Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem à Santa Ifigênia da Etiópia e ao São Mateus, mártir, que pregou na Etiópia

Santo do dia: São Mateus 21/09 e Santa Ifigênia
 _________

MARTÍRIO E O ESPÍRITO SANTO NA FÉ APOSTÓLICA

J B PEREIRA

           Os Herois e  mulheres corajosas no seguimento de Jesus no anuncio do Reino de Deus e a favor da Igreja Apostólica ...

           Vários homens apaixonados pelo Senhor da Vida e mulheres de Fé se consagraram a Jesus como amigo maior e esposo da alma...

           O martírio foi consequência desse amor radical por Jesus na qualificação e fortaleza do Espírito Santo como Testemunho de Fé           ( = que vem do grego: Martiría ou Testemunhar Jesus dando a própria vida como sinal da fé madura e vivaz e eficaz por amor a Jesus e aos irmãos ...) advindo do Alto e do Paráclito: fazer sempre a Vontade do Pai como Jesus o fez em vida e na Cruz...
           Jesus em primeiro lugar, O Pai Eterno no centro das vontades... e o Eixo pneumatólogico Norteador da Fé Bíblica e Eclesial é o Novo Advogado o Paráclito...

           E isso é a meta dos cristãos católicos desde Jesus, formando a multidão dos eleitos, ungidos, santos, santas, junto da comunhão dos santos no Céu e na louvação perpétua da Trindade Santíssima. Amém!

J B PEREIRA
____________


                         Santa Ifigênia

Santa Ifigênia ou Efigênia (do grego, significa “nascida forte”) ajudou a divulgar o Cristianismo na Etiópia, nordeste da África.

Sua festa é junto com a de São Mateus, o evangelista, que foi o responsável pela sua conversão. Ela tinha um irmão, Efrônio.

Seus pais eram Eggipus e Eufenisa. Eles eram os reis da Núbia, um reino pagão da Etiópia.

Oito anos após a Ascensão de Jesus, São Mateus chegou para anunciar o Evangelho na Núbia.

A princípio suas palavras não foram aceitas e o chamaram de louco.

Porém, Efigênia passou a acreditar no único Deus verdadeiro e se converteu ao cristianismo.

Porém, sacerdotes pagãos muito influentes, convenceram o rei de que só com o sacrifício de Efigênia a ira dos “deuses” acabaria.

Efigênia se entregou totalmente a Deus. Encorajada pelo apóstolo Mateus, esperava com fé e coragem a hora decisiva. Eles fizeram uma grande fogueira. Em voz alta, Efigênia invocou o poderoso nome de Jesus e um anjo veio ao seu encontro, arrancando-a dos inimigos, tornando-a invisível e surgindo em outro lugar.
Depois desse milagre, Efigênia se esforçava mais e mais pela conversão de toda a Núbia. O povo passou a acreditar no Apóstolo Mateus, que ressuscitou o filho do rei. Grande parte da corte e do povo se converteram ao cristianismo. Todos foram batizados.

Tempos depois, Efigênia teve uma revelação divina: “Efigênia, se pretendes saber o modo conveniente de me servires, conforme a minha Divina Vontade, faz-te generalíssima de um exército de Virgens pobres, obedientes e castas que, renunciando, voluntariamente, ao século, consigam o inestimável brasão de serem esposas Minhas, sem detrimento de sua inviolável pureza”.

Efigênia obedece prontamente. Com a ajuda dos pais, constroi uma casa para receber as moças.

 

Efigênia passa por grandes provações. Com a morte de seus pais, seu tio Hirtaco, roubou o trono do herdeiro natural, Eufrônio, irmão de Efigênia. Quando Hirtaco assume o poder, oferece metade do reino para São Mateus, para que ele convencesse Efigênia de casar-se com ele.

Mateus, porém, rejeita a proposta. Hirtaco, então, ordena a morte de São Mateus. Em seguida, ele manda incendiar a casa onde Efigênia vivia com as irmãs. Em oração, elas pedem a ajuda de Deus.

O fogo se apaga na casa delas e se acende no Palácio de Hirtaco, destruindo tudo rapidamente. Hirtaco fuge e Eufrônio retoma o trono, governando com sucesso e paz durante 70 anos.

O rei foi sucedido pelo filho, que construiu muitas igrejas na Etiópia.

Santa Efigênia é considerada a libertadora da Núbia.

Santa Efigênia recebeu um aviso de Deus sobre sua morte. Ela doou tudo o que possuia. Então, ela adoeceu. ]
No momento de sua morte, um perfume espalhou-se pelo convento.
Santa Efigênia é a protetora contra incêndios, é a padroeira dos militares e auxilia aqueles que estão em busca da casa própria.

 _____________

São Mateus

 No tempo de Jesus Cristo, na época em que a Palestina era apenas uma província romana, os impostos cobrados eram onerosos e pesavam brutalmente sobre os ombros dos judeus.
A cobrança desses impostos era feita por rendeiros públicos, considerados homens cruéis, sanguessugas, verdadeiros esfoladores do povo.

 
            Um dos piores rendeiros da época era Levi, filho de Alfeu, que, mais tarde, trocaria seu nome para Mateus, o “dom de Deus”.
           Um dia, depois de pregar, Jesus caminhava pelas ruas da cidade de Cafarnaum e encontrou com o cruel Levi.
         Olhou-o com firmeza nos olhos e disse:
          “ - Segue-me”.
         Levi, imediatamente, levantou-se, abandonou seu rendoso negócio [telônio, segundo a música do Padre Zezinho "O jovem Galileu  Um certo dia, à beira mar… ", veja abaixo nos sites musicais! ), mudou de vida, de nome e seguiu Jesus.

https://www.rs21.com.br/calendario-liturgico/calendario-liturgico-santo-do-dia/santo-do-dia-sao-mateus-3/

________

Padre Zezinho scj - Um certo Galileu [Versão Ampliada]
https://www.youtube.com/watch?v=bB_TnwAv85U

Um Jovem Galileu - Padre Zezinho (Completa)
                                    Um certo dia, à beira mar… Ver mais
Paulinas-COMEP
495 mil inscritos
Inscreva-se no canal da Paulinas-COMEP: http://bit.ly/PaulinasCOMEPYouTube
https://www.facebook.com/watch/?v=1718545308194663

___________


continuação sobre a vida de São Mateus e comentários

https://www.rs21.com.br/calendario-liturgico/calendario-liturgico-santo-do-dia/santo-do-dia-sao-mateus-3/

           Acredita-se, mesmo, que tal mudança não tenha realmente ocorrido dessa forma, mas sim pelo seu próprio e espontâneo entusiasmo no Messias.

Na verdade, o que se imagina é que Levi havia algum tempo cultivava a vontade de seguir as palavras do profeta e que aquela atitude tenha sido definitiva para colocá-lo para sempre no caminho da fé cristã.

 

Daquele dia em diante, com o nome já trocado para Mateus, tornou-se um dos maiores seguidores e apóstolos de Cristo, acompanhando-o em todas as suas caminhadas e pregações pela Palestina.

São Mateus foi o primeiro apóstolo a escrever um livro contando a vida e a morte de Jesus Cristo, ao qual ele deu o nome de Evangelho e que foi amplamente usado pelos primeiros cristãos da Palestina.

Quando o apóstolo são Bartolomeu viajou para as Índias, levou consigo uma cópia.

 

Depois da morte e ressurreição de Jesus, os apóstolos espalharam-se pelo mundo e Mateus foi para a Arábia e a Pérsia para evangelizar aqueles povos.

Porém foi vítima de uma grande perseguição por parte dos sacerdotes locais, que mandaram arrancar-lhe os olhos e o encarceraram para depois ser sacrificado aos deuses.

Mas Deus não o abandonou e mandou um anjo que curou seus olhos e o libertou.

Mateus seguiu, então, para a Etiópia, onde mais uma vez foi perseguido por feiticeiros que se opunham à evangelização.

Porém o príncipe herdeiro morreu e Mateus foi chamado ao palácio. Por uma graça divina fez o filho da rainha Candece ressuscitar, causando grande espanto e admiração entre os presentes.


Com esse ato, Mateus conseguiu converter grande parte da população.
Na época, a Igreja da Etiópia passou a ser uma das mais ativas e florescentes dos tempos apostólicos.

São Mateus morreu por ordem do rei Hitarco, sobrinho do rei Egipo, no altar da igreja em que celebrava o santo ofício da missa.


Isso aconteceu, porque não intercedeu em favor do pedido de casamento feito pelo monarca, e recusado pela jovem Efigênia, que havia decidido consagrar-se a Jesus.

Inconformado com a atitude do santo homem, Hitarco mandou que seus soldados o executassem.

No ano 930, as relíquias mortais do apóstolo são Mateus foram transportadas para Salerno, na Itália, onde, até hoje, é festejado como padroeiro da cidade.

A Igreja determinou o dia 21 de setembro para a celebração de são Mateus, apóstolo.
J B Pereira e https://www.rs21.com.br/calendario-liturgico/calendario-liturgico-santo-do-dia/santo-do-dia-sao-mateus-3/
Enviado por J B Pereira em 21/09/2020
Reeditado em 21/09/2020
Código do texto: T7068984
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1570321 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 23:24)
J B Pereira