Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O aluno computador: Rubem Alves; OS PILARES DE JACQUES DELORS; a sabedoria do Justo sofredor no livro de Jˇ (BÝblia)

Agradeço ao diálogo instigante e respeito ao evangelista e professor Maike e sua gentileza de disponibilizar o grupo virtual para discussão hoje de Felicidade e o Livro de Jó.

Essa reflexão online com a ajuda do mesmo educador e os participantes do grupo virtual fizeram a diferença ao ponto de dar origem à construção de texto abaixo e a montagem deste artigo.

A todos e à suas igrejas de nosso querido Brasil - hoje dedico minha oração, ofereço a parabelização e retribuo com alegria a fé e a mensagem por meios que Deus nos colocou em mãos e no coração para Servir sobre todas as coisas e acima de todas as pessoas.

Por isso, oremos por um mundo melhor, menos dividido, mais fraterno, mais feliz com Jesus, mais humano com todos e todas as igrejas e religiões.

Deus ama a todos e a todas as nações que ouvem a sua voz...

Deus é único e verdadeiro, o mesmo hoje e sempre.

Somos do Ser - em todo tempo e lugar.

"Jesus Vive e é O Senhor!" Amém.

_______________

O livro de Jó é uma crítica à teoria ou doutrina distributiva da graça. Deus age de modo não convencional. O paradoxo faz parte da existência. Deus não nos julga por obras apenas e nem pela aparência. Ele quer nos salvar sempre em Jesus, seu dileto Filho. Não não comercializa a graça que nos dá! Por isso, é gratuidade: graça,
ama-nos gratuitamente. Simplesmente nos ama e salva! Claro, quer-nos com ele e nos conclama a salvação pela fé e na ação de graças. Uma vida de santidade para corresponder ao seu plano de amor por cada um - o amor de Deus é incondicional.
"Deus nos fez sem nós - mas, não nos salvará sem nós." Porque nos dotou de liberdade ou livre-arbítrio. Somos livres para amar ou não, crer ou não, salvar-nos em Jesus e por Jesus ou não. Felizes ou bem-aventurados os que corresponderem e se salvarem vivendo o amor, a compaixão, o perdão - as bem-aventuranças do Evangelhos, os conselhos evangélicos de desapego e pureza, bondade e prática da justiça e busca das coisas do Alto, onde está o Senhor da Glória, à direita de Deus Pai, eternamente.
Deus se serve de diferentes caminhos para nos salvar. Ele não nos ignora. O justo vive da fé. Mas, o justo também sofre e é salvo pelo Justo "dos justos" - Jesus, o Novo Jó - porque abomina o pecado e não o pecador. "Antes quer que converta e viva eternamente".
O livro de Jó pode conversar com outros livros da Bíblia: Torah, o profeta Isaías com O Servo Sofredor (povo de Israel e Jesus na via Crucis), nos Evangelhos e seus anúncios da Paixão e morte de Jesus desde a traição de Judas até a morte de Cruz. Jesus é o Servo e Justo sofredor por nosso amor.  "Pelo madeiro e suas chagas, fomos curados, redimidos, inocentados, salvos", convocados ao encontro com o Pai Eterno. "Quando for elevado da Terra, atrairei todos a mim."
O justo peca 7 vezes ao dia: isso para dizer que somos todos pecadores - mesmo quando acreditamos e buscamos Deus e sua justiça. Contudo, "buscai a justiça e o Reino - tudo mais vos será dado em acréscimo..." Essa promessa de Jesus é coerente ao projeto do Pai para nossa salvação eterna: nós precisamos confiar total e amorosamente em Jesus como Senhor Nosso e Salvador. Ele nos ajuda a carregar nossa cruz  a cada dia, de cada dia. Todo o que crê será salva - não significa que não sofreremos e não estamos sujeitos a cair, errar, lacunar, enganar-nos e sermos enganado. Não devemos agir de má-fé o que seria pecado em si. Embora pecadores, Deus se aproxima de nós por causa do sangue de Jesus na Cruz e nos aceita à luz do Ressuscitado para coerdeiros da glória no filho Jesus - único e eterno ou legítimo Filho de Deus.
Então, a figura didático-sapiencial de Jó é a pré-figuração de Jesus como "o Verdadeiro Justo que sofre pelos pecadores."  Como diz São Paulo:
- Dificilmente, alguém morreria por um pecador. Ora, Jesus - sofreu e morreu por nós quando ainda éramos pecadores."  Por isso, Jesus se encarnou no seio puríssimo da Virgem Mãe Maria para nascer e conviver, ensinar o Reino e nos salvar na Cruz. Ressuscitar por amor. Ele se fez pobre por amor! Para Deus nada é impossível: Deus pensou, quis, desejou e fez. Pelo pensamento e sua palavra realizou a obra da criação. Pela Palavra Divina, o Verbo Divinamente encarnado em Maria Virgem Mãe, Jesus vivenciou o plano do Pai: pensou, desejou, amou, quis, fez-se nosso Salvador. Não há outro nome excelso, sublime, poderoso, pelo qual devamos ser salvos. A Ele honra e glória eternamente em seus anjos, na sua Mãe, nos santos, no seu povo redimido, em todos nós se o reconhecemos como Senhor de nossas vidas e formos fieis a Jesus até o fim de nossas vidas. Que o Espírito de Deus nos ajude nesse propósito santo e na vida concreta do dia a dia. Amém.

J B Pereira
________________

A Origem do Sofrimento do Pobre: Teologia e antiteologia no livro de Jó
Por Luiz Alexandre Solano Rossi

https://www.youtube.com/watch?v=97woiSjj8F8

https://books.google.com.br/books?id=jmZLDwAAQBAJ&pg=PT35&lpg=PT35&dq=livro+de+j%C3%B3+-+contesta%C3%A7%C3%A3o+e+o+sentido+do+sofrimento+humano&source=bl&ots=DVxOsV7Q4V&sig=aOzECmo1IcqP7zFJ2RjU7zPd8ls&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjV_pni963bAhUFjpAKHRa-Bh8Q6AEIWzAI#v=onepage&q=livro%20de%20j%C3%B3%20-%20contesta%C3%A7%C3%A3o%20e%20o%20sentido%20do%20sofrimento%20humano&f=false

_________________

D-04 - Lev Vigotski - Desenvolvimento da linguagem
Ela tona o homem humano.
A teoria sociointeracionista - O SUJEITO APRENDE QUANDO INTERAGE COM OS OUTROS E O MEIO SOCIAL (CULTURAL -  a linguagem é transmitida). EXISTE O OUTRO COLETIVO.

https://www.youtube.com/watch?v=_BZtQf5NcvE
__________


Jacques Lucien Jean Delors é um político europeu de nacionalidade francesa, tendo sido presidente da Comissão Europeia entre 1985 e 1995. Wikipédia

Nascimento: 20 de julho de 1925 (idade 92 anos), Paris, França
Formação: University of Paris (1945)

Livros: Educação: um tesouro a descobrir, Our Europe,

Prêmios: Prêmio Erasmus
Filha: Martine Aubry
Partidos políticos: Partido Socialista, Partido Socialista Europeu

Os Quatro Pilares da Educação do Século 21

Educação, um Tesouro a descobrir (1996), em que se exploram os Quatro Pilares da Educação.

Leia mais em:
https://www.webartigos.com/artigos/os-pilares-de-jacques-delors/33899/#ixzz5H0W99g9e


OS PILARES DE JACQUES DELORS

Publicado em 07 de March de 2010 por Júlio césar Galhardo de Siqueira
https://www.webartigos.com/artigos/os-pilares-de-jacques-delors/33899/

Ensinar a aprender - através dos conteúdos perceber a realidade
Ensinar a socializar - através de equipes
Desenvolver as competências em habilidades: aprender a fazer e ser útil.
Ser quem se é - ético, integrar, companheiro.

____________________

Há perguntas para as quais a memória perfeita não consegue responder.

"O Aluno perfeito - Rubem Alves"
https://www.youtube.com/watch?v=M3SwOJCENeU

RUBEM ALVES , 10 DE SETEMBRO DE 2011 / 3723 0
O aluno computador
Crédito: Shutterstock

"Era uma vez um jovem casal muito feliz. Ela estava grávida e eles esperavam com grande ansiedade o filho que nasceria.

Transcorridos os nove meses de gravidez, ela deu à luz um lindo computador! Que felicidade ter um computador como filho! Era o filho que desejavam! Por isso eles haviam rezado muito, durante toda a gravidez.. O batizado foi uma festança. Deram-lhe o nome de Memorioso, porque julgavam que uma memória perfeita é o essencial para uma boa educação. Educação é memorização. Crianças com memória perfeita vão bem na escola e não têm problemas para passar no vestibular.

E foi isso mesmo que aconteceu. Memorioso memorizava tudo o que os professores ensinavam. E não reclamava. Seus companheiros reclamavam, diziam que aquelas coisas que lhes eram ensinadas não faziam sentido. Não aprendiam. Tiravam notas ruins. Ficavam de recuperação, o que não acontecia com Memorioso.

Ele memorizava com a mesma facilidade a maneira de extrair raiz quadrada, reações químicas, fórmulas de física, acidentes geográficos, datas de eventos históricos, regras de gramática, livros inteiros. A memória de Memorioso era perfeita.

Ele só tirava dez. E isso era motivo de grande orgulho para os seus pais. Os outros casais, pais e mães dos colegas de Memorioso, morriam de inveja. Quando seus filhos chegavam em casa trazendo boletins com notas vermelhas, eles gritavam: “Por que você não é como o Memorioso?”.

Memorioso foi o primeiro no vestibular. O cursinho que ele freqüentara publicou sua fotografia em outdoors. Apareceu na televisão como exemplo a ser seguido por todos os jovens. Na universidade, foi a mesma coisa. Só tirava dez. Chegou, finalmente, o dia tão esperado: a formatura.

Memorioso foi o grande herói, elogiado pelos professores. Ganhou medalhas e mesmo uma bolsa para doutoramento no Instituto de Tecnologia de Massachusetts. Depois da cerimônia acadêmica, estavam todos felizes no jantar. Até que uma linda moça se aproximou de Memorioso: “Eu gostaria de lhe fazer uma pergunta”, disse a jovem. “Pode fazer”, respondeu Memorioso, confiante.

Ele sabia todas as respostas. Aí ela fez a pergunta: “De tudo o que você tem memorizado, o que mais te comove?”.
Memorioso ficou em silêncio. Aquela pergunta nunca lhe havia sido feita. Os circuitos de sua memória funcionavam com a velocidade da luz procurando a resposta. Mas ela não estava registrada em sua memória. Onde poderia estar? Seu rosto ficou vermelho. Começou a suar. Sua temperatura subiu. E, de repente, seus olhos ficaram muito abertos, parados, e se ouviu um chiado estranho dentro de sua cabeça, enquanto a fumaça saía por suas orelhas.

Memorioso primeiro travou. Deixou de responder a estímulos. Depois apagou, entrou em coma. Levado às pressas para o hospital de computadores, verificaram que o seu disco rígido estava irreparavelmente danificado. Há perguntas para as quais a memória perfeita não consegue responder. É preciso coração.

_______________

REFERÊNCIAS


DELORS, Jacques (Coord.). Os quatro pilares da educação. In: Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortezo. p. 89-102, 1996.

FREIRE, Paulo; FAUNDEZ, Antonio. Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

Rodrigues, Zuleide Blanco. Os quatro pilares de uma educação para o século XXI e suas implicações na prática pedagógica. Página acessada em 30/07/08 no endereço: http://www.aprendebrasil.com.br/articulistas/outrosEducacao_artigo.asp?artigo=artigo0056

Artigo: Jacques Delors – Wikipédia, acessado em 30/07/08 no endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jacques_Delors

Artigo: Quatro Pilares da Educação – Wikipédia, acessado em 30/07/08 no endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pilares_da_Educa%C3%A7%C3%A3o
Revisado por Editor do Webartigos.com

Leia mais em: https://www.webartigos.com/artigos/os-pilares-de-jacques-delors/33899/#ixzz5H0WK5NFE

________________________

O sentido da vida reside em aprender em cada momento da vida. Muitos confundem prazer com felicidade.
 Poder de paralisar - não imaginávamos essa ousadia dos caminhoneiros. Há muito o Brasil se anestesiou e acomodou com receio de Temer. Mas, estes heróis do asfalto não. Claro, isso ressoará em nossa economia e na educação financeira deles e na nossa doméstica. A falta nos faz rever o que está acontecendo. Precisamos nos unir como eles. A educação é tão forte à medida que temos a sociedade e representante do nosso lado, inclusive a família e nossos alunos e nossas alunas - nosso público-alvo e a sustentabilidade de nossas vidas e a gasolina de nossos casos e o sentido de nossa docência. Não é fácil, não que seja impossível. Depois de Getúlio Vargas o professor começou cada vez ganhar menos. Que pena! Não temos reconhecimento das pessoas e alunos - além de irrisórios salários comparados a caminhoneiros, pedreiros, pintores, policiais etc. Ensinamos e aprendemos pouco de nossa necessidade de (re)união e partilha... Somos tão heróis quanto caminhoneiros e caminhoneiras do Brasil. Nosso produto é o bem do aluno e ensinar - mas, o fruto aparece quando o garoto e a menina passam no concurso e educam filhos - tomara que nos valorizemos. Acorda - educadores! Brasil: valorize seus educadores e mestres, não somente os mestres e doutores universitários.

______________

Que triste moralidade: imoralidade: não sermos honesto com o povo e não sabermos votar. Não cuidarmos e nos valorizar: nem as mulheres, nem professores, nem motoristas, nem jovens, nem idosos.
O capitalismo selvagem colocou em risco a ética.
A democracia está em segundo plano em função do agronegócio e o mercado global, que domina os políticos e manipula todos - o deus lucro e a competitividade predatório nos leva ao caos e a não solidariedade.
A compaixão vai desaparecendo quando o homem se torna empedernido pelo dinheiro, poder, prazer, riqueza, corrompido pelos pares e endeusando o lucro, a fama, o mercado, fetichizando tudo e todos.
Até quando?

__________________


Enya - Storms In Africa
https://www.youtube.com/watch?v=izYrFFyY0O4

Enigma-Era-Gregorian - Moment Of Peace
https://www.youtube.com/watch?v=cQ-48rr6Wfo

Vangelis - Hymne
https://www.youtube.com/watch?v=PFx3a7KfN0c

The Best Of Leo Rojas | Leo Rojas Greatest Hits Full Album 2018
https://www.youtube.com/watch?v=MysB4SfoWJw
____________

" VIRGEM MÃE AUXILIADORA, agradeço tudo e todas as pessoas ao meu lado e a vida e os dias que nos concede. Peço pelos caminhoneiros. O governo logo negocie com eles para o bem comum. Pelo fim da pedofilia e corrupção. Pelo Brasil e o Papa. Pelos lares e desempregados. Pelos educadores doentes e aposentados. Pelos doentes e encarcerados. Pelos sacerdotes que acreditam na Igreja e os que estão em crise. Pelos bispos para que sejam simples e pastoreiem o povo e junto com o povo, sem luxo e apego ao mundo. Amém. "

Vela acesa por jose joão bosco pereira - PIRACICABA, SP

http://auxiliadoracampinas.org.br/acenda-uma-vela
_______________

FELICIDADE

PALAVRA ESTRANHA E TÃO ÍNTIMA E PERIGOSA...
 J B PEREIRA

O que nos torna auto-realizaveis? Qual o sentido da vida? É possível viver com alegria e dar sentido quanto tudo o mais parece sem sentido ao nosso derredor?
O que nos faz úteis, saudáveis e felizes?

Felicidade é um termo simples e genérico, porém sua interpretação é polêmica e complexa. Porque vai depender de vários contextos e condições em que se vive o ser humano.

Em latim: laeticia: personificação de alegria humanizadora ou sensibilidade incrivel que sentimos por um bem, alimento, amizade, prazer; "exultat" oiu magnificat: câtico de louvar e glorificar um ser sobrenatural pelo bem e graças ou o reconhecimento do divino contida no "Gaudium"= divinização da alegria pura por sua natureza sináptica e novidade de transcententalizadora - que envolve a alma e o corpo como libertação e êxtase religioso.
As culturas e etnias tem um leque de conceitos e contextos para nos posicionar na vontade de viver e morrer, ser contente e aceitar ou não as condições a que a globalização e a tradição nos imprimem quando vivemos.
Às vezes, depende da idade, maturidade antes de tudo, da condição harmonal, da educação e culturização, da visualização de perspectiva no Projeto Pessoal de vida e os dilemáticos paradoxos da existências em seus matizes sazonais, epocais, de cronologia e fases de vivências de perdas, conquistas, lutos e adentramento na busca da felicidade (diferente da quantidade de prazer e de sexo... a mídia nos engana ideologicamente por ter e ter dinheiro, beleza, riqueza, poder, terras, gado, terras,  mulheres, fama, casa bonita, conta bancária, padrão de vida.)
Qualidade de vida e diferente de quantidade e padrão de vida como ter status quo e ser desta ou daquela classe, religião, etnia, cultura, assumir este ou aquele estado de vida, profissão, sexo, etc.
Sabedoria e dor, amor e perdas, vida e morte, sentir e interagir com os outros, espiritualidade, religiosidade, filosofia de vida e psicologia no trato de si e dos outros.
Musicalidade, poema, arte, dança, canto, oração, mística, viajar, estudar e conhecer e manter-se atualizado sem arrogância e elegância com todos, respeito à vida e contato com a natureza...
Cada mística e filósofos - ideólogos e pensadores - nos intui o axioma ou axiologia da vida: valores éticos e morais de viver e viver bem e no bem comum, com bom senso, valorizando o senso-comum no que é sabor e saber(es) dignos da existência pessoal, espiritual, moral, emocional, profissional, sexual, religiosa, filosófica, política-econômica, transcendental ou imanência...


Vangelis - Alpha - Images captured by NASA - HD
https://www.youtube.com/watch?v=S9pCUEIIDLE

Há no corpo-alma do ser humano um conjunto de relações com:

- ele mesmo - mistério e biologia de si - genoma, inteligência, inteligência multifocal e emocional; Não só biologia e genoma, construção de si como arquitetura emocional e cultural, fruto de histórias e memórias coletivas...

YouTube

Pelos prados e campinas (Salmo 23)
Flavio Buarque
Recomendado

ENIGMA - RETURN TO INNOCENCE- Tradução em português BR
https://www.youtube.com/watch?v=l0nlfLr5Zfg

Gladiator - Original Soundtrack - Hans Zimmer
https://www.youtube.com/watch?v=I1-uzsfFjss

- os outros e o masculino e feminino, os gêneros e a complexidade da sensualidade e eroticidade; sociabilidade, status ou não, superação de preceitos e preconceitos inúteis, homem novo, vocação, profissionalizaçao, educação, saúde, segurança, Estado democrático de direito(s), feminino - feminismo, patriarcalização ou não, doenças, escolhas de vida e morte, greves, eutanásia, aborto, crimes, solidariedade, superação de si (entropia, sintropia, empatia ...);
mundo novo e utopias. Kma Sutra, diferenciar pornô e eroticidade.

Enya - Only Time MUSIC VIDEO
https://www.youtube.com/watch?v=0fuRWL82Ki0

- com Deus, fé e amor, esperança contra as meras esperanças como ter carro, dinheiro e poder - uma virtude teológica, meditação, salmodia, Biblia, Al Coração, Bagava gita, o sobrenatural e divino, transcendente-transcendental..., mítico ou não, místico ou não, crer ou não?
- simbólico-poético-literário - filosófico - matemático - artístico - arquitetônico - estético - cinestésico - matéria e forma - musical, (pre)destinação, destino, punição e recompensa, autruísmo e egoísmo, além da vida e da morte, experiências de quase-morte antes e depois de Cristo... Reconhecer um ser superior, criador, pai eterno, artífice cósmico... Mistérios e religião...

YouTube

6:23
Schubert - Serenade
Sergei Egorov
8,7 mi visualizações


28:33
Ave Maria - Gregorian Chant (Benedictine Nuns)
PureSpiritMusic
2 mi visualizações


4:43
The Ten Tenors - Hallelujah
Martin Malesic
2,4 mi visualizações


3:07
AMENO - Vincent Niclo & Choir of the Red Army
DjukiNew1957
3,2 mi visualizações


5:00
Irish Schoolgirl Kaylee Rodgers Singing Hallelujah - Official Video - Full HD
Beefy TV
2,5 mi visualizações


4:03
Vangelis - Hymne
Oneil1969
10 mi visualizações


2:08:15
🎵⛪ Music Of Cathedrals | Plainsong & Gregorian Chant | Vol 1
Beautiful Classical Music
562 mil visualizações


4:42
Vangelis - Conquest of paradise
Mor.Kh
46 mi visualizações


5:41
Enya - Wild Child - Gold Disc Awards 2001 - LIVE
TX.Ned
3 mi visualizações


2:25
Adiemus Enya
TUXINO100
4,6 mi visualizações


5:01
Hallelujah on Panflute | Aleluya by Edgar Muenala | (Official Music Video)
Edgar Muenala
4 mi visualizações


1:01:01
Illumination - Peaceful Gregorian Chants - Dan Gibson's Solitude [Full Album]
Musik Zen
6,3 mi visualizações


3:57
Sarah & Amelia Brightman - Moment Of Peace
Atanvarno Aldarion
2,3 mi visualizações

Flaer Smin – Alone In The Dark
Arti Marco
12 mi visualizações

Vangelis ∻ GOLD • Greatest Hits full compilation
Guilherme Monteiro
4,5 mi visualizações

Leo Rojas - El Condor Pasa (Videoclip)
LEO ROJAS - official
118 mi visualizações

André Rieu - Hallelujah (Leonard Cohen)
André Rieu
6,9 mi visualizações

Ave Maria Natureza ( Instrumental )
Luciano Vieira
1,1 mi visualizações

Gregorian - Halleluja
https://www.youtube.com/watch?v=kkBKxMhMSoo

👼Música Relaxante para atrair os anjos - Frequência de cura - energia positiva 2018 #BRMusica
https://www.youtube.com/watch?v=GTJT9U3NRPM

Elbosco - Nirvana (HQ) Orignal Music
https://www.youtube.com/watch?v=spGWQ5STXlc

- com a natureza, ecológico - sistêmico - umbilical, cosmos, universos - enteléquia, alquimia, químio-terapia, fisio/físico-psíquico, curiosidade de nossa origem, ápice, historicidade - finalidade ou teleologia e o fim de tudo e do mundo? -
Vangelis - Conquest of paradise
https://www.youtube.com/watch?v=WYeDsa4Tw0c&pbjreload=10
____________

O que realmente nos faz felizes? As lições de uma pesquisa de Harvard que há quase oito décadas tenta responder a essa pergunta
Alejandra MartinsBBC Mundo

Entenda o que é hygge, o segredo dinamarquês para a felicidade
Termo é a nova febre das redes sociais; descubra seu significado
08/08/2017 - 07h13 - Atualizado 08/08/2017 07h13 por


http://www.bbc.com/portuguese/curiosidades-38075589

https://pt.wikipedia.org/wiki/Planeta_dos_Macacos:_A_Origem



J B Pereira e http://www.bbc.com/portuguese/curiosidades-38075589
Enviado por J B Pereira em 27/05/2018
Reeditado em 27/05/2018
Código do texto: T6347941
Classificação de conteúdo: seguro
 Enviar por e-mailDenunciar

Comentários

28/05/2018 22:45 - J B Pereira
TEXTO ABAIXO CLICAR EM: https://www.recantodasletras.com.br/trabalhos-escolares-de-portugues/6349242

28/05/2018 22:44 - J B Pereira
2017 - 2018 - Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, LINGUAGENS ? LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL Autor: J B Pereira e file:///C:/Users/JOSE/Downloads/BNCC%20%202018%20(1).pdf Formato: rtf Tamanho: 116 KB Enviado por: J B Pereira Enviado em: 28/05/2018 Classificação: seguro Sinopse: Sem educação, não há mudança e crítica. O ser humano se humaniza com a ética vinda de uma educação coerente à multipluralidade de sua vida pessoal e social. Nesses termos, não podemos separar educação de políticas públicas e economia. Educação não se reduz ao mercado, mas deve transformá-lo quando se humaniza o homem e sua visão de mundo. Todos somos gente e podemos nos relacionar. ?Prevista na Constituição de 1988, na LDB de 1996 e no Plano Nacional de Educação de 2014, a BNCC foi preparada por especialistas de cada área do conhecimento, com a valiosa participação crítica e propositiva de profissionais de ensino e da sociedade civil. Na BNCC, competência é definida como a mobilização de conhecimentos (conceitos e procedimentos), habilidades (práticas, cognitivas e socioemocionais), atitudes e valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana, do pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho. São cinco os campos de atuação considerados: Campo da vida cotidiana... Baixar (clique aqui para baixar o arquivo)

27/05/2018 16:08 - J B Pereira
Faça-se o BEM - ENGAJAR-SE NO BEM, assumir minha vida e minha escola hoje e agora! A palavra de ordem é engajar e engajamento - do francês "engager' e "engagement.". No inglês é "engagement ", "social commitment " e "involvement with ". Etimologicamente, o termo engajar se originou a partir do francês "engager", que significa ?dar em garantia?, ?empenhar? ou ?dar como caução?. ----https://www.recantodasletras.com.br/trabalhosescolares/6340343


Comentar
https://www.recantodasletras.com.br/redacoes/6347941
J B Pereira e https://www.recantodasletras.com.br/redacoes/6347941
Enviado por J B Pereira em 30/05/2018
Reeditado em 30/05/2018
Cˇdigo do texto: T6350785
ClassificašŃo de conte˙do: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - SŃo Paulo - Brasil
2301 textos (1289547 leituras)
14 e-livros (91 leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 07/12/19 23:24)
J B Pereira