Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ensino Híbrido 2021AVA-EFAPE para professores



Formação DE e escolas para planejamento escolar 2021
            Transmitido ao vivo em 19 de jan. de 2021
            https://www.youtube.com/watch?v=_G3FGrAi_H0
______________

APRESENTAÇÃO
Sobre o cursoArquivo
Concluído: Sobre o curso
Navegação pelo conteúdo do cursoArquivo
Concluído: Navegação pelo conteúdo do curso
RegulamentoArquivo
Concluído: Regulamento
Fale conoscoArquivo
Concluído: Fale conosco
MÓDULO 1: CONTEXTUALIZAÇÃO E CARACTERÍSTICAS DO PROJETO
IntroduçãoArquivo
Concluído: Introdução
O Ensino HíbridoArquivo
Concluído: O Ensino Híbrido
Quem são os estudantes foco deste programa?Arquivo
Concluído: Quem são os estudantes foco deste programa?
O Professor Orientador de Estudos (POE) e seu trabalhoArquivo
Concluído: O Professor Orientador de Estudos (POE) e seu trabalho
A educação híbrida como forma de recuperar e acelerar a aprendizagemArquivo
Concluído: A educação híbrida como forma de recuperar e acelerar a aprendizagem
Encerramento do Módulo 1Arquivo
Concluído: Encerramento do Módulo 1
Questões Objetivas – Módulo 1Questionário
Concluído: Questões Objetivas – Módulo 1 (foi atingida a nota de aprovação)
MÓDULO 2: CAIXA DE FERRAMENTAS DO PROFESSOR ORIENTADOR DE ESTUDOS (POE) – INSTRUMENTOS E PLATAFORMAS
IntroduçãoArquivo
Concluído: Introdução
Quais são as ferramentas para ensinar e aprender? Para que servem?Arquivo
Concluído: Quais são as ferramentas para ensinar e aprender? Para que servem?
Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP)Arquivo
Concluído: Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP)
Currículo MaisArquivo
Concluído: Currículo Mais
Google ClassroomArquivo
Concluído: Google Classroom
Microsoft TeamsArquivo
Concluído: Microsoft Teams
ZoomArquivo
Concluído: Zoom
Encerramento do Módulo 2Arquivo
Concluído: Encerramento do Módulo 2
Questões Objetivas – Módulo 2Questionário
Concluído: Questões Objetivas – Módulo 2 (foi atingida a nota de aprovação)
MÓDULO 3
IntroduçãoArquivo
Concluído: Introdução
Ensino híbrido: O que é importante lembrarArquivo
Concluído: Ensino híbrido: O que é importante lembrar
Orientação de Estudos: o que é primordial para o programaArquivo
Concluído: Orientação de Estudos: o que é primordial para o programa
Preparação para a açãoArquivo
Concluído: Preparação para a ação
Orientações para acompanhamento pelo POEArquivo
Concluído: Orientações para acompanhamento pelo POE
EncerramentoArquivo
Concluído: Encerramento
Pesquisa de satisfaçãoArquivo
Concluído: Pesquisa de satisfação
Questões Objetivas – Módulo 3Questionário
Concluído: Questões Objetivas – Módulo 3 (foi atingida a nota de aprovação)
ReferênciasArquivo

______________

No desenvolvimento dos combinados, o POE já deve ter trabalhado de forma bastante objetiva e enfática a premissa do programa: nenhum estudante será deixado para trás.

E o lema da Seduc nesta ação é: “não deixar nenhum estudante para trás!”.

OS ESTUDOS HÍBRIDOS procuram:


- conscientizar:“Nenhum estudante será deixado para trás!”, pode ser adaptado a nós, educadores.
- dirimir: dificuldades em habilidades essenciais (leitura, interpretação, conceitos básicos em matemática, administração do tempo, organização de estudos).
- ... ampliar seu repertório de recursos e para lidar com a carência no desenvolvimento das habilidades essenciais aos estudantes.
- indicar o Programa Acessa São Paulo: Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/saiba-onde-ficam-os-postos-acessa-sp/. Acesso em: 6 jan. 2021.

- envolver a rica e respeitosa possibilidade da personalização do ensino e do incentivo às diversas formas como o estudante poderá aprender, com seu ritmo diferente.
__________

ATENÇÃO!

Um recurso útil para a atenção plena e, principalmente, para organizar a estrutura mental necessária para começar ou mudar de atividades são quatro passos simples:

1. Pare;
2. Respire fundo;
3. Observe com imparcialidade;
4. Continue.

VIDEO GICA MESIARA - PAISAGISTA, artista plástica e empresária, que valoriza interiores verde de casa, JARDINS VERTIAIS, MAIS VERDE...
https://avaefape2.educacao.sp.gov.br/mod/resource/view.php?id=406&forceview=1
____________

IMPORTANTE!
O trabalho em grupo está mais voltado para objetivos e tarefas diferentes, enquanto no trabalho em equipe, que é o que se espera nesse programa, todos os estudantes estarão agindo de forma colaborativa em suas tarefas ou etapas.

___________
Orientação de Estudos: o que é primordial para o programa

Mentalidade fixa X Mentalidade de crescimento
"Indivíduos que perseveram em modificar suas atitudes e hábitos para essa forma de encarar o mundo procuram tirar lições valiosas de todos os momentos."

"Enriqueça a experiência do protagonismo dos estudantes com questões abertas e debates democráticos, sintonizados com a realidade que eles vivenciam."

https://avaefape2.educacao.sp.gov.br/mod/resource/view.php?id=406&forceview=1
_____________

"Sendo o estudante formado para exercer o protagonismo e agir com autonomia, o papel do professor não ficaria enfraquecido?"

Resposta de J B PEREIRA:

Ambos se tornam sujeitos de dupla mão: ambos aprendem e ensinam, questionam e se alegram com o processo "de A interação e a ação colaborativa [que] são conceitos presentes, que se firmarão entre professor e estudante e estudantes entre si." https://avaefape2.educacao.sp.gov.br/mod/resource/view.php?id=405&forceview=1


O PROFESSOR, pela escuta ativa, é o elo de cuja ponta medeia o saber e o aluno ao mesmo tempo e as emoções e as sinapses vão aos poucos acontecer... Não é um mero: "Seu papel será o de fazer provocações que estimulem a autonomia e o protagonismo."
link acima.

"O POE precisará estar atento para agir de forma a combater com palavras e ações a mentalidade fixa do fatalismo e das dificuldades insuperáveis."
https://avaefape2.educacao.sp.gov.br/mod/resource/view.php?id=406&forceview=1

Assim, o módulo 3 levanta algumas questões:

"Como fazer isso, na prática? Veja as sugestões abaixo que podem servir de exemplo para interlocução entre o POE e o(s) estudante(s) de seu grupo, diante de uma possível situação desafiadora ou dúvida para resolver uma atividade:

Em que ponto dessa atividade você sente que começa sua dificuldade?

Sua dificuldade está em entender o que está lendo ou em desenvolver algum ponto da atividade?

Como e onde você acha que pode conseguir elementos para superar essa dificuldade?

Você acha que uma troca com seus colegas de grupo pode ajudar a entender melhor a dificuldade e a busca de solução?

Que tal você consultar esse material (livro, texto, site, plataforma, vídeo, guia, roteiro de estudo)? Ele poderá contribuir para que você e o grupo entendam melhor essa questão.

A partir das sugestões e dos questionamentos feitos, busque as informações necessárias e elabore uma proposta de solução para nosso próximo encontro.

Sugiro que você consulte seu professor da disciplina/área, na próxima aula, e solicite orientação em relação a essa dúvida.

Se você ainda não entendeu a explicação de seu professor a respeito dessa questão, que tal buscar outras abordagens, como um vídeo na internet ou exercícios em uma das plataformas disponíveis?

O grupo conseguiria achar uma forma de colaborar para a solução desse problema?

Em análise ao percurso de desenvolvimento das atividades feita por você, trago o seguinte retorno [...] A ideia é que todos da turma sigam juntos, que ninguém fique para trás. O que nosso grupo poderia fazer para incentivar quem está com dificuldade ou ausente?"

ATENÇÃO!
Lembre-se: com a metodologia da sala de aula invertida, cada encontro se prestará para discussões, reflexões e o estabelecimento de relações entre o que foi estudado e a vida real. Não haverá exposição de conteúdos! Isso favorece a autonomia e o protagonismo dos estudantes, ao mesmo tempo em que pode tornar o percurso de aprendizagem mais interessante, lúdico, e trazer o sentido necessário à atividade escolar. O resultado é a maior possibilidade de engajamento e de desenvolvimento da atitude corresponsável do estudante consigo mesmo e em relação a seu grupo.

____________

Na personalização, o sentido está em utilizar diferentes formas, processos e metodologias para uma educação integral do estudante, respeitando a melhor forma como ele aprende. O horizonte a ser mirado é a equidade no processo de aprendizagem. Isso significa garantir condições para que cada estudante possa fazer percursos que lhe sejam mais favoráveis, mas com vistas a propiciar as condições para o desenvolvimento das competências e habilidades necessárias e previstas para o ano/série em que se encontra.

Conteúdo dentro de um box de destaque

ATENÇÃO!
Equidade no ensino é o que se busca, que é diferente de igualdade no ensino, igualdade essa, equivocadamente, entendida durante muito tempo como sendo capaz de favorecer a todos que eram tratados da mesma forma, com os mesmos conteúdos e metodologias.


Conteúdo dentro de um box de destaque

SAIBA MAIS!
Conheça mais detalhes a respeito das diferenças entre individualização, diferenciação e personalização do ensino em https://porvir.org/diferenciar-individualizar-personalizar-ensino/

É fundamental pensar no ensino híbrido para a orientação de estudos. Você está convidado a conhecer o que é primordial para a atuação do POE, que envolve rever crenças e questionar certezas absolutas que costumam retardar processos de mudanças.

Também, será importante que o POE trabalhe com a necessidade da preparação para o ambiente de estudo e a concentração necessária para que o estudante obtenha bons resultados.

Vamos lá?
_______

A personalização também envolve a possibilidade de o professor acompanhar o desenvolvimento do estudante a partir dos registros que vão sendo gerados conforme ele desenvolve suas atividades.
________

"Visto numa perspectiva histórica, o ensino híbrido ou “misturado” é uma inovação pedagógica tão antiga quanto as pedagogias ativas. A proposta basilar destas últimas foi a de centralizar o processo educativo no aluno e na aprendizagem, para estimular o protagonismo e a participação, entendidos como vitais para que o aprendido faça sentido e seja eficaz na vida das crianças e jovens. Daí decorreu a importância que atribuíram ao ensino mais personalizado, que buscasse respeitar o ritmo e os interesses dos que aprendem. Consequentemente, defenderam também um ensino diversificado para atender à diversidade dos alunos. Embora não levasse esse nome tratava-se, já no surgimento das pedagogias ativas, de um ensino “diversificado”, “misturado”, que hoje leva o nome de “híbrido”. (MELLO, 2020)

MELLO, G. N. Nota técnica sobre ensino híbrido. Academia Paulista de Educação. São Paulo. Disponível em: http://www.apedu.org.br/site/2020/08/12/nota-tecnica-sobre-ensino-hibrido-professora-guiomar-namo-de-mello
___________

FERRARI, M. Howard Gardner, o cientista das inteligências múltiplas. Nova Escola. São Paulo. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/1462/howard-gardner-o-cientista-das-inteligencias-multiplas. Acesso em: 18 dez. 2020.

))))))))))))))

"Ensino Híbrido tem como foco a personalização, considerando que os recursos digitais são meios para que o estudante aprenda, em seu ritmo e tempo, que possa ter um papel protagonista e que, portanto, esteja no centro do processo. Para isso, as experiências desenhadas para o online além de oferecerem possibilidades de interação com os conhecimentos e o desenvolvimento de habilidades, também oferecem evidências de aprendizagem. A partir dessas evidências, nos momentos em que os alunos estão face a face com o professor, presencialmente, em uma sala de aula física, é possível que o professor utilize as evidências coletadas para potencializar a aprendizagem de sua turma. (BACICH, 2020)

))))))))))))))

"No Módulo 3 você terá a chance de se aproximar ainda mais de sugestões, exemplos, vivências etc., que envolvem o Programa Ensino Híbrido, colaborando para o processo de ensino e aprendizagem com nossos estudantes da Rede Pública Estadual.

Sinônimo de didático
   
7 sinônimos de didático para 2 sentidos da palavra didático:

Relacionado com ensino e aprendizagem:
1 pedagógico, educativo, educacional, instrutivo.

Característico do professor:
2 docente, professoral, preceptoral."

https://www.sinonimos.com.br/didatico/

______________

Embora a Seduc tenha realizado diversos outros tipos de atendimento aos estudantes durante o isolamento social, incluindo as atividades remotas por meio do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP), foi diagnosticado que há um grupo com maior dificuldade de acesso às aulas e atividades propostas em 2020 por conta de:

Dificuldade de acesso à internet;

Vínculos mais frágeis com a escola;

Maiores déficits de aprendizagem.

Tais condições podem gerar um risco maior de evasão em 2021, o que é preciso evitar. O lema da Seduc para esta ação é não deixar nenhum estudante para trás!

O Módulo 1 também apresentou as características principais do ensino híbrido e delineou o perfil e a participação de cada ator – o Professor Orientador de Estudos (POE) e os estudantes –, assim como o encaminhamento das atividades nesse programa.

No Módulo 2 foram apresentadas as ferramentas e plataformas que serão utilizadas para o desenvolvimento e acompanhamento das atividades. Existem muitos materiais, roteiros e vídeos disponíveis para que o POE aumente sua familiaridade ao utilizá-los e possa também orientar os estudantes de sua turma. Além disso, há indicações de programas do CMSP que contemplam tais recursos, ora apresentando ferramentas e plataformas, ora esclarecendo dúvidas sobre elas.

Como você pode notar, os dois primeiros módulos do curso o ajudaram a construir o repertório necessário para entender o programa e os suportes que viabilizarão as ações.

Neste Módulo 3, você aprofundará alguns conceitos fundamentais sobre o ensino híbrido e a orientação de estudos. A seguir, partirá para a mão na massa, montando o plano que subsidiará os primeiros encontros com os estudantes da turma de orientação. Também estarão presentes informações e sugestões importantes para a superação de dificuldades que poderão surgir no percurso de trabalho do POE."

_______

Seguem algumas sugestões para a montagem de seu plano de aula para esse segundo encontro:

Conteúdo dividido em abas
Qual o e-mail acadêmico (institucional) do estudante?
Como configurar a caixa de correio eletrônico no dispositivo móvel?
Como baixar o app do CMSP?
Como acessar o CMSP em dispositivos móveis?
E para fazer as atividades? Onde? Como?

_______________

Ao sentir a falta de alguém aos encontros semanais programados ou verificar pelas ferramentas de acompanhamento que algum estudante da turma está passando por tal situação, cabe ao POE lançar mão dos recursos disponíveis para reverter o quadro. Algumas providências:

Buscar contato direto com o estudante para saber as causas de sua ausência e reforçar que o fato de faltar muda a configuração do grupo formado. Questioná-lo a respeito das providências que podem ser tomadas para que ele retome seu processo de orientação.
Solicitar que o grupo faça contato também e que ofereça ajuda para a superação de algum problema ou dificuldade.
Buscar alternativas para informar a família ou responsáveis sobre a necessidade de o estudante retomar as atividades e solicitar apoio para encorajá-lo. O grupo gestor da escola também pode contribuir nessa busca ativa e resgate do estudante faltoso.
Um sistema de comunicação entre o POE, o grupo gestor e os professores especialistas que são professores desse aluno pode agir conjuntamente para que ele retome suas atividades.
O estudante passa a ter dificuldade com o dispositivo tecnológico utilizado para ter acesso ao programa e desenvolver as atividades.

Podem acontecer situações em que o celular ou computador do estudante apresentem problemas, quebrem ou sofram algum tipo de extravio. O POE precisa se lembrar das alternativas que o estudante tem e orientá-lo a encontrar qual é a mais apropriada para que continue participando do programa.

Algumas sugestões:

Verificar se a escola dispõe de equipamentos que podem ser utilizados, mesmo que o distanciamento ainda seja uma realidade. Os gestores poderão criar condições de uso seguro ao estudante, adotando as medidas sanitárias indicadas para segurança do ambiente.
As bibliotecas locais podem ser consultadas, a fim de verificar a disponibilidade de uso dos equipamentos comumente presentes e que ficam à disposição dos usuários.
O espaço Acessa São Paulo existe em várias cidades do estado e deve ser consultado como possibilidade para os alunos utilizarem os recursos tecnológicos para acessar o programa Práticas de Orientação de Estudos.
O estudante apresenta dificuldades específicas em relação a uma disciplina/área de conhecimento diferente da formação do POE.

Diversas vezes já citamos essa questão, ou seja, para ser POE o profissional não precisa pertencer a uma área específica, mas o estudante do programa poderá necessitar de atendimento especializado em algum momento. Como fazer?

O professor da disciplina/área que atende esse aluno deverá ser seu interlocutor, como já é de costume, para dirimir dúvidas.
O grupo gestor deverá promover essa aproximação entre o POE e os professores da escola, a fim da constituição de uma rede de apoio aos estudantes do programa.
Dificuldades em habilidades essenciais (leitura, interpretação, conceitos básicos em matemática, administração do tempo, organização de estudos).

Em alguns momentos, o POE poderá identificar dificuldades mais abrangentes e poderá criar ou consultar percursos formativos para apoiar os estudantes.

Haverá plataformas digitais à disposição do POE, liberadas para indicação aos estudantes. A Seduc está fechando várias parcerias que disponibilizarão recursos em diversas áreas, a fim de que o estudante tenha opções para contemplar possíveis dificuldades.
O POE poderá buscar alternativas e sugestões com professores especialistas, a fim de selecionar opções de estudos nas diversas áreas. Essa medida interessa a todos, já que a superação de dificuldades pelo estudante pode colaborar com o trabalho de todos.
Serão oferecidas ao POE várias ações formativas para ampliar seu repertório de recursos e para lidar com a carência no desenvolvimento das habilidades essenciais aos estudantes.
O grupo gestor da escola poderá acionar o Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino, a fim de que possa atender às demandas específicas que emerjam durante o desenvolvimento do programa e que ofereçam apoio ao trabalho do POE.
O POE poderá ter dúvidas, a partir da pouca familiaridade com os instrumentos e recursos digitais utilizados para acompanhamento e gestão das ações do programa.

O programa prevê vários recursos tecnológicos que o POE terá à sua disposição para indicações pedagógicas e também para acompanhar o desenvolvimento da atuação discente. Como agir?

Estar atento às formações que serão oferecidas e que terão sempre o objetivo de abordar essas duas dimensões de seu trabalho: o pedagógico e o de administrar/gerenciar o grupo de estudantes.
Cada instrumento que envolve o planejamento ou registro do trabalho de POE deve ser criteriosamente contemplado, a fim de que as ações que derivarem de cada sistematização não se percam e a gestão dentro do programa não seja afetada.
Buscar sempre o esclarecimento necessário junto ao grupo gestor da escola e à Diretoria de Ensino ou com outros interlocutores e canais indicados pela Seduc.
Consultar semanalmente a programação do CMSP, pois transmissões estão previstas para apoiar o POE, à medida que a prática e a realidade do programa forem se desenvolvendo.

___________________

UNIDADE 1
Referências

BACICH, L. Ensino híbrido: esclarecendo o conceito. Inovação na educação. São Paulo. Disponível em: https://lilianbacich.com/2020/09/13/ensino-hibrido-esclarecendo-o-conceito/. Acesso em: 17 dez. 2020.

DWECK, C. S. Mindset: a nova psicologia do sucesso. Trad. S. Duarte. 1. ed. São Paulo:  Editora Objetiva, 2017.

FERRARI, M. Howard Gardner, o cientista das inteligências múltiplas. Nova Escola. São Paulo. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/1462/howard-gardner-o-cientista-das-inteligencias-multiplas. Acesso em: 18 dez. 2020.

GOMES, P. Diferenciar, individualizar e personalizar o ensino. Porvir Inovações em Educação. São Paulo. Disponível em: https://porvir.org/diferenciar-individualizar-personalizar-ensino/. Acesso em: 20 dez. 2020.

MASSUCATO, M.; MAYRINK, E. D. Como oriento os professores para que façam os “combinados” com os alunos no início do ano. Nova Escola Gestão, 07 mar. 2013. Disponível em: https://gestaoescolar.org.br/conteudo/1302/como-oriento-os-professores-para-que-facam-os-combinados-com-os-alunos-no-inicio-do-ano. Acesso em: 17 dez. 2020.

MELLO, G. N. Nota técnica sobre ensino híbrido. Academia Paulista de Educação. São Paulo. Disponível em: http://www.apedu.org.br/site/2020/08/12/nota-tecnica-sobre-ensino-hibrido-professora-guiomar-namo-de-mello/. Acesso em: 21 dez. 2020

Mentalidade de crescimento: você é o que você pode chegar a ser. [S.I.]  Disponível em: https://amenteemaravilhosa.com.br/mentalidade-de-crescimento/. Acesso em: 19 dez. 2020.

TAVARES, P. A. Aprendemos mais quando acreditamos que somos capazes de aprender mais. Nova Escola. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/17627/aprendemos-mais-quando-acreditamos-que-somos-capazes-de-aprender-mais. Acesso em: 20 dez. 2020.

TIERNEY, J. When the mind wanders, happiness also strays. New York Times, 16 nov. 2010. Disponível em: https://www.nytimes.com/2010/11/16/science/16tier.html. Acesso em: 22 dez. 2020.
https://avaefape2.educacao.sp.gov.br/mod/resource/view.php?id=404&forceview=1
Enviado por J B Pereira em 21/01/2021
Reeditado em 26/01/2021
Código do texto: T7165376
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1569261 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/04/21 21:37)
J B Pereira