Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deixa o SERMÃO para os Padres.
Não te metas na minha Vida.
Olha-te no espelho e diz-me o que vez?
Inveja?
Ardor?
Rugas?
Benditas!
Sái da cadeira, trabalha em vez de fingires que o fazes...
Dá rendimento á tua família, porque a minha não precisa de nada. Já tem tudo e muito. Mas  a ti, te falta.
Se não se é livre de se estar e falar como me apetece, sem recear as tuas palavras, não o punha em Público. As escondia nas tuas gavetas, para que se esmureçam e fiquem á espera do bolor das ratazanas esfomeadas.
Se soubesses da MISSA A METADE, te Calarías.
Nem do meu Pai ouvia Sermões, quanto mais teus que não te conheço e nem preciso.
Viaja para outras Bandas deste recanto e não insinues porcarias.
Sê Homen com calças, porque eu também as uso .As Saias ficam-me que é uma Maravilha, e de biquini, nem te digo nem te conto.
Nunca precisei de trabalhar, graças a Deus e a Mim, e a todos os que me rodeiam.
Cala-te de uma vez, e deixa-me em Paz.
Só não digo o nome, porque sou educada. Aprendio-o com meus Pais.
Se sou dura com as Palavras, é como o ditado : Cá se fazem cá se pagão.
E quem vai á Guerra dá e Leva.

Muito prazer .Seja feliz na sua Jornada.
Vé lá se o Gato preto não passa por baixo das escadas!


 
Divavid
Enviado por Divavid em 11/06/2009
Reeditado em 31/12/2018
Código do texto: T1643823
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1082 textos (54686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/19 03:23)
Divavid