Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os DeScolaris Da Literatura E Do Futebol Nacionais.

Estátuas de pedra
Estão em casa. Asas
Petrificadas a fazer
festa na sala de estar.

Estacionadas em bloco
Voam imóveis. Imóveis
Para sempre. Prantos em
sorrisos motejos na foto.

Estátuas de pedra no dia
D dos pais, no dia D das
Mães daqui a séculos
ainda fetos. Etos Frios.

Estátuas de pedra
Sempre alertas
Histórias estáticas
anões de jardins.

Diversa mulher que
Conheço em 5 meses
Morreu quatro vezes
e ainda lhe restam

Três vidas para zoar.
Ao contrário de
Estátuas de pedra Q
Congelam no tempo
simulam momentos

Como se tivessem
Sentimentos para dar
Estátuas na praça têm
a mesma graça duma

Família de há muito
Tempo perdida, ida
Lápide de pedra
piegas de há 10 mil

Anos atrás. Estátuas
De pedra ainda assim
Dizem saber tudo de
mais. Estátua parada

Fala com Al Capone
Advertindo seus furos
Íntimos do gângster
que orienta gárgulas

A pagar imposto de
Renda. Vê se orienta
O Scolari a restituir
a impostura de 7X1

Que ele roubou do
Torcedor nacional:
Volte a compor e a
cantar o “Samba do

Mineiraço”: — Êêi
DeScolados vê se
Se orientam acharam
os seus furos, gentes

Finas, nas letras, nas
Tretas de seus comas de
insulina. De seus
Impostos e rendas.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 12/08/2014
Reeditado em 14/08/2014
Código do texto: T4919140
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Decio Goodnews
São Paulo - São Paulo - Brasil
2338 textos (517595 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 17:46)

Site do Escritor