Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Equilibrio

Vem ou vai sorte doravante
Que o teu rumo é o vento
E segue em paz sempre adiante
Que o azar é teu veneno
Tu que do calor tão radiante
Sabe chegar em hora e tempo
Presta-me o favor no exato instante
Que o fracasso escolhe teu momento

Sela em mim um beijo doce
O equilíbrio é a lei mais forte
Embora inconstante e agridoce
Que a minha vida tenha sorte

                                                                 O Ancião 30/01/2013
O Ancião
Enviado por O Ancião em 30/01/2013
Reeditado em 16/02/2013
Código do texto: T4114301
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Ancião
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
32 textos (565 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/10/19 18:29)
O Ancião