Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O cão preto que branqueava: uma amigo que late e não fala, um amigo fiel...

Quantos querem ficar brancos, negando sua condição. Meu cão é um amigo especial. Agora, ficou mais velho e a cor preta fica, aos poucos, branca. Hoje li alguns contos, fiquei emocionado: os animais nos ensinam do jeito deles. É só prestar atenção! Eles sabem como somos e tentam nos ajudar. Há cães de todo tipo. Uns tristes, outros animados; uns bravos, outros tranquilos... Hoje meu cão amanheceu com as orelhas frias: terei mais cuidado com ele. Vou colocar um pano e uma proteção de madeira na entrada da casinha dele: assim, fica mais quente para ele.
J B Pereira
_____________________
Leia O PEQUENO PRÍNCIPE e Os melhores contos de cães e gatos.
PARA REFLETIR: FRASES E COMENTÁRIOS ABAIXO:
“Todo doutor da Lei que se torna discípulo do Reino do céu é como um pai de família que tira do baú coisas novas e velhas. (Mt  13.52). – A vida é como um baú.
 “Ama acima de tudo e seja livre para a eternidade.” Agostinho de Hipona, África, século IV d.C.
“Uma casa sem livros é como um corpo sem alma.” Cícero, escritor latino, 106 a 43 a.C., em http://www.frasesfamosas.com.br/frases-de/cicerone/
 
Nascido:  03 janeiro 106 a.C. em Arpino, França
Falecido: 07 dezembro 43 a.C em Formia, Itália
Nacionalidade: latina ou romana
Profissão: jurista, escritor, filósofo, político
 

 “As pessoas são como os vinhos: a idade incomoda alguns e apura os sábios.”

“Quanto maior são as dificuldades a vencer, maior será a satisfação.”

 “O não saber ou ignorar o que deve saber é a maior enfermidade do gênero humano.” Cícero

Férias é mudança de hábitos. A leitura é sempre uma boa janela da vida: amplia nossos horizontes e experiências. Um bom livro é um bom amigo. Por isso, sugiro que leia! Leia sempre que puder.
Quem lê faz a diferença: melhora no lazer, o entretenimento, o conhecimento e a alegria de viver sozinho e com os outros.
O livro é nosso amigo na solidão e quando sua voz silenciosa entra na nossa alma e nos diz ecos de sabedoria e alegria. O melhor resultado é a gente que experimenta. Ler em voz alta no quarto ou para alguém é bom!

1). Por gentileza, para suas férias, leia O PEQUENO PRÍNCIPE: a partir do episódio da conversa com a raposa. Reflita o valor das crianças na vida dos adultos. Como é a linguagem e como a criança pensa sobre os mundos e as coisas. A figura de linguagem mais destaca é a prosopopeia o animismo. Há também metáfora (uma forma de comparação entre coisas ou pessoas, forçando uma mistura entre elas com o objetivo de visualizar qualidades dos seres ou das pessoas).  Leia o texto abaixo, reflita sobre o valor dos animais na vida das pessoas.

------------------
Flávio Moreira da Costa (2007) escreveu Os melhores contos de cães e gatos. Já li o Argos, cão de Ulisses, uma reescrita de Homero (850 a.C). Li hoje A história de um cão, de Mark Twain (1835-1910).

http://www.estantevirtual.com.br/sebolider/Flavio-Moreira-da-Costa-Org-Os-Melhores-Contos-de-Caes-e-Gatos-109274845
_________________
Jesus ouviu de uma mulher que "até os cãezinhos comem o que sobra da mesa de seu senhor..." para dizer que também os que não pertencem ao povo de Israel têm direito ou possibilidade de usufruir dos milagres de Jesus. Ela foi firme e inteligente: claro, Jesus a valorizou por sua fé e coragem.

J B PEREIRA
__________________

Em 2006, publiquei em MOMENTOS POÉTICOS, p. 46, o poema
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4118632

PESSOAS E CACHORROS:

Aos que respeitam a Vida!

Todos têm o direito à vida e ao cuidado!
Como se parecem os homens e cães!
Gostam de carinho e alimento.
Gostam de carícia, atenção...
Divinópolis, cidade de muita gente!
Divinópolis, cidade de lindos cães!
Eles estão por aí, em todo lado...
Aparecem de repente, ali há um abandonado, atropelado...
Há mendigos nas praças e alguns cachorros sem dono.
Há gente correndo a passos largos e logo atrás um cãozinho,
abanando o rabinho pedindo um pouco de pão...
Há cão de todo jeito e gosto.
Há gente de todo lugar e rosto.
Uns dormem como podem...
Há gente vivendo como cão, sem teto, emprego e alimentação.
Há cão tratado como gente, por pessoas de bom coração.
Faz falta um canil para acolher tanto cão.
Faz falta um abrigo para alguns irmãos vindos sei lá de onde.
Talvez do sertão e de algum cantão.
Talvez são animais e mendigos sumidos e outros fugidos,
cães sem coleiras, sem carão de vacinação...
Pessoas de olheiras, sem trabalho, sem mínima estruturação...
Os divinopolitanos não sabem o que fazem com tanto cão e com seu irmão.
________________________

São considerados microcontos, aqueles que têm economia de palavras. É um texto, com inicio meio e fim bem claros, especifico e direto ao ponto, tem como limite inferior 37 letras e 50 palavras de limite superior.

http://www.dicionarioinformal.com.br/conto%20minimalista/
_______________________________
J B Pereira e J B Pereira - http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4118632 e Flávio Moreira da Costa (2007)
Enviado por J B Pereira em 01/07/2014
Reeditado em 02/07/2014
Código do texto: T4865995
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2269 textos (1190086 leituras)
14 e-livros (84 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 21:09)
J B Pereira