Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A morte da consciência.

Primeiro o torpor avançar lentamente por toda parte, alguns palavrões se ouve, depois a violência verbal já não é o suficiente. Vejo os punhos serrados, em seguida gosto de sangue na minha boca... Ele teve seus motivos, mas nada justificativa, tantos sonhos roubados, confiança perdida, a pureza arrancada, meus braços feitos de papel não impedem a agressão.
Mas agora estou armada, tenho caneta, lapiseira e um belo teclado alfanumérico. Me cortaram as asas e me lançaram do penhasco, em queda livre acreditei que morreria. Até que descobri como voar, minha imaginação me permitira criar asas e muitas outras coisas para sobreviver ao chegar no fundo. Nos meus braços papéis espaçosos comecei a escrever...
Escrevi para mim uma nova história, mais bonita e mais forte, com mais chances de ser feliz. Já para ele descrevi a inevitável morte de sua consciência.



Com esse texto quero alertar mulheres que sofrem maus tratos e se calam, quando eu era criança via meu pai agredir minha mãe de várias formas diferentes. E cresci decidida a não sofre com isso, eu não permitiria que um homem me violentasse... Com sorte encontrei um homem bom (homens bons existem) e não sofro como minha mãe sofreu, mas sei que muitas mulheres passam por situações assim. E digo ao primeiro sinal de violência, seja verbal, psicológica ou física, se afaste, não permita que te tratem mal. Escreva sua própria história, seja dona de seu destino e acredite você merece ser feliz!
Alessandra Fersan
Enviado por Alessandra Fersan em 20/07/2019
Código do texto: T6700089
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alessandra Fersan
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
93 textos (3543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 05:08)
Alessandra Fersan