Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU SOU FAVELA

Eu sou favela, desde bem pequenininho
Lá me criei, tenho orgulho de dizer...
Brinquei de bola, gude, pipa e patinete
Fui chamado de pivete, lutei pra sobreviver

Fui jornaleiro, fui baleiro e engraxate
Dificuldades, contornei com o meu labor
Lá na favela eu passei necessidades
Mas é que a felicidade
Já compensa o dissabor

Refrão:
             Tem gente que pensa que não sou feliz
              Mas eu sou...
              Morando no gueto, becos e vielas
              Subindo o morro, descendo pro asfalto
              Pedindo socorro ou fugindo de assaltos
              Mesmo assim eu me orgulho de ser da favela

A vida inteira, enfrentei o preconceito
Pra ter direitos, ainda tenho que lutar
Ser favelado é qualidade, não defeito
Pra o seu despeito, a favela é o meu lar

Sou preto, pobre e sou da periferia
A minha origem, não escondo de ninguém
Pois apesar do descaso do governo,
Na favela é aquilo mesmo,
Também tem gente de bem

Refrão:
              Tem gente que pensa que não sou feliz
              Mas eu sou...
              Morando no gueto, becos e vielas
              Subindo o morro, descendo pro asfalto
              Pedindo socorro ou fugindo de assaltos
              Mesmo assim eu me orgulho de ser da favela

A Alma de um Poeta(Pinho Sannasc)
Enviado por A Alma de um Poeta(Pinho Sannasc) em 04/10/2011
Reeditado em 04/10/2011
Código do texto: T3257905
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
A Alma de um Poeta(Pinho Sannasc)
Salvador - Bahia - Brasil
249 textos (39632 leituras)
11 áudios (1396 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:38)
A Alma de um Poeta(Pinho Sannasc)