Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LIBERDADE... A VIDA... "Mensagem para o exímio cantor e violonista Roselves Alves".


          Meu caro escritor, poeta, compositor, violonista e cantor Roselves Alves. Permita-me chamar-lhe de Professor ALVES, embora você seja mais jovem do que eu.
          Há um mês você fez o seguinte comentário: “Mensagem com sensibilidade encantadora. Esse Voo do Beija-Flor também é mágico. Parabéns!” (em 10 de julho de 2016).
          Agradeço em primeiro lugar à sua visita. Em segundo lugar às suas palavras educadas e incentivadoras. Porém... Ah! Os porém (s) da vida!

          Deixe-me contar-lhe uma coisa: - Aqui em Aracaju eu conheço um exímio tocador de violão conhecido como tabaréu (o nome dele é Rivaldo), pois ele nasceu no município de Porto da Folha, no alto SERTÃO sergipano.
          Ele participa de vários eventos musicais com um grupo de CHORINHO. Em várias ocasiões eu disse pra ele: Tabaréu não dava certo eu tocar violão como você, pois, duas coisas poderiam ter acontecido na minha vida. A 1ª é que eu seria um homem riquíssimo. Eu seria dono de uma orquestra famosa. A 2ª é que eu já teria morrido de tanta farra mundo afora.
          Ele me responde: - Ainda bem que DEUS não lhe deu o DOM de ter um bom ouvido, pois eu preciso de você vivo durante muito tempo.
          Os pais de tabaréu eram músicos. Ele “toca de ouvido”. No entanto tabaréu não gosta de cantar. Ainda não descobri o motivo. A nossa amizade é relativamente recente. Ainda descobrirei o motivo!
          No seu caso – entre outras coisas – constam, até a presente data, 56 canções. Devo afirmar que sua voz é muito bonita e você toca violão muito bem. Ouvi algumas das canções. Não ouvi todas. Pelas que eu ouvi posso afirmar-lhe que são muito boas. E você está de parabéns!
          Aqui entra a minha curiosidade: - 1ª - Estas canções são de sua autoria?  2ª – Você é capaz de tocar com o seu violão a música “Voo do Beija-Flor” da Elisa Cristal. Voz e Violão! Se for capaz, gostaria que você o fizesse. Se você conseguir fazê-lo considere-se um cantor profissional.
          O meu agradecimento é uma forma de agradecimento desagradável. Pois, já começo a fazer-lhe um pedido? Espero que não fique chateado com tal ousadia. Mais uma vez agradeço a sua visita.
          Despeço-me atenciosamente. Aceite um forte abraço.

Aracaju, quarta-feira, 10 de agosto de 2016.

Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573 – “Banqueiro”, Um Eterno Aprendiz e um Amante das Boas Músicas.
jorge martins
Enviado por jorge martins em 10/08/2016
Código do texto: T5724486
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
jorge martins
Aracaju - Sergipe - Brasil, 70 anos
878 textos (103711 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 22:11)
jorge martins

Site do Escritor