Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTRA o cigarro, por quê? Fim da vida sem ar, com câncer, amputações, cirrose, envelhecimento precoce, impotência, etc. "Cigarro não é de Graça!!! No futuro você vai desejar ter parado hoje. Ser Livre é saber dizer Não."

TRANSFORMANDO A VIDA EM FUMAÇA
Para cada cigarro fumado, a pessoa perde sete dias dos anos de vida que viveria

ALGUMAS DICAS PARA EVITAR OS GATILHOS

Buscar tratamento médico, pois kA existem uma série de recursos auxiliares no combate à dependência de cigarro como gomas de mascar, adesivos, etc.
Buscar ajuda psicoterápica para tratamento de possíveis causas emocionais que estão influenciando no uso do cigarro como forma de alívio da ansiedade provocada por conflitos emocionais internos não expressos e resolvidos.
Frequentar as reuniões de grupos de apoio de 12 passos como os Fumantes Anônimos e o Celebrando Restauração
Reconhecer quais situações você considera estressantes, e assim pensar em outras formas de reduzir a essa tensão.
Frequentar lugares onde é proibido fumar
Evitar os amigos fumantes
Não tomar café ou beber
Aliviar a ansiedade com atividades físicas.

http://ibc.org.br/cr/2014/07/tabagismo/
_____________

"SE VOCÊ JÁ TENTOU PARAR E NÃO CONSEGUIU, NÃO DESISTA!

J B PEREIRA
Uma recaída não significa fracasso. A maioria das pessoas só conseguem após algumas e muitas tentativas."
O inventor da lâmpada elétrica conseguiu a sua façanha após 1000 tentativas. Você pode conseguir! Acredite em você. Coragem!
Peça ajuda! Há os fumantes anônimos em sua cidade? Organize grupos para parara de fumar. Evite ambientes que possam provocar.
Sua vitória é boa para você e os seus. Outros o verão, seus filhos e suas filhas, alunos, funcionários, colegas, amigos, conhecidos, outros vão ver seu exemplo.
LEMBRE-SE: VOCÊ NÃO MERECE O CIGARRO. VOCÊ NÃO NASCEU COM ELE. VOCÊ NÃO FOI FEITO PARA ELE E COM ELE.
DEUS NÃO O FEZ PARA SER DOMINADO POR CIGARRO E UM CIGARRO.
DEUS O FEZ E O QUER LIVRE, SAUDÁVEL E FELIZ.
ATIRE LONGE O QUE O TORMENTA!
VOCÊ NÃO É ENTULHO E NÃO NASCEU COM ESSE BAGULHO!
VEJA QUE SEUS FILHOS O IMITARÃO LONGE OU PERTO.
VOCÊ SÓ TERÁ MORAL PARA FALAR SE PRATICAR O BEM E EVITAR O MAL. CIGARRO É UM MAL. ELE NÃO LHE DÁ NENHUM BENEFÍCIO OBJETIVO E POSITIVO.
FIQUE LIVRE DO CIGARRO. ORE! BUSQUE AJUDA. BUSQUE FORÇA EM QUEM JÁ PAROU. BUSQUE UM MÉDICO DE SUA CONFIANÇA. LEIA A BÍBLIA.
PEÇA A DEUS SUA CURA TOTAL. VOCÊ PODE E VOCÊ CONSEGUE.
NADA É IMPOSSÍVEL SE VOCÊ QUISER. DEUS ESTÁ DO SEU LADO.
NÃO DEIXE O CIGARRO ENCURTAR SUA VIDA.
NÃO DEIXE PARA SOFRER MAIS NO FIM DA VIDA.
VEJA QUE JÁ SOFRE AS CONSEQUÊNCIAS DO CIGARRO. E VAI PIORAR SE VOCÊ EVITAR TOMAR UMA ATITUDE RADICAL CONTRA O CIGARRO.
NADA É IMPOSSÍVEL A DEUS.
SE VOCÊ PARAR, OUTROS PARARÃO COM SEU EXEMPLO CORAJOSO.
VEJA NO MAÇO DE CIGARRO, OS VENENOS QUE VOCÊ ESTÁ INALANDO E INSERINDO EM SEU CORPO E NA MENTE, SEU CORAÇÃO E ARTÉRIAS SOFREM COM ESSA DEPENDÊNCIA. SÃO MAIS DE 4.700 SUBSTÂNCIAS NOCIVAS OU TÓXICAS AO ORGANISMO HUMANO E ÀS MULHERES, E AO BEBÊS. O CIGARRO ENRIQUECE EMPRESAS E O EMPOBRECE. TIRA DE SEU BOLSO SEU DINHEIRO, O SEU PÃO DE CADA DIA, SEU LEITE, O ALIMENTO DE SEU LAR, SUA SAÚDE. ISSO É TERRÍVEL. ISSO É VERGONHOSO E UM ESCÂNDALO.
VOCÊ VAI DEIXAR ALGUÉM TIRAR SEU ALIMENTO DO LAR, SUA SAÚDE, SEU DINHEIRO DIÁRIO, MENSAL E ANUAL?
Orlando Goldrin (Sr. Brasil, programa da TV Cultura) e Dr. Drauzio Varela deixaram de fumar. Ambos viram que fizeram bem a si mesmo finalmente. Conseguiram a paz e aumentaram a autoestima. Otimizaram a saúde. Economizaram dinheiro.  Goldrin viu que queimava sua saúde quando resolveu transformar o gasto em cigarro em cestas básicas. Chorou e viu as cestas na camionete que colocou as mesmas. Para Dr. Drauzio, o cigarro é o inimigo sobre o qual ele sempre lutou para vencer.
NÃO DESISTA NUNCA. MESMO SE CAIR OU TIVER RECAÍDAS. É SINAL DE QUE VOCÊ ESTÁ TENTANDO E NÃO SE ACOMODOU. CORAGEM. FAÇA COMO EU E OUTROS QUE PARAMOS DE FUMAR.
SÓ TEMOS A GANHAR QUANDO PARAMOS DE FUMAR.
VOCÊ TERÁ MUITOS BENEFÍCIOS EM RELAÇÃO AOS MALEFÍCIOS SE PARAR DE FUMAR. NORMALIZAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL E PULSAÇÃO. OXIGENAÇÃO NORMALIZADA NO SANGUE. CAPACIDADE DE SENTIR CHEIROS E SABORES. CAMINHARÁ MELHOR. SEU PULMÃO RESPONDERÁ POSITIVAMENTE À VIDA. EVITARÁ MORRER DE INFARTO E OUTRAS DOENÇAS TERRÍVEIS. MAIOR VIGOR SEXUAL.
NAS MULHERES, PARAR DE FUMAR AJUDA A NORMALIZAR A MENOPAUSA (PRECOCE), EVITA CÂNCERES DO COLO E DO ÚTERO, INFERTILIDADE, EVITA AGREDIR O EMBRIÃO OU FETO DURANTE A GRAVIDEZ, DIMINUI O RISCO DE ABORTO E PARTO PREMATURO, DIFICULDADES DE AMAMENTAR O BEBÊ.
VISITE LOGO UM HOSPITAL DE ONCOLOGIA: VEJA AS PESSOAS COMO SOFREM LÁ POR CAUSA DOS MALES DOS CIGARROS.
VOCÊ NÃO QUER FAZER PARTE DA ESTATÍSTICA DE 200 MIL PESSOAS QUE MORREM DO TABAGISMO NO BRASIL; 1 BILHÃO E 300 MIL NA POPULAÇÃO MUNDIAL?
SÓ VOCÊ PODE GOSTAR DE VOCÊ! SÓ VOCÊ PODE TOMAR ESSA DECISÃO: PARE DE FUMAR E VIRE ESSA PÁGINA NA SUA HISTÓRIA.
VOCÊ VALE MAIS QUE O CIGARRO. NÃO DEIXE O CIGARRO VENCER VOCÊ NO RINGUE DA DEPENDÊNCIA E DO VÍCIO. VENÇA O CIGARRO NA SUA VIDA COM DECISÕES PEQUENAS E FORTES, SEGURAS E CORAJOSAS. TOME A DECISÃO. NÃO FICA A ADIAR!
SUA SAÚDE AGRADECE. A NATUREZA AGRADECE. SUA FAMÍLIA AGRADECE. DEUS AGRADECE A VOCÊ POR ESTAR CONFORME SEU PLANO DE AMOR E DE SAÚDE PARA VOCÊ.
AGRADEÇA MAIS UM DIA DE VIDA E UM MOMENTO SEM CIGARRO.

VIVA OS 12 PASSOS CONTRA O CIGARRO:
http://www.alcoolicosanonimos.org.br/os-doze-passos

_______________
12 PASSOS DOS ALCOÓLICOS ANÔNIMOS:

Primeiro Passo
Admitimos que éramos impotentes perante o álcool - que tínhamos perdido o domínio sobre nossas vidas.

Segundo Passo
Viemos a acreditar que um Poder Superior a nós mesmos poderia devolver-nos à sanidade.

Terceiro Passo
Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, na forma em que O concebíamos.

Quarto Passo
Fizemos minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.

Quinto Passo
Admitimos perante Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano, a natureza exata de nossas falhas.

Sexto Passo
Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter.

Sétimo Passo
Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse de nossas imperfeições.

Oitavo Passo
Fizemos uma relação de todas as pessoas a quem tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.

Nono Passo
Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-las significasse prejudicá-las ou a outrem.

Décimo Passo
Continuamos fazendo o inventário pessoal e quando estávamos errados, nós o admitíamos prontamente.

Décimo Primeiro Passo
Procuramos, através da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus, na forma em que O concebíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade em relação a nós, e forças para realizar essa vontade.

Décimo Segundo Passo
Tendo experimentado um despertar espiritual, graças a estes Passos, procuramos transmitir esta mensagem aos alcoólicos e praticar estes princípios em todas as nossas atividades.

Trecho extraido do Livro os Doze Passos e as Doze Tradições - Audio da Fita os Doze Passos - Imagens dos Doze Passos Ilustrados. A disposição em qualquer Grupo ou Escritório de A.A na íntegra.

http://www.aaonline.com.br/ver.php?id=1&secao=1
___________
"Resumidos, os 12 passos consistem, basicamente, em (a) admitir a "doença da adicção" ou a dependência (e a impotência para lidar sozinho com ela); (b) acreditar em um "poder superior" (que pode ser Deus, a sociedade, a irmandade, ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/06/23/sob-12-passos-dependente-quimico-em-recuperacao-diz-vivo-um-dia-por-vez.htm?cmpid=copiaecola"

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/06/23/sob-12-passos-dependente-quimico-em-recuperacao-diz-vivo-um-dia-por-vez.htm
____
DIREITOS AUTORAIS: LEIA E RESPONDA COM VOCÊ MESMO:
"Como Fumantes Anônimos ajuda?
Quais são os sintomas?
Responda as seguintes perguntas o mais honestamente possível: ..."
https://nicotine-anonymous.org/files/DOCS_publications/Brasil/Brasil_Apresentando_Nicotina_An%C3%B4nimos.pdf
Quais são os sintomas?


1.
Economiza seu dinheiro com certeza em dias, meses e anos. Principalmente, renova sua saúde e disposição ou qualidade de vida. A sua saúde é seu tesouro! Não deixe para parar só quando perder sua saúde ou seu pulmão não mais funcionar, quando estiver sem ar e em cilindro de oxigênio,  ou quando for acometido por doenças como câncer e cirrose.
 
______________
Confie no Sagrado Coração de Jesus e tudo em sua vida dará certo.
Esta será uma forma de você contar mais ainda com a proteção de Nosso Senhor em sua vida.
Se você estiver passando por uma situação que parece que o seu mundo desabou, não desista.

Conte com Nosso Senhor Jesus Cristo!

Ao fazer parte do grupo Famílias do Sagrado Coração de Jesus, você terá o seu nome inscrito em mais de 60 Missas e ainda receberá orações diárias de Conventos e Mosteiros.

Elza Maria Franco Soares
Vice-presidente da Associação
Apostolado do Sagrado Coração de Jesus


Receba os conteúdos do Sagrado Coração direto no seu Messenger do Facebook.
Acesse aqui e depois confirme no BOTÃO AZUL.

Caso não consiga visualizar esse e-mail Clique neste link.
Caso não queira mais receber nossos emails, acesse aqui.

O Coração de Jesus te aguarda de braços abertos
Ele quer que você faça parte da Família d'Ele.

E, como Pai que é, Ele lhe reservou presentes e graças. Veja abaixo:

https://aascj.org.br/familias/6/?origem=5007#fh5co-estampa
_____________

DOENÇAS DO CIGARRO – COMO PARAR DE FUMAR
9 em cada 10 mortes por câncer de pulmão.
3 em cada 10 mortes por qualquer tipo de câncer.
3 em cada 10 mortes por doenças cardiovasculares.
8 em cada 10 casos de DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), como o enfisema pulmonar ou a bronquite crônica.
1 em cada 2 mortes de fumantes.

http://www.mdsaude.com/2008/09/cigarro.html
_________________

Qual a composição do cigarro e o que as principais substâncias causam ao organismo?

"É importante lembrar do "fumante passivo", indivíduo que não fuma, mas convive em ambiente com fumaça de cigarro. Este, está sujeito às mesmas doenças de um fumante já que absorve a mesma quantidade de nicotina e outras substâncias presentes no cigarro. Estudos comprovam que crianças, que convivem com pais fumantes tem maior risco de desenvolver patologias respiratórias, como por exemplo, bronquite.

 A nicotina age à nível cerebral, liberando grande quantidade de hormônios, principalmente psicoativos, causando dependência.
O monóxido de carbono ( o mesmo que é eliminado pelo escapamento dos automóveis )...
O alcatrão, como já mencionado, é composto por diversas substâncias que na sua maioria são cancerígenas.

Como exemplo de cancerígenos, temos:

agrotóxicos: DDT
solventes: benzeno ( frequentemente causa leucemia)
nitrosaminas
benzopirenos
cianeto hidrogenado
amônia
formol ( principalmente câncer de fígado )
metais: principalmente o cádmio que além de câncer em diversos órgãos pode causar fibrose pulmonar e enfisema.
arsênico
substâncias radioativas: Polônio 210, Carbono 14, Urânio, Tório e Plutônio ( a radioatividade presente na fumaça do cigarro expõe o fumante a algo semelhante a 350 radiografias por ano!)."

http://www.artenosite.com.br/pareidefumar/perg001.htm

https://www.google.com.br/search?q=composi%C3%A7%C3%A3o+do+cigarro&newwindow=1&rlz=1C1GIGM_enBR623BR623&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwjm4fif6O7UAhUFl5AKHQOjBwEQsAQIOg&biw=1360&bih=662

______________
O cigarro e as mulheres:

http://www.sitemedico.com.br/site/espaco-medico/artigos/6367-o-cigarro-e-as-mulheres
____________
"Cigarros “o caminho de volta”
   Cultura - Util. Pública:  Maldita ponta de cigarro !!!

O secretário da Entidade visitante, o senhor Adilson de Assis  Siqueira, começou  contar algumas passagens da sua vida; a conversa ficou cada  vez mais descontraída, e ele para agradar e apoiar o senhor Ataíde contou-lhe essa História.

História de um fumante"

http://www.gildam.com.br/?p=2250
__________________
Como Parar de Fumar ? Veja alguns vídeos de entrevistas, dicas e muito mais.

http://www.deixardefumar.com.br/?gclid=CjwKCAjw1ufKBRBYEiwAPI_r4ZUYKjIWainRDTKIFDEVT5qpZqKpfS41rlouLmtrPl698tP4PoI_ABoCsuEQAvD_BwE

_____________________

material_didatico_escola_tecnica_sergipe_modulo1.pdf

Material Didático Pedagógico de Educação Profissional da Escola Técnica do SUS em Sergipe.
Módulo I –
Livro texto / Fundação Estadual de Saúde - Secretaria de Estado da
Saúde de Sergipe. – Aracaju: FUNESA, 2011.

Cristiane Carvalho Melo (organizadora), Eliane Aparecida do Nascimento (autora), Flávia Priscila Souza Tenório (autora e organizadora), Josefa Cilene Fontes Viana (autora), Katiene da Costa Fontes (organizadora), Katita Figueiredo de Souza Barreto Jardim (autora), Margarite
Maria Delmondes Freitas (autora), Rosiane Azevedo da Silva Cerqueira (autora), Valdelíria Carvalho Coelho de Mendonça (autora).

1. Educação Profissional 2. Saúde Pública
3. SUS – Sistema Único de Saúde de Sergipe
I. Funesa II.Título III. Assunto

"Tabagismo

A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu o tabagismo como um dos mais graves problemas de saúde pública no mundo visto que atualmente sabe-se que 25 doenças diferentes estão a ele relacionadas. Em função disso é prioritário o desenvolvimento
de ações para o controle do tabagismo que impactem a redução da morbi-mortalidade por
câncer e outras doenças crônicas não transmissíveis.
O consumo dos derivados do tabaco contribui para as seguintes estatísticas de causa
de mortalidades, entre outras:
• 30% das mortes por câncer;
• 45% das mortes por doença coronariana;
• 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica;
• 25% das mortes por doença cérebro-vascular.
Atualmente o tabagismo não é mais encarado como uma opção por um estilo de
vida, é reconhecido cientificamente como uma doença causada pela dependência de uma
droga, a nicotina. Essa dependência leva milhões de pessoas no mundo a se exporem a
mais de 4.700 substâncias tóxicas que causam graves doenças incapacitantes e fatais.
Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (1999), a cada ano, morrem cerca
de 5 milhões de pessoas em todo o mundo em função do consumo de tabaco. É estimado,
em se mantendo a atual tendência de consumo, que nos próximos 30 a 40 anos, a epidemia
tabagística seja responsável por 10 milhões de mortes por ano, 70% delas em países em
desenvolvimento.
As tendências de consumo entre crianças e adolescentes são muito altas, em média
os jovens começam a fumar aos 15 anos. Isso levou a OMS a considerar o tabagismo uma
doença pediátrica. Dados do Banco Mundial (1999) revelam que quase 100.000 jovens começam
a fumar no mundo inteiro, 80.000 desses jovens residem em países em desenvolvimento.

Desde 1989 desenvolvendo ações que visam à redução do consumo do tabaco o Ministério
da Saúde do Brasil tem registrado dados que demonstram a redução do consumo
per capta de cigarros em 42% entre 1980 e 2003 e uma queda importante na prevalência de
fumantes no País, passando de 32% em 1989 para 18,8% em 2003.
A descentralização do Programa de Controle do Tabagismo para os municípios através
de ações educativas, legislativas, econômicas e o envolvimento de uma rede de parcerias
com organizações da sociedade civil, e o controle social, contribuem para esse cenário
positivo. Além disso, a Portaria Nº. 442 de 13 de agosto de 2004 disponibiliza a abordagem
e tratamento do tabagismo na rede de atenção básica e da média complexidade do SUS,
ampliando o acesso aos usuários do sistema.Influência sobre esse cenário positivo, também, possuem as ações educativas, as
quais são realizadas através da adesão de diversos parceiros, entre eles as escolas, as CSF e
os Ambientes de Trabalho diversos, de forma pontual ou contínua. As ações pontuais são
realizadas através das campanhas que atingem uma grande quantidade de pessoas rapidamente
e se destinam basicamente a informar a população sobre as ações de prevenção,
os malefícios e o tratamento do tabagismo.
Em Sergipe, 31% dos municípios do Estado, dados de 2008, desenvolvem ações de
controle do tabagismo e rotineiramente tem suas ações intensificadas em virtude da freqüente
rotatividade das equipes de Saúde da Família. "


"Consumo de álcool
Segundo dados da OMS (2004) aproximadamente 2 bilhões de pessoas consomem
bebidas alcoólicas, o que a caracteriza como a droga mais consumida no mundo. O uso
indevido dessa substância é a causa de 3,2% de todas as mortes e por 4% de todos os anos
perdidos de vida útil. Na América Latina, o percentual de anos de vida útil perdidos chega
a 16%, índice quatro vezes maior do que a média mundial.
De acordo com o II Levantamento Domiciliar sobre o Uso de Drogas Psicotrópicas
no Brasil, promovido pela Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) em 2005, em parceria
com o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas (CEBRID), da Universidade Federal
de São Paulo (UNIFESP), 12,3% das pessoas pesquisadas, com idades entre 12 e 65 anos,
preenchem os critérios para a dependência do álcool e aproximadamente 75% já beberam
pelo menos uma vez na vida. Este estudo aponta para a ocorrência de consumo de álcool
em faixas etárias cada vez mais precoces e sugere a necessidade de revisão das medidas de
controle, prevenção e tratamento.
Ainda com base em outros estudos nacionais e internacionais é cada vez mais alta
a ocorrência de mortes e doenças causadas pelo uso indevido de álcool. Situações como
violência doméstica, lesões corporais, tentativas e homicídios consumados, entre outras
situações de conflitos interpessoais, são cada vez mais comuns em situações onde o álcool
se faz presente.
Intertexto:
Ações preventivas
Depois da notícia que a coordenadora de atenção básica de Tanque Novo trouxe para as equipes
na reunião de avaliação, um clima de efervescência tomou conta de todos e quase não houve mais
tempo para tratar de outros assuntos.
Até que a odontóloga Roberta falou:
₋ Gente, depois dessa notícia me sinto mais estimulada para apresentar uma ideia que gostaria
de realizar na nossa Unidade.
₋ Por favor, Roberta, qual a ideia? - comentou a coordenação de AB.
₋ Eu e a Beatriz, auxiliar de saúde bucal, estamos discutindo sobre a realização de um projeto
para análise do perfil de saúde bucal da população de nossa área. Na verdade já começamos
a fazer os primeiros registros dos pacientes que pretendemos acompanhar.
₋ Acho uma excelente ideia e seria muito bom estender esse projeto para todas as Unidades
do município.
₋ Bom, na verdade pretendemos selecionar casos na faixa etária de 40 anos e mais, e utilizar
técnicas de rastreamento de lesões bucais, objetivando identificar indivíduos mais vulnerá-
veis, oferecer assistência mais precoce e reduzir danos."

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/material_didatico_escola_tecnica_sergipe_modulo1.pdf
___________________

INTRODUÇÃO

A preocupação com uma formação profissional que
atenda aos apelos da realidade global levou a UNESCO (Organização
das Nações Unidas para a educação, a ciência e a
cultura) a orientar que para educação no século XXI sejam
valorizados quatro aspectos fundamentais: aprender a conhecer,
aprender a fazer, aprender a viver juntos e aprender a ser."

Conclusão

http://www.uece.br/eduece/dmdocuments/PROMOCAO%20DA%20SAUDE%20CARDIOVASCULAR.pdf

"Esta experiência permitiu vivenciar um grande desafio,
o da avaliação, pois mesmo sendo uma prática inerente
ao ser humano, realizada cotidianamente e estando presente
em diversos espaços sociais, está frequentemente associada
a uma ideia negativa dos avaliados, isto é, a uma percepção
de que o processo de avaliação resulta em ações punitivas e
no constrangimento daqueles que não alcançaram determinados
resultados.
Entretanto, todo o processo de construção e fortalecimento
do monitoramento e avaliação das ações pelas
equipes da ESF procurou envolver diversos atores, a partir
de um trabalho integrado das diferentes instâncias (gestão
e assistência), considerando o contexto histórico, político e
institucional presente, o que permitiu uma maior solidez de
todo o processo educativo.
Oportuno destacar que o reflexo/resultado dessa iniciativa
de institucionalização do monitoramento e avaliação
452 PROMOÇÃO DA SAÚDE CARDIOVASCULAR
das ações produzidas pelas equipes, vivenciada pelos profissionais,
dar-se-á ao longo do desenvolvimento de suas
atividades e será percebido no seu dia a dia, assim como na
construção dos indicadores de saúde, do território de sua
responsabilidade, onde será lançado olhar mais crítico e seguro
do que se está produzindo.
Outro ponto fundamental é que, a partir deste trabalho,
foi possível constatar que o SIAB, enquanto ferramenta
de gestão local e municipal, quando utilizado de forma
apropriada, constitui-se em um elemento fundamental para
a implementação do planejamento, monitoramento e avaliação
das ações em saúde na ESF e apesar das inúmeras
críticas feitas a ele, deve-se considerar que os relatórios por
ele produzidos permitem o conhecimento do perfil epidemiológico
da população acompanhada, assim como a avalia-
ção, a adequação e a melhoria da qualidade dos serviços de
saúde ofertados à população pelas equipes.
Assim, por meio das diversas iniciativas realizadas
pela coordenação do SIAB, entre os anos de 2010 a 2012,
pode-se iniciar o processo de institucionalização do monitoramento
e avaliação das ações em saúde pelas equipes da
ESF, por meio do correto preenchimento das informações
fornecidas no principal SIS da Atenção Básica, o SIAB,
bem como pela capacidade de avaliar continuamente seus
indicadores, lançando mão de novas estratégias para o alcance
de resultados positivos no âmbito da Atenção Básica.

2015

http://www.uece.br/eduece/dmdocuments/PROMOCAO%20DA%20SAUDE%20CARDIOVASCULAR.pdf
____________________________

Saúde lança projeto contra tabagismo

Autor: SEMS

Com o objetivo de oferecer tratamento adequado aos fumantes, a Secretaria Municipal da Saúde desenvolve desde o ano passado projeto piloto para tratamento de dependentes da nicotina em Piracicaba. Batizado de “Você Livre do Cigarro”, o projeto teve início com o treinamento dos médicos da Atenção Básica realizado pelo Centro de Referência em Álcool, Tabaco e outras Drogas da Secretaria Estadual da Saúde (Cratod - SP)

No início do mês, a Secretaria ampliou a capacitação integrando mais 13 equipes (médicos e enfermeiros) da Atenção Básica ao treinamento. De acordo com o secretário municipal da Saúde, Fernando Cárdenas, o projeto da Secretaria é capacitar 27 novas equipes até 2012 para atendimento de qualidade a este público.
Segundo o médico da Família, Fábio do Carmo Duarte, idealizador do projeto, em março de 2009 a Secretaria realizou estudos para verificar o número de fumantes existentes no município. De acordo com os dados 21% da população piracicabana acima de 15 anos é fumante. Deste percentual, 80% deseja largar o vício e 60% afirmou que precisa de ajuda para parar. Sendo assim, Duarte informou que o município pretende, assim que concluído o projeto piloto, ampliar atendimento ao tabagismo para atuar no CAPS AD.
O tratamento é oferecido em três unidades desde 2009: PSF Itapuã II, Vila Industrial e Santa Rosa II. Segundo o médico 64% das pessoas que participaram do projeto piloto largaram o cigarro após três meses de tratamento. A Secretaria estima alcançar uma média de 600 pessoas fumantes em cada unidade de PSF até 2012.
De acordo com o idealizador do projeto, o tratamento é oferecido através da formação de grupos com técnicas cognitivo comportamental, segundo Fábio, a média é de 10 a 15 pessoas por grupo com duração de três meses.
Duarte informa ainda que no primeiro mês são realizados quatro encontros e nos dois meses seguintes são dois encontros até o fim do tratamento. “Nos encontros são ensinadas técnicas para enfrentar o vício e parar de fumar. A medicação é oferecida nas farmácias municipais e só pode ser retirada com a apresentação do receituário médico”, explica.
Para dar suporte ao projeto, a Secretaria desenvolve campanha ilustrativa com a confecção de cartazes e folders que serão distribuídos para a população. O material aborda os malefícios do cigarro. Dentre as informações estão as doenças causadas e o efeito do tabaco na saúde da mulher. O material deve ser divulgado a partir da próxima semana.

_________________

Material Didático Pedagógico
de Educação Profissional
da Escola Técnica do SUS em Sergipe

Anexo 01

Eu sei, mas não devia (Marina Colasanti)

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.
A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as
janelas ao redor. E, porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. E, porque não olha
para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas. E, porque não abre as cortinas, logo se
acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece
a amplidão.
A gente se acostuma a acordar de manhã sobressaltado porque está na hora. A tomar o café
correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus porque não pode perder o tempo da viagem.
A comer sanduíche porque não dá para almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no
ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.
A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E, aceitando a guerra, aceita os
mortos e que haja números para os mortos. E, aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações
de paz. E, não acreditando nas negociações de paz, aceita ler todo dia da guerra, dos números,
da longa duração.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para
as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto.
A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e o de que necessita. E a lutar para
ganhar o dinheiro com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar.
315Material Didático Pedagógico de Educação Profissional da Escola Técnica do SUS em Sergipe
E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez paga mais. E a procurar mais
trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra.
A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes. A abrir as revistas e ver anúncios. A ligar
a televisão e assistir a comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido,
desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.
A gente se acostuma à poluição. Às salas fechadas de ar condicionado e cheiro de cigarro. À luz
artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam na luz natural. Às bactérias da água potável.
À contaminação da água do mar. À lenta morte dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinho, a não ter
galo de madrugada, a temer a hidrofobia dos cães, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta.
A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber,
vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. Se o cinema está cheio, a gente
senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente molha só os
pés e sua no resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana.
E se no fim de semana não há muito o que fazer a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque
tem sempre sono atrasado.
A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Se acostuma para
evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se
acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de
si mesma."

fonte: p. 305
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/material_didatico_escola_tecnica_sergipe_modulo1.pdf

_______________
J B Pereira e http://www.piracicaba.sp.gov.br/imprimir/saude+lanca+projeto+contra+tabagismo.aspx E OUTROS SITES AA. & FA.
Enviado por J B Pereira em 04/07/2017
Reeditado em 04/07/2017
Código do texto: T6044989
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2309 textos (1293954 leituras)
14 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 16:08)
J B Pereira