Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hei garota

Hei garota escute o vento e sinta  sua voz gelada, está calçada sempre foi nossa, e eu sempre estive aqui, brindamos promessas embriagadas e o céu era tão leve.

Hei garota pra onde você tem olhado? Hoje o sol nasceu sem luz e o amanhecer parecia perdido, os planetas não se aliaram e tinha chumbo no céu, eu sei, eu sei...a espera foi longa e não aprendemos desprezar o tempo.

Hei garota quando deixamos de chorar? E porque fomos tão longe, somos frios como a voz do vento, estamos aqui de novo na nossa calçada, mas agora ela tem cheiro de fio queimado e de doença, almas morrem aqui, vamos partir garota, partir o tempo e espaço, vamos para outro mundo, nosso mundo, hei garota o tempo chegou e logo vai embora, a nossa hora é agora.

Hei garota, não solte a minha mão!
A poesia e eu
Enviado por A poesia e eu em 09/10/2019
Código do texto: T6765566
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o autor). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
A poesia e eu
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
50 textos (620 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:07)
A poesia e eu