Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se me conhecesses

     Deixei de levar-me
     Não quero ninguém ao meu lado que não saiba o significado da dor
          de uma lambada na cara de umas mentirinhas com importância
          do sabor dos beijos de uma mão apertada do momento.
      Não gasto mais palavras nem tempos com hipócrisías, com medos
           sem nexo com falta de calor muito menos o tal sexo tão falado e
           praticado e sem amor.
      Não falo mais contigo, tu que nunca soubés-te da cor de uma flor
           do cheiro que fica quando a saudade arrebenta em lágrimas da
           pacividade do dormir ao relento nos braços desse alguém.
      Não  e não nunca mais dar meu tempo seja a quem for por troca de
           tanta anciedade depois de um agora que nunca foi
           de um passado que quer voltar e um futuro amordaçado.
      Sim, já passou essa idade e na próxima vez que quizer a tua
           amizade nem a lua ou o sol terão a responsabilidade de que eu a
           mantenha. Sabes porquê? Amizade se chama outra coisa, com-
           pletamente contrária de tudo aquilo que já disse acima.
      Tomar café?
      Não meu amor!
Divavid
Enviado por Divavid em 17/09/2019
Reeditado em 17/09/2019
Código do texto: T6746773
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1088 textos (56197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 14:47)
Divavid