Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSAGEM DO TEMPO em sua vida e na vida dos homens de cada tempo

O ser humano é a única criatura
que tem consciência do seu fim.
Sabe que o viver comporta o morrer.
Conhece a passagem do tempo
como uma experiência
dinâmica
que tende para a morte.
A consciência da mortalidade
leva a pessoa
ao desejo de imortalidade.
A vida é um valor
tão absoluto
para as pessoas
que a possibilidade
de seu fim
desencadeia
um desejo
de transcender
a passagem
do
tempo
cronológico.

Obs.: Organizei em verso tal qual o texto em prosa de Leomar Antônio Brustolin, coordenador do Mestrado em Teologia da Faculdade de Teologia da PUCRS.
“Eu vim para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10, 10).

FONTE: revista Familia Crista ou FC página livre, p. 70
-há uma imagem de prádios e o sol parece ir finalizando o dia na cidade.
_____________
A VIDA: DOM E CUIDADO
Antropologia Teológica e Ética do Cuidado
Prof. Dr. Leomar Antônio Brustolin
∗ Doutor em Teologia pela PUST – Roma, Professor da FATEO – PUCRS.

Resumo

FONTE: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/viewFile/1732/1265

O artigo reflete sobre a dignidade sagrada da vida humana enfatizando a ética
do cuidado. A teologia cristã entende a vida humana como uma expressão de
amor do Criador. O ser humano é compreendido como imagem e semelhança
de Deus, conforme o relato genesíaco. Esse dado da revelação cristã, entretanto, sofre algumas provocações, nos dias atuais, quando a ótica racional e
pragmatista impedem uma percepção divina da realidade. É por isso que se
reclama uma nova leitura da realidade que seja capaz de promover uma nova
ética, baseada numa antropologia personalista que integre mais corpo e alma.
A fragmentação e o dualismo impedem o exercício da ética do cuidado e propalam a falência do sentido da vida. O resgate da pessoa, do cuidado e do valor da vida permite uma relação mais profunda com o Criador e com toda a
criação. Somente assim se compreendem até os limites da vida como oportunidades de encontro com Deus e com a meta da obra criada. No ato de cuidar
se explicita a experiência do encontro do humano com o divino, pois a arte da
atenção e da preservação do criado é sinal de reverência e acolhida do grande presente de Deus: a vida.
Palavras-chave: Antropologia; ética; pessoa; vida; criação; cuidado.
J B Pereira e http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/viewFile/1732/1265
Enviado por J B Pereira em 12/08/2012
Código do texto: T3827482
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/viewFile/1732/1265). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2279 textos (1269585 leituras)
14 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 01:25)
J B Pereira