Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que és, poesia?

Querida poesia, seria muito covarde atribuir-lhe uma definição concreta e precisa.
Pois és muito mais que beleza e emoção, apesar de tão impregnante ser no coração.
És o resgate das nostalgias humanas, só em ti um dilúvio de sinestesias pode adquirir algum sentido.
És onde se torna possível explicar o inexplicável, pois não foste feita para pessoas de poucas palavras e de pensamentos pouco aguçados.
Não és terra fértil para quem tem poucos sentimentos.
És penetrante no íntimo do poeta, de modo a tirar seus pés do chão e proporcionar-lhe uma longa viagem no tempo.
Em ti é possível reviver alguns acasos, mesmo que apenas nos versos.
És uma ótima e solícita companhia quando o frio abafa no inverno tenebroso.
Em ti, poesia, cabe tudo: todas as pessoas, todos os assuntos e tudo que compõe este mundo, porque és infinita, sem limite e sem fronteiras.
Obrigada por em reciprocidade arcar com o processo criativo de tantos poetas e poetisas,
Obrigada por ser como um aconchego para tantos leitores e sonhadores.
Ane Cardoso
Enviado por Ane Cardoso em 22/06/2019
Reeditado em 22/06/2019
Código do texto: T6679102
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ane Cardoso
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 18 anos
84 textos (1501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/19 03:18)