Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Talvez a sociedade nunca antes teve tanta facilidade de comunicação quanto ultimamente, é muito mais fácil levar a mensagem do evangelho nos dias atuais que em qualquer outra época, o que não quer dizer que a mensagem que chega é a palavra do evangelho. Ganhamos em facilidade de acesso, perdemos em verdade, na verdade pregada, na verdade vivida, perdemos tudo. Já pensou a respeito do perdão bíblico? Do perdão aos moldes de Jesus? Pois bem...

"Ame ao próximo como a si mesmo."

Devemos estar atentos a seguinte questão: Não escolhemos quem é o nosso próximo, essa frase engloba todo aquele que nos é próximo (principalmente quem a gente acredita não ter nada a ver conosco), inclusive o nosso inimigo, o nosso colega de serviço, o vizinho chato, o marido adúltero, a falsa amiga invejosa. Sendo assim, Cristo nos impele: "Perdoe seus inimigos." Afinal, serio muito fácil perdoar pessoas ou situações em que apenas um pedido de desculpas fosse suficiente. Lewis nos ensina que perdão e desculpa são diferentes, eu perdoô quando alguém me machuca consciente disso (Me perdoe pelo chute que dei no seu pé), eu desculpo quando alguém me machuca sem se dar conta disso (Me desculpe, pisei no seu pé, não vi que ele estava aí).

"Todo mundo diz que o perdão é uma atitude maravilhosa até que tenham algo para perdoar." C. S. Lewis 

O perdão é tão difícil que cabe ao próprio Deus ser nosso auxílio, sem a ajuda do Senhor não conseguimos ter a verdadeira dinâmica do perdão. É fácil eu falar sobre perdão, até o momento que eu tenha que perdoar, mas aqui não se trata da forma com que eu ajo, mas a forma que eu devo agir. O perdão é uma ordem de Deus, não uma mensagem de auto ajuda minha.

Ser cristão significa perdoar o indesculpável, porque Deus perdoou o indesculpável em você. C. S. Lewis

O perdão deve ser aprendido, tal como a professora que segura a mão do aluno ligando aqueles pontinhos para formar as letras. Deus precisa segurar nossas mãos e ensinar como devemos fazer. Algo como: "olha como eu faço com você, aja com o outro da mesma forma". A virtude do perdão está em realmente perdoar coisas que nos são impossíveis de perdoar. Não é sobre santificar o outro, o marido adúltero continua sendo uma pessoa de caráter duvidoso mesmo quando eu o perdôo. A vizinha invejosa, o corrupto, o patrão explorador. Nosso perdão não santifica o ofensor, santifica o ofendido. Você decide se aquela pessao continua ou não na sua vida.

Precisamos vivenciar o cristianismo de Cristo, não de conceitos a respeito dele. O que Jesus nos ensina a dizer na oração do Pai Nosso:

"Perdoai as nossas ofensas, assim com nós perdoamos a quem nos tem ofendido."

A questão é simples, se você crê em Cristo como Senhor da sua vida, quando você retém o perdão a quem te ofendeu, todas as vezes que você ora o Pai Nosso, você faz um pedido carinhoso para que Deus te mande ao inferno. Me perdoa Pai, assim como eu perdôo, o perdão de Deus é condicionado a forma com que eu trato o outro, com Deus não se argumenta, seu argumento para não perdoar alguém não convencerá Deus de nada, Ele fez muito mais por você, porque Ele é Santo, Ele é a referência, não um pecador para o outro. Deus está sempre sendo ofendido por nossa preguiça, nossa inveja, nossos pensamentos,  e não somos nós que vamos definir no quanto Deus se ofende com isso. A semelhança entre um assassino e um mentiroso é que os dois precisam do perdão de Deus para a salvação, não sei dizer o quanto é mais dificíl para Deus perdoar o assassino comparando com um simples mentiroso, sei que tanto o assassinato quanto a mentira foram pagos pelo sangue de Cristo na cruz.

"Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão". Mateus 18, 35

Perdoar uma vez não é dificil, mas perdoar sempre e perdoar a mesma ofensa, vez após vez, essa é a verdadeira luta.
C. S. Lewis

É isso que o Senhor faz conosco, dia após dia, necessitamos do perdão de Deus, muitas vezes pelas mesmas ofensas, muitas vezes por continuar sendo a mesma pessoa mesquinha do ano novo de dez anos atrás. É essa a referência, é Esse o professor que deve segurar nossas mãos.

"Quando o perdão vem depressa, o amor se apressa em curar as feridas que a dor causou." G. A. Ferreira

 
GAFerreira
Enviado por GAFerreira em 12/11/2019
Código do texto: T6793242
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
GAFerreira
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
4 textos (7334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/19 07:03)
GAFerreira