Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como ser amado

Simples com a tua aurora,
De vagar simples voltas,
E sentir o amor de agora,
Com correr como revoltas.

Como ser amado em vida,
E chama-la de meu amor,
E ter a vida por ser querida,
Com imenso ser ardor.

Refrão
De pazes de que se estão,
Abrigar como fosse gente,
E animar como doce paixão,
Belas artes de que sente.

O corpo dela é magistral,
Amando o elo sem diferente,
E esse ser como o normal,
E causar como ser quente.

O coração se faz arbitrar,
Horas devemos se inserir,
E não quero mais remir,
E fazer a vida balouçar.

Refrão
De pazes de que se estão,
Abrigar como fosse gente,
E animar como doce paixão,
Belas artes de que sente.

O corpo de cada ser semente,
O corajoso esse que vivente,
O amor volta e a resposta,
Amar de costa rumo à costa.

O esse de um ser sentimento,
De dobrar a vida com alimento,
De correr com o cata-vento,
E sair-se como ser avento.

Refrão
De pazes de que se estão,
Abrigar como fosse gente,
E animar como doce paixão,
Belas artes de que sente.

Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 26/06/2020
Código do texto: T6988413
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
4656 textos (15720 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 04:39)
Gumer Navarro