil notas de rodapé, frei Chico narra, sob a ótica do povo, aspectos da existência humana – do nascimento, no parto, até o enterro, a morte. “Descobri que religião e fé começam ao pé da enxada, não no templo. O Deus vivo se encontra na vida”, resume. Maria Lira foi a guia dessa jornada: “Ela me abriu as portas. O povo não tinha por que acreditar que um religioso pudesse pensar diferente dos outros e valorizar suas manifestações”.

TERRA

A artista do Vale do Jequitinhonha foi fundamental para o dicionário, ao criar as pinturas em terra que o ilustram. Lira teve liberdade para inventar as iluminuras a partir de sua forte ligação com a temática abordada. Mas nem sempre as letras têm a ver com os desenhos. “Para o A, imaginei a criação do mundo, um Divino Espírito Santo pairando sobre as árvores. Fui nesse ritmo até chegar ao Z, que é o movimento dos sem-terra. Fiz uma nuvem de onde saem muitos corações, como se fosse chuva, e coloquei uma enxadinha na bandeira do MST.”

Não houve limitações para o trabalho de Lira. “Também retratei a umbanda e o congado, porque tudo está ligado pela religiosidade popular. Pesquisei muito, li inúmeros livros e não houve proibição de nada.” Ela usou como pigmento a terra diluída em água e cola. “O sentido do dicionário é terra, é pé no chão, são as coisas do povo. Isso não foi difícil de sintetizar”, explica. Para a artesã, o dicionário tem grande importância. “Não há nenhum que mostre a riqueza do povo”, conclui.

http://www.diariodojequi.com.br/index.php?news=872
J B Pereira e http://www.religiosidadepopular.uaivip.com.br/benditos.htm e http://www.diariodojequi.com.br/index.php?news=872
Enviado por J B Pereira em 12/01/2013
Reeditado em 20/01/2013
Código do texto: T4081866
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.religiosidadepopular.uaivip.com.br/benditos.htm). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2278 textos (1268631 leituras)
14 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 13:04)
J B Pereira