Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O caxão amigo o rico não melhora...



Não reclame da vida...
Levante a cabeça.
Talvez você cresça e vai enxergar.
Nego toma porre...
E vira lobisome....
O que te consome é que pode te matar.

Sorria pra vida...
Que ela ri de volta...
Aí você se solta e aprende amar.
Se nego apanha...
E sorri não chora...
Vê se aprende agora e começa a mudar.

Tô gritando alto tá valendo a pena...
Nego tá gozando e eu vou me lixar.
Perto da privada faço minha atenda...
No final das contas ganha quem canta.

Se não come nada e guarda seu dinheiro...
E bate no peito que encheu o picuá...
Deixa esse otario que vive de renda...
Na roda de viola nunca vai chegar.

Trago meus amigos...
Pago até cerveja...
E deixa que a costela eu que vou comprar.
Eu celebro a vida por favor entenda...
Nesse meu barraco é samba e se solta.

Deixa que a vida vai levar embora...
Pobre nessa hora ri até chora...
O caxão amigo o rico não melhora...
A riqueza linda é finda nessa hora...
Pelado de novo e para onde irão.

Deixei essa zica e não ostento nada...
Pra toca viola e canta o que é bom.
Tem uns nego trouxa só se promovendo...
Eu tô no remendo e tô achando bão.

Pra se ter amigo e sorrir por nada...
Olhar a piada que é  os mané bobão.
Tem gente sorrindo até na enxada...
Tem gente chorando juntando um milhão.

 
Onofrio
Enviado por Onofrio em 08/04/2021
Código do texto: T7226780
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Onofrio
Campo Mourão - Paraná - Brasil, 58 anos
929 textos (31191 leituras)
135 áudios (3571 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 12:03)
Onofrio