Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENTECOSTES: A FESTA DA COLHEITA

Antoni BigCuore*

No próximo domingo, dia 12.06.2011, comemoramos a festa de Pentecostes. Penta, cinqüenta dias, após a Páscoa. O dia praticamente “oficial”, da fundação de Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, Igreja Petrina, a ÚNICA continuadora dos Apóstolos.

À guisa de informação, remontemos ao Antigo Testamento, mais especificamente, no Livro do Êxodus, capitulo 23, versículos 14 a 19, que trata das principais festas judaicas, uma das quais a “Colheita” é considerada o Pentecoste judaico.

Vamos ao texto: “Três vezes no ano você fará uma romaria. A primeira será a festa dos Pães sem fermento,(também conhecida como Pães Ázimos) (1) que será celebrada assim:

"durante sete dias, conforme lhe ordenei, você comerá Paes sem fermento, no tempo marcado do mês de (*)Abib, porque foi nesse mês que você saiu do Egito.

"Ninguém deve aparecer de mãos vazias diante de mim. A segunda romaria será a festa da Messe, a festa dos primeiros frutos de seus trabalhos de semeadura nos campos.

"E terceira romaria na festa da Colheita, no fim do ano, quando você recolher o produto de seus trabalhos no campo. Três vezes por ano, toda a população masculina se apresentará diante do Senhor Javé”.(2)

0.1. Igreja Guiada pelo Espírito Santo.

Assim reza o catecismo da igreja católica no cânone 767: “Terminada a obra que o Pai havia confiado ao Filho para realizar na terra, foi enviado o Espírito Santo no dia de Pentecostes para santificar a igreja permanentemente.”

“Foi então que a “igreja se manifestou publicamente diante da multidão e começou a difusão do Evangelho com a pregação”. Por ser “convocação” de todos os homens para a salvação, a Igreja é, por sua própria natureza, missionária enviada por Cristo a todos os povos para fazer deles discípulos.

“Para realizar a missão, o Espírito Santo “dota e dirige a igreja mediante os diversos dons hierárquicos e carismáticos”. Por isso, a Igreja enriquecida com os dons de seu Fundador e empenhando-se em observar fielmente seus preceitos de caridade, humildade e abnegação, recebeu a missão de anunciar o Reino de Cristo e de Deus e de estabelecê-lo em todos os povos; deste Reino ela constitui na terra o germe e o inicio”.

0.2. Igreja Corpo Místico de Cristo.

Há muita confusão na cabeça do povo com relação ao conceito de igreja. O conceito mais bonito que acho, é do Corpo Místico de Cristo. A igreja enquanto corpo místico de Cristo, é incorruptível, infalível, perfeita em todos os aspectos!.

0.3. Igreja Hierárquica

Os adversários da igreja a criticam por sua estrutura rígida. Mas, cá entre nós, se em toda organização existem falhas, imaginem vocês se não houvesse a hierarquia?
Papa, bispos e padres, todos irmanados num só ideal: o Ideal de Jesus Cristo, o ideal do Reino de Deus!

0.4. Igreja Visível.

Igreja, não a de tijolos e barro, mas o conjunto das pessoas. O povo de Deus em peregrinação nesta terra. Esta é a igreja visível. Igreja em caminhada rumo ao céu!

Conclusão: o mais importante de tudo, é seguirmos, no dia a dia, os passos de Jesus e seus Mandamentos. Tudo o que ele deixou, se resume: “AMAR A DEUS ACIMA DE TUDO E AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO!!!. Esta é a maior de todas as Leis!. Ela resume todo o amor verdadeiro de Deus por nós, e nós por Ele, e a nosso próximo.

O Espírito Santo é o Espírito de Cristo, o amor do Pai e do Filho, que guia a igreja desde o grande e magnífico momento do Pentecostes. Confiramos no livro Ato dos Apóstolos, capitulo 2, versículos 1 a 4:

“Quando chegou o dia de Pentecostes, todos eles estavam reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um barulho como o sopro de um forte vendaval, e encheu a casa onde eles se encontravam. Apareceram então uma como línguas de fogo, que se espalharam e foram pousar sobre cada um deles. Todos ficaram repletos do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem”.

Ler e meditar a Bíblia, sobretudo o Novo Testamento, constituído dos evangelhos, as cartas apostólicas e o apocalipse.
E, o mais difícil, colocar tudo isto na prática. É difícil, mas não impossível!. Comece devagar, fixando pequenas metas, e com o tempo, vá aumentando-a até atingir o ponto ideal.

E, sobretudo, a vivência sacramental. Os sacramentos são sinais sensíveis da graça de Deus; são considerados o alicerce da Igreja de Cristo!. Sobretudo, a confissão (reconciliação) e a Santa Eucaristia.

Diz o mestre: “EU SOU O PÃO VIVO DESCIDO DO CÉU. QUEM COMER DESTE PÃO VIVERÁ ETERNAMENTE.”


Um Santo Domingo a todos(as) e que o Espírito Santo de Deus, lhes mande dos céus sempre, em profusão, as suas benesses, protegendo-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.Amém, amém, amém!.

****************************************************
Fonte:(1)nota do autor. ( 2 ) Bíblia Paulinas, pg.96, Edição Pastoral,1989. (*)Abib seria no outuno.
****************************************************
Antoni BigCuore. Autor é Escritor, cantor e compositor em SP.sp, Acesse e divulgue seu link evangelizador: http://www.recantodasletras.com.br/autores/antonibigcuore ( texto original de 09.05.2008 e alterado em sp.sp., 10.06.2011.)
****************************************************

ANTONI BIGCUORE
Enviado por ANTONI BIGCUORE em 10/06/2011
Reeditado em 16/06/2011
Código do texto: T3025951
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
ANTONI BIGCUORE
São Paulo - São Paulo - Brasil
2572 textos (1015389 leituras)
87 áudios (79358 audições)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 09:51)
ANTONI BIGCUORE