Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Samba da Madrugada

Saí pra batucada
E já era madruga
Quando meu amor se revelou

O cavaquinho chorava
Por sorte ainda restava
Na mesa uma flor

Ofertei à mais bonita
A musa daquela pista
Ela também me olhou

E só então nos demos conta
Que a música era outra
Cantava a passarada
Quando o sol então raiou!

E só então nos demos conta
Que a música era outra
Cantava a passarada
Quando o sol então raiou!

Cláudia Machado
27/1/18

Nota: Esse poema foi musicado numa parceria com Germano Ribeiro e passa a ser chamado Desamor. Ouça aqui em Áudio.
Cláudia Machado
Enviado por Cláudia Machado em 27/01/2018
Reeditado em 22/03/2018
Código do texto: T6237418
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
O Samba da Madrugada - Cláudia Machado
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Machado
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
724 textos (20434 leituras)
59 áudios (2731 audições)
1 e-livros (22 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 19:46)
Cláudia Machado