Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LIBERDADE... A VIDA... "DEUS, Um BEIJA-FLOR e UMA BORBOLETA, inauguram o MELHOR BANCO do MUNDO, para a Poetisa Bebel Lima.





Para a Escritora e Poetisa Bebel Lima.

A suave e silenciosa Borboleta-Flor.
     

     Começando pelo fim (refiro-me ao texto saboroso que você me remeteu). Saboroso e Surrealista! KKKAAAKKKKAAAAKKKKKKAAAAAAKKKKKKKAAAAAAAKKKKKKKKAAAAAAAA...
     Há pelo menos 39 anos (aproximadamente) exerço mais de 70 especialidades médicas. Começando pela letra A (Anatomista) e concluindo com a letra Z (Zootecnia).
     Informando à mulher de 40 - (a linda música é do Rei Roberto Carlos – e, se a SENHORA não gostou, peço desculpas, mas faça a reclamação ao Rei), - que a Zootecnia faz parte da Medicina Veterinária.
     E, ainda, lembrando que, por razões RELIGIOSAS, os estudos nos diversificados campos das CIÊNCIAS MÉDICAS, inicialmente eram realizados em animais irracionais.
     Vamos citar apenas um exemplo: - O MÉDICO GREGO GALENO, viveu na época em que o Império Romano dominava a Europa. Na época, a Lei Romana proibia a abertura de cadáveres humanos. Por isto, o Médico GREGO Galeno dissecava porcos, bodes, macacos, etc.
     Dizem muitos estudiosos, historiadores e médicos que a CLÍNICA é SOBERANA. Eu sou um CLÍNICO GERAL e ADORO a minha ESPECIALIDADE. Leia à vontade o meu PERFIL. Não retiro uma vírgula do que foi escrito.
     No entanto, existe no meu PERFIL uma informação dúbia. É a questão salarial.
     Na verdade o meu salário até bem pouco tempo, estava abaixo da linha de pobreza, graças a um suposto médico, que ainda ocupa o cargo de presidente estadual do partido dos trabalhadores (pt) em Sergipe, - o PARTIDO dos TRAMBIQUEIROS, - cujo NOME é Carvalho e cujo SOBRENOME é Santos.
     O citado fascista e ladrão, ao que tudo indica, não possui politicamente PRENOME. Ele é conhecido entre alguns dos seus pares como Dr. Carvalho Santos. No entanto a maioria das pessoas o chama de Dr. CAVALLO SANTOS.
     Todavia, a maioria do Poder Judiciário de Sergipe, e a maioria dos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), do ponto de vista civil e principalmente CRIMINAL, possui o NOME dele completo aí incluso o seu repugnante PRENOME.
     Volto a repetir com veemência: “FALTA ALGUÉM na PAPUDA”. E quem será este alguém? O suposto Dr. Carvalho Santos! Ou seja, um fascista convicto e um perigoso ladrão para toda a sociedade. O seu destino já está traçado. É apenas uma questão de TEMPO! Lugar de FASCISTA e LADRÃO é na CADEIA!
     A SENHORA fez-me uma pergunta: “Quando você for um BANQUEIRO me dará um emprego no seu BANCO???... para eu voltar pra casa sabe...”
     Percebi com muita nitidez a nobreza de sua motivação. Só um coração tão nobre, um coração tão sensível, e, paradoxalmente, um coração tão forte como o seu, para me fazer um pedido tão delicado, e com tanta pureza d’alma.
     No entanto, infelizmente, terei de dar-lhe uma resposta dura. Não, Não e Não. No meu BANCO você jamais conseguirá um emprego. Como Futuro BANQUEIRO, você não terá EMPREGO no meu BANCO de maneira alguma.
     Sobre BANCO, BANCOS e BANQUEIROS - Com a colaboração de pessoas qualificadas, que entendem muito de mercado financeiro, o meu BANCO será criado, de qualquer forma.
     Todavia, o BANCO ou os BANCOS, do ponto de vista puramente econômico, será (ou serão) construído (s) das três seguintes formas:
     1º Formato – 51% do capital inicial pertencerão à Poetisa Bebel Lima e 49% a Jorge Martins Cardoso.
     2º Formato – 50% do capital inicial pertencerão à Poetisa Bebel Lima e 50% a Jorge Martins Cardoso.
     3º Formato – 51% do capital inicial pertencerão a Jorge Martins Cardoso e 49 à Poetisa Bebel Lima.
     Quase certamente, o 3º formato praticamente está descartado, embora os insistentes apelos dos meus economistas e financistas, para que mantenham o terceiro formato.
    Assim sendo, suave e silenciosa Borboleta-Flor, ao invés de um emprego, você será DONA do nosso BANCO, você será DONA dos nossos BANCOS, enfim, você será DONA da nossa rede de BANCOS.
     A partir deste momento, eu já me considero PROPRIETÁRIO de um Robusto BANCO, e você Poetisa Bebel Lima, considere-se PROPRIETÁRIA de uma poderosa rede de BANCOS. Logo abaixo, o contrato assinado entre as “três” partes, a saber: “DEUS, VOCÊ e EU”.


01*********************************************02*********************************************03*********************************************04*********************************************05*********************************************06*********************************************07*********************************************08*********************************************09*********************************************10*********************************************11*********************************************12*********************************************13*********************************************14*********************************************15*********************************************16*********************************************17*********************************************18*********************************************19*********************************************20*********************************************21*********************************************22*********************************************23*********************************************24*********************************************25*********************************************26*********************************************27*********************************************








A PRAÇA.
         
     


Hoje eu acordei com saudades de você/Beijei aquela foto que você me ofertou/Sentei naquele BANCO da pracinha só porque/Foi lá que começou o nosso amor.

     
          Senti que os passarinhos todos me reconheceram/E eles entenderam toda minha solidão/Ficaram tão tristonhos a até emudeceram/Aí então eu fiz esta canção.


A mesma praça, o mesmo BANCO/As mesmas flores, o mesmo jardim/Tudo é igual, mas estou triste/Porque não tenho você perto de mim.


          Beijei aquela árvore tão linda onde eu/Com meu canivete um coração eu desenhei/Escrevi no coração meu nome junto ao seu/Ser seu grande amor então jurei.


O guarda ainda é o mesmo que um dia me pegou/Roubando uma rosa amarela pra você/Ainda tem balanço, tem gangorra meu amor/Crianças que não param de correr.


          A mesma praça, o mesmo BANCO/As mesmas flores, o mesmo jardim/Tudo é igual, mas estou triste/Porque não tenho você perto de mim.


Aquele bom velhinho pipoqueiro foi quem viu/Quando envergonhado de namoro eu lhe falei/Ainda é o mesmo sorveteiro que assistiu/Ao primeiro beijo que eu lhe dei.


          A gente vai crescendo, vai crescendo e o tempo passa/E nunca esquece a felicidade que encontrou/Sempre eu vou lembrar do nosso BANCO lá na praça/Foi lá que começou o nosso amor.


A mesma praça, o mesmo BANCO/As mesmas flores, o mesmo jardim/Tudo é igual, mas estou triste/ Porque não tenho você perto de mim.


          A mesma praça, o mesmo BANCO/As mesmas flores, o mesmo jardim/Tudo é igual, mas estou triste/Porque não tenho você perto de mim.




Cantor – Ronnie Von.





Dó*********************************************Ré*********************************************MI*********************************************Fá*********************************************Sol********************************************
Lá*********************************************Si**********************************************
     



DÓ - A mesma PRAÇA, o mesmo BANCO/As mesmas FLORES, o mesmo JARDIM.
RÉ – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/As mesmas FLORES, o mesmo JARDIM.
MI – Um novo BANCO, a mesma PRAÇA/As mesmas FLORES, o mesmo JARDIM.
FÁ – Sentei no novo BANCO da pracinha só porque/Senti que os BEIJA-FLORES todos me reconheceram.
SOL – E as BORBOLETAS entenderam toda minha solidão/Ficaram tão tristonhas e até emudeceram/Aí então eu fiz esta CANÇÃO.
LÁ – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/As mesmas FLORES, o mesmo JARDIM.
SI – Com o novo BANCO, ficou mais bonito/Mas estou triste, a BORBOLETA está longe de mim.



DÓ# – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/Uma BORBOLETA, o mesmo JARDIM.
RÉ# – Tão diferente, mas estou contente/Pois os BEIJA-FLORES, estão perto de mim.
MI# – Beijei aquela ÁRVORE tão linda onde eu/Com meu canivete uma BORBOLETA eu desenhei.
FÁ# – Escrevi na BORBOLETA meu nome junto ao seu/Ser seu BEIJA-FLOR então jurei.
SOL# – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/Os BEIJA-FLORES, o mesmo JARDIM.
LÁ# – Tão diferente, mas tão contente/Pois BORBOLETAS enfeitavam o JARDIM.
SI# – Ainda tem BEIJA-FLORES, e mais FLORES meu AMOR/CRIANÇAS que não param de CORRER.



Cm – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/ROSAS AMARELAS no mesmo JARDIM.
Dm – Tão diferente, mas estou contente/Pois BORBOLETAS também gostam de mim.
Em – A gente vai crescendo, vai crescendo/E o TEMPO passa/E nunca esquece a BORBOLETA que encontrou.
Fm – Sempre eu vou lembrar do novo BANCO/Lá da PRAÇA/É lá que vai começar o nosso AMOR.
Gm – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/A mesma BORBOLETA, um BEIJA-FLOR e o mesmo JARDIM.
Am – Tão diferente, mas tão CONTENTE/Porque eu tenho VOCÊ perto de mim.
Bm – A mesma PRAÇA, um novo BANCO/A BORBOLETA, o BEIJA-FLOR juntos enfim. (No mesmo JARDIM).


Informações musicais finais.

1ª – O nome do novo BANCO é “BANCO CELESTIAL”.
2ª – O BANCO CELESTIAL foi inaugurado com a presença de DEUS.
3ª – Na inauguração do novo BANCO, quem cortou a fita simbólica foi uma linda BORBOLETA de asinhas dadas com um belo BEIJA-FLOR (dizem por aí).
4ª – Na inauguração do BANCO CELESTIAL, quem cortou a fita simbólica foi um BEIJA-FLOR silencioso com as mãozinhas dadas com uma silenciosa BORBOLETA (também dizem por aí).
Produção artística – Um BEIJA-FLOR.
Fonte de Inspiração – Uma BORBOLETA.
Sede principal do BANCO CELESTIAL – Na capital da Grécia – CEP – KKKAAAKKKKAAAAKKKKKKAAAAAAKKKKKKKAAAAAAAKKKKKKKKAAAAAAAARSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRS.
Principal filial do BANCO CELESTIAL – Uma PRAÇA de Aracaju, Sergipe, Brasil – CEP – kkkkkkkkaaaaaaaakkkkkkkaaaaaaakkkkkkaaaaaakkkkaaaakkkaaarsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr.
Filial mais frequentada – RECANTO das LETRAS – CEP - $$$AAA$$$$AAAA$$$$$$AAAAAA$$$$$$$AAAAAAA$$$$$$$$AAAAAAAA Trilhões de REAIS $$$$$$$$AAAAAAAA Bilhões de EUROS e $$$$$$$AAAAAAA Milhões de DÓLARES.
Proprietários do BANCO CELESTIAL – Uma BORBOLETA (51%) e um BEIJA-FLOR (49%).
Mensagem da BANQUEIRA e do BANQUEIRO: “DINHEIRO não é PROBLEMA. O PROBLEMA é a falta de DINHEIRO. Morou Morás. Se não morou não mora mais”.


     Milhares de BEIJA-FLORES mandam beijos para todos os leitores. Um BEIJA-FLOR manda um único beijo para uma BORBOLETA. (Apesar do BANCO CELESTIAL... questão de economia, né?).


Aracaju, quinta-feira, 21 de julho de 2016.

Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573 – BANQUEIRO – E, ainda, “Um Eterno Aprendiz”.
jorge martins e Ronnie Von.
Enviado por jorge martins em 21/07/2016
Código do texto: T5704650
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
jorge martins
Aracaju - Sergipe - Brasil, 70 anos
878 textos (103708 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 20:40)
jorge martins

Site do Escritor