Falando de Arte...

Falando de Arte...

Sempre quando queremos mudar alguma coisa, somos chamados de revolucionários.

A grande maioria, sempre acha uma forma sagaz do arguido no julgamento.

Lendo Stravinsky, obtive uma resposta plausível para essa questão.

(Paulo)

"Fizeram de mim um revolucionário à minha própria revelia.

(...) Na verdade, eu teria dificuldade em citar para vocês um único fato na história da arte que pudesse ser qualificado de revolucionário. A arte é, por essência, construtiva. Revolução implica ruptura de equilíbrio. Falar de Revolução é falar de um caos temporário. Ora, a arte é o contrário do caos. Ela nunca se rende ao caos sem ver imediatamente ameaçadas suas obras vivas, sua própria existência.

(...) Um complexo musical, por áspero que seja, é legítimo na medida em que é genuíno."

(Igor Stravinsky)

Pacco
Enviado por Pacco em 29/04/2009
Reeditado em 06/10/2011
Código do texto: T1566573
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.