Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Impacto das postagens em tempo real

Por Gabriella Gilmore

Acabei de assistir a um documentário sobre Lady Di e para variar eu chorei.
Em resumo: Ela morreu por causa da publicidade, digamos assim, e hoje as pessoas imploram por serem vistas e seguidas. Sente-se por favor, porque o assunto de hoje é tenso.

Hoje em dia, com a corrente era da informação digital, redes sociais e o escambal, temos muita exposição de nós mesmos nas redes e menos curtição na vida real. Deixa-me explicar.
Estamos mais preocupados em compartilhar os momentos em que estamos vivenciando, oops, tentando vivenciar, do que apreciá-lo de verdade, porque o vício em postar as coisas em tempo real estão roubando espaço.
Já reparou como estamos virando um protótipo de robô?
É como se a gente vivesse mais para aparecer para o outro, do que para nós mesmos, sendo assim, nós não curtimos as coisas de verdade. Nós curtimos apenas a ideia de postar para os outros o que estamos fazendo.
Qual é o nosso problema, oh geração maluca?
Lady Di nunca pediu fama e nem super exposição. E naquela época a fome das revistas e da TV em vender as imagens quase em tempo real da princesa já estava a deixando louca.
Hoje, nós mesmos somos os nossos maiores publicitários, mas tem um porém, nós não temos seguidores reais.
Caiu a ficha agora, mona?
A maioria das pessoas que nos seguem são fakes ou não dão a mínima para o que nós postamos.
Elas curtem nossas coisas de forma automáticas, pois suas vidas são chatas e vazias, elas não têm nada para fazer, então se sentam com o smartphone nas mãos, e curtem, curtem, curtem sabem lá o quê.
Isso não te assusta?
"Ahhh, mas então você está sugerindo que as pessoas parem de postar as coisas, está?"
Não. Não estou.
Estou apenas soltando um alerta para nós olharmos para dentro e vê se nós nos encaixamos nas coisas que estou escrevendo aqui. (Percebeu que estou escrevendo na 1ª pessoal do plural? Essa mensagem também é para mim).
E se eu for sugerir algo, eu sugiro: Vamos viver, curtir o momento, postaremos depois! Amém?
Ninguém se importa se nós estamos postando em tempo real ou não. Se lembra de que as pessoas estão virando “inteligência artificial”? Quem garante que aquela postagem é realmente em tempo real?
Ding Dong!!! Entendeu coleguinha?
Gente, isso não é um texto para dar lição de moral não.
Precisamos urgente repensar essas coisas, pois uma geração está se estreitando a cada década que passa, e eu aposto que você não iria gostar de ver seus filhos/sobrinhos deixando de brincar, de curtir, para ficar amarrado no "*Black Mirror", certo? Então vamos nos unir, vamos dar o exemplo, e vamos repensar a forma como estamos usando as plataformas sociais.
Lembre-se que uma lente de câmera ou celular nunca será capaz de gravar com tamanha perfeição os momentos que você enxerga/vivencia com seus próprios olhos.

Abraços!

*Black Mirror é um seriado do Netflix que fala sobre os impactos da tecnologia nas nossas vidas. Cada episódio é uma história, um elenco novo, uma abordagem diferente, mas todas sobre o mesmo tema. Eu fiquei com náuseas com os primeiros episódios porque é simplesmente impactante. Fica a dica!

Gabriella Gilmore
Enviado por Gabriella Gilmore em 26/07/2018
Reeditado em 26/07/2018
Código do texto: T6400650
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gabriella Gilmore
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
448 textos (55396 leituras)
16 áudios (1274 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 22:38)
Gabriella Gilmore