Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oração a Padre Eustáquio em http://catolicafe-padreeustaquio.blogspot.com.br/2009/01/orao-padre-eustquio.html


Bondoso Padre Eustáquio, grande amigo e benfeitor das almas sofredoras, alcançai-me por vossa intercessão junto a Deus a graça que tanto almejo...

*Eu renovo meus compromissos do Batismo de viver como bom cristão e desejo rezar e colaborar para que, em breve, sejais reconhecido como Santo, para a maior glória de Deus e da Santa Igreja.

 Amém.

_______

Bem Aventurado Padre Eustáquio, Missionário da Saúde e da Paz, rogai por mim e meu lar! Reze com fé e Jesus atenderá seu pedido! Jesus nos quer santos e perfeitos como o Pai. Não somos perfeitos e nem santos: o único é Deus e seu filho Jesus. Mas, não significa que ele não nos convide a santidade, segundo os documentos da Igreja e a Bíblia.


Os santos são diferentes e fiéis a Cristo e, neles, seguimos o modelo de Jesus.

Ad Jesus per Maria: juntos de Jesus por Maria.

O sacerdote de origem holandesa foi missionário no Brasil por 18 anos, onde se dedicou incansavelmente à atividade religiosa e social.

O dia 30 de agosto é boa oportunidade de visitação ao túmulo do Beato e de muitas orações. A caridade e a compaixão de Padre Eustáquio são reconhecidos por fiéis de todas as gerações.
__________

"Eis aí a santa vocação que em mim sinto: aliviar as dores corporais para poder avivar a fé abalada por nossos tempos." Padre Eustáquio

"Saúde e Paz a todos. Saúde a vossos corpos, mas, antes de tudo Paz a vossas almas."

Meu Jesus, os vossos passos quero seguir, as suas palavras falar,a sua cruz carregar, o seu sangue beber,o seu corpo comer,o céu alcançar e o pecado detestar."

http://www.padreeustaquio.org.br/festa/#a-festa

Site de Padre Eustáquio em Belo Horizonte
http://www.padreeustaquio.com/
______________________

Visite a Igreja de Belo Horizonte ou a Igreja de Água Suja - onde foi missionário - ou o túmulo em que estão os restos mortais de Pe. Eustáquio em Paróquia dos Sagrados Corações - Igreja de Padre Eustáquio: rua Padre Eustáquio, 2405 - Pe. Eustáquio - Belo Horizonte/MG -(31) 3462-6557 - secretaria@padreeustaquio.org.br

ou http://www.padreeustaquio.org.br/

_____________
A Vida em Família

http://www.padreeustaquio.org.br/festa/#a-vida

Padre Eustáquio nasceu em 3 de novembro de 1890 em Aarle Rixtel na Holanda. Seus pais que eram cristãos dedicados, o educaram junto com seus onze irmãos.

O pai era um homem do campo, muito religioso e perseverante. A mãe se dedicava aos filhos, era bondosa e solidária com o sofrimento dos outros. O ambiente familiar era propício para o desenvolvimento das virtudes do Servo de Deus. A fé inabalável e a confiança na bondade da Providência divina faziam parte da rotina não só da família, mas da comunidade de Brabante, no sul da Holanda, onde morava na infância.

A Vida Religiosa

Padre Eustáquio desenvolveu-se um rapaz generoso e piedoso e ao conhecer a biografia do missionário São Damião de Molokai, apóstolo da caridade cristã entre os leprosos no Havaí, e quis ser missionário como ele. Ingressou no Seminário de Padres dos Sagrados Corações. Apesar da grande dificuldade em seus estudos, com esforço, força de vontade e persistência conseguiu vencer.

A Vida Apostólico-missionária

Padre Eustáquio foi um dos três primeiros religiosos da Congregação dos Sagrados Corações que chegaram ao Brasil. Em 1925 veio como missionário juntamente com outros dois companheiros e foram convidados pelo então bispo de Uberaba em Minas Gerais, Dom Antônio de Almeida Lustosa para irem para sua diocese. Na cidade mineira de Água Suja, foi fundada a primeira casa dos Sagrados Corações no Brasil, onde assumiram o Santuário de Nossa Senhora da Abadia.

Em 1926, Padre Eustáquio se tornou o vigário de três paróquias que tinham várias capelas anexas: Iraí de Minas, Indianópolis e Romaria. Demorou para ganhar a simpatia da comunidade, que era composta por pessoas simples e sem instrução religiosa.

Passou a ser conhecido como "Vigário de Poá" depois que suas bênçãos a enfermos e casos de conversão criaram fama e projetaram seu nome pelo estado de São Paulo e pelo Brasil. Muita gente começou a procurá-lo ao ter notícias das curas do "santo" Padre Eustáquio. Milhares de pessoas se juntavam nas ruas de Poá atrás do padre que procurava sempre atender a todos.

Em maio de 1941, Padre Eustáquio teve que ser transferido, já que a situação estava insustentável em Poá. Passou por várias cidades antes de ser empossado, em sete de abril de 1942, vigário da Paróquia de São Domingos, da Congregação dos Sagrados Corações, em Belo Horizonte. Seguindo ordens superiores, só poderia atender as pessoas que não eram da paróquia no confessionário, em número reduzido e em horários fixos. Na capital mineira, a pedido do bispo, realizou várias atividades como retiros, conferências e confissões em outras paróquias inclusive em cidades do interior.

Dedicou-se ao atendimento espiritual, a conversões religiosas e à cura dos doentes. Preocupou-se pouco com a sua própria saúde. Foi picado por um inseto e adoeceu gravemente. Contraiu tifo, doença para a qual não havia tratamento adequando na época. Por três dias Padre Eustáquio sofreu horrivelmente, mas nunca se queixou. Em 30 de agosto de 1943, faleceu com 52 anos.

Na véspera de sua morte renovou os votos como religioso dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria em cujo serviço prometera viver e morrer. As últimas palavras de Padre Eustáquio foram para o amigo e superior: "Padre Gil! Deo Gratias!"

____________

A Vida Religiosa

Padre Eustáquio desenvolveu-se um rapaz generoso e piedoso e ao conhecer a biografia do missionário São Damião de Molokai, apóstolo da caridade cristã entre os leprosos no Havaí, e quis ser missionário como ele. Ingressou no Seminário de Padres dos Sagrados Corações. Apesar da grande dificuldade em seus estudos, com esforço, força de vontade e persistência conseguiu vencer.

____________

A Vida Apostólico-missionária

Padre Eustáquio foi um dos três primeiros religiosos da Congregação dos Sagrados Corações que chegaram ao Brasil. Em 1925 veio como missionário juntamente com outros dois companheiros e foram convidados pelo então bispo de Uberaba em Minas Gerais, Dom Antônio de Almeida Lustosa para irem para sua diocese. Na cidade mineira de Água Suja, foi fundada a primeira casa dos Sagrados Corações no Brasil, onde assumiram o Santuário de Nossa Senhora da Abadia.

Em 1926, Padre Eustáquio se tornou o vigário de três paróquias que tinham várias capelas anexas: Iraí de Minas, Indianópolis e Romaria. Demorou para ganhar a simpatia da comunidade, que era composta por pessoas simples e sem instrução religiosa.

Passou a ser conhecido como "Vigário de Poá" depois que suas bênçãos a enfermos e casos de conversão criaram fama e projetaram seu nome pelo estado de São Paulo e pelo Brasil. Muita gente começou a procurá-lo ao ter notícias das curas do "santo" Padre Eustáquio. Milhares de pessoas se juntavam nas ruas de Poá atrás do padre que procurava sempre atender a todos.

Em maio de 1941, Padre Eustáquio teve que ser transferido, já que a situação estava insustentável em Poá. Passou por várias cidades antes de ser empossado, em sete de abril de 1942, vigário da Paróquia de São Domingos, da Congregação dos Sagrados Corações, em Belo Horizonte. Seguindo ordens superiores, só poderia atender as pessoas que não eram da paróquia no confessionário, em número reduzido e em horários fixos. Na capital mineira, a pedido do bispo, realizou várias atividades como retiros, conferências e confissões em outras paróquias inclusive em cidades do interior.

Dedicou-se ao atendimento espiritual, a conversões religiosas e à cura dos doentes. Preocupou-se pouco com a sua própria saúde. Foi picado por um inseto e adoeceu gravemente. Contraiu tifo, doença para a qual não havia tratamento adequando na época. Por três dias Padre Eustáquio sofreu horrivelmente, mas nunca se queixou. Em 30 de agosto de 1943, faleceu com 52 anos.

Na véspera de sua morte renovou os votos como religioso dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria em cujo serviço prometera viver e morrer. As últimas palavras de Padre Eustáquio foram para o amigo e superior: "Padre Gil! Deo Gratias!"

http://www.padreeustaquio.org.br/festa/#a-vida
_____________
http://catolicafe-padreeustaquio.blogspot.com.br/2009/01/orao-padre-eustquio.html
Enviado por J B Pereira em 12/01/2013
Reeditado em 12/01/2013
Código do texto: T4080976
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2539 textos (1498234 leituras)
30 e-livros (324 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 17:18)
J B Pereira