Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gosto que falem de mim...
 
Mas que o primeiro ouvido a ouvir seja o meu.
Não gosto que a imagem que fazem do que eu sou passe de boca em boca...
Pois cada ouvido que ouvir vai transmitir do jeito que sabe falar!
 
Quando acerto e erro, não quer dizer que presto ou não presto...
Pois quem nunca errou? E quem nunca acertou?
Estamos a todo momento em evolução.
O único meio de sermos moldados pela vida é errando e acertando
 
E difícil é ser julgado por aquele que não fala diretamente...
Não existe defesa do próprio acusado neste caso...
 
A maldade é como um fermento, ela caminha...
Cresce, aumenta de tamanho...
 
Existem muitas bocas que gostam de maquinar...
Mas no final aparecerá a assinatura de quem começou
Pode ser que isto não fique bem claro para os humanos
Mas para Deus é imagem cristalina a se mostrar
 
Por isto meço o que falo...
 
Penso que quem auxilia a contenda já está afogado nela
 
Prefiro ser uma água tranquila, parada e que não coloca medo...
Do que ser um maremoto a invadir todos os lugares,
e depois descobrir que me excedi e destruí boa parte do que sou.
 
Janete Sales Dany
15/09/2015 as 22:26 hs
Obra @ protegida por lei
Janete Sales Dany
Enviado por Janete Sales Dany em 15/09/2015
Código do texto: T5383511
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Janete Sales Dany
São Paulo - São Paulo - Brasil
585 textos (17543 leituras)
23 áudios (930 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 01:45)
Janete Sales Dany