Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

História do amor

Você acreditou em meu amor,
Você da minha alma uma flor,
Mesmo o sentido que completa,
A vontade era toda por repleta.

História de um amor jovial,
Jejuar todos os seus momentos,
Como mudar a rádio e o dial,
Fazer dela a mulher dos sonhos.

Refrão
Como o celeste que te agoniza,
Falar de a verdade ser bendizente,
O amor que amando se riza,
Sendo um amor emergente.

Bons são os teus sofrimentos,
Calados os passos argumentos,
Mesmo o sentir que abruptos,
Vencer até os mais corruptos.

O horizonte tudo se cria,
O maior que te faz dia,
O dia amando que amar,
Na terra onde moram todos.

Refrão
Como o celeste que te agoniza,
Falar de a verdade ser bendizente,
O amor que amando se riza,
Sendo um amor emergente.

O amor que tudo se converte,
O crivo para o tudo se verte,
No mesmo amor que cumpre,
Mais o corpo que te compare.

Tudo o ser superando tudo,
O mesmo que tudo verte,
O coração que tudo inverte,
Passando assim como mudo.

Refrão
Como o celeste que te agoniza,
Falar de a verdade ser bendizente,
O amor que amando se riza,
Sendo um amor emergente.

Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 09/10/2019
Código do texto: T6765194
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1581 textos (5768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:31)
Gumer Navarro