Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


PROSA COM DEUS.

Senhor, Pai Eterno, Criador do Universo e de todas as maravilhas que nossos olhos contemplam, nós vos rendemos graças por tudo que nos propicias, a saúde física e mental, pela continuação de nossa vida - dom maior e bem mais precioso - e a conjuntura familiar.

Agradeço-vos Pai mesmo  estando em meio às convulsões da humanidade atual, tu nos separa momentos de felicidade: nossos filhos, esposa, pais que tivemos e a grande benção daqueles que ainda tu não chamaste para teu convívio.

Obrigado Pai pelos nossos netos, que tu nos deste a oportunidade de vê-los com saúde, crescendo sob Tuas bênçãos. Peço-vos Eterno Pai, para que estejas junto aos que sofrem a falta desta felicidade, em vista os emissários do Mal terem aliciados as crianças e jovens para o desvio nas drogas e suas consequências letais, o maior mal da história da Terra, a derrocada das famílias, as mortes em vida dos pais que sofrem sem culpa; apenas perderam para o grande mal vigente em meio à humanidade atual.

Aplaca as mentes cuja vontade bélica leva à morte e ao sofrimento inocentes, na estupidez das guerras, cuja motivação é a distorção dos entendimentos e o ódio entre povos similares e irmãos. Poupai os inocentes Senhor.

Tu nos dotaste de mentes diferentes uns dos outros, para que na desigualdade buscássemos a unidade, pela busca, dúvida e procura - assim a imagem que faço de Ti meu Deus embora Uno, indivisível, por certo que minha concepção de Ti, não coincide com a de meus irmãos biológicos, nem entre gêmeos, nem à de nosso próximo.

Isso Senhor é de uma importância fundamental para a nossa Fé, que se torna personalíssima, única como as impressões digitais humanas. Tenho-Te como uma imensa e magnífica força impessoal, maior que o próprio Universo, pois o Criador é sempre maior e primeiro que a criatura. És o Imenso e Magnânimo Dínamo gerador do que se move, desaparece, ressurge, nasce, se cria, se eleva e sublima, eterniza no grande ciclo da Vida. Criador incriado, quem o poderia ser?

Primeiro Princípio Metafísico, primeiro motor, a forma mais alta e o fim mais elevado, que move todas as coisas, força originária universal, causalidade e finalidade de todos os acontecimentos: "tudo és Tu Senhor", portanto sem Ti sou um ser inadequado à sobrevivência, porque Tu és o lugar dos espíritos como o espaço infindável é o lugar da materialização dos corpos celestes.

Graças pela Tua presença Una, imensa e eterna presente no mundo, bem assim como as almas estão presentes no corpo. A incapacidade do homem não atinge - apesar do esforço pelos meios materiais - a plena compreensão de Teu poder, embora a pensar ser o rei da criação, somos tão ínfimos em poderes que possam ir além de nossa mente limitada. Mesmo os cérebros mais privilegiados pecam em auferir à razão pura a compreensão ou negação daquilo que sua mente não alcança. Tudo que o homem em geral não atinge com a compreensão de suas mentes, preferem negar a acreditar. É até uma forma de não pensar, esquivar-se de adotar posições, de crer.

Agradeço-te Pai Santo, por meus atos não serem feitos ao acaso, mas por fé e simultaneamente da inteligência e da vontade que me levam à razão serena, que excluem a proposição do acaso, e quanto mais afasto-me da pura e simples razão mais a fé aumenta minha razão pelas vias da inteligência que me leva à livre vontade, vem-me à compreensão que o homem busca seu fim que é o bem perfeito, e essa busca ao bem supremo atinge a sua felicidade - não é possível ao homem parar no meio do caminho da vida [eis o mistério do Tempo] a travessia há que ser completa por haver um Bem Supremo a ser atingido. Parar voluntariamente no meio do caminho seria uma etapa, não a busca de um fim. O homem nasceu para a busca de seu fim último. Isto é compreender a Vida.

O Fim e o Bem se concluem ao mesmo tempo com o Fim Intermediário - a travessia da vida - rumo ao Fim Último ao Bem Supremo. Tudo o que orienta-nos à busca do fim supremo.

O Mal é um estado complexo de coisas e situações cujo centro de vontade é o agente atingido ou causador do malefício. O Sumo Bem do homem confunde-se com a Felicidade. Os que por vias de acaso acham que os envolvidos, enredados no Mal, embora retendo fortunas são felizes é porque ainda não chegou o momento da verdade, seja o tempo biológico que for, ou mesmo após a morte: não para um só homem ver, mas quase toda a humanidade da face da Terra.

No entanto nem todos desejam serem felizes com o Sumo Bem; nem entendem a Felicidade da mesma forma. Alguns pensam encontrá-la na entrega de seus corpos a outros corpos para serem envolvidos nos vícios e na sensualidade dos prazeres, outros buscando elevar-se mais que seus iguais pelo intelecto, muitos no amealhar dinheiro custe o que custar - morram milhares pela sua supressão do erário, nada significa-lhe contanto sejam milionários, bilionários, trilionários e mais o poder para mais se suprirem de ouro e joias das mais afamadas grifes, enfim no conjunto de bens finitos ...

Tu meu Senhor, a mim favoreces dois aspectos para que possa optar pelo fim último da felicidade; de modo geral o subjetivo: a de caráter espiritual, tudo o que pelo meio transcendental puro ou transcendental espiritual [esta posição da consciência em que meu espírito esteja livre das limitações e ditames da sociedade consumista e permissiva dos desígnios terrenos.]

E se por bem aprouveres e este teu filho merecer, desbasta as arestas do lado objetivo da felicidade, que reside no convívio de nossos queridos e abençoados por ti, encontrando a felicidade que busco nesta travessia rumo ao Fim Último. 

AMÉM!
Mauro Martins Santos
Enviado por Mauro Martins Santos em 19/06/2017
Reeditado em 19/06/2017
Código do texto: T6031234
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Mauro Martins Santos
Mogi Guaçu - São Paulo - Brasil
639 textos (92823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:26)
Mauro Martins Santos

Site do Escritor