Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Plano de Ensino e o trabalho do professor: atualização e revisão a cada ano... o contexto escolar e PP da escola e o Plano de gestão juntos a iluminar o professor em seu trabalho em sala de aula

O Plano de En­sino é um do­cu­mento ela­bo­rado pelos pro­fes­sores, con­tendo suas pro­postas de tra­balho, em uma área e/ou dis­ci­plina es­pe­cí­fica. Deve ser per­ce­bido como um ins­tru­mento ori­en­tador do tra­balho do­cente e, com cer­teza, não es­pelha a com­pe­tência po­lí­tico-pe­da­gó­gica do edu­cador que deve ser mais abran­gente do que aquilo que está re­gis­trado em seu plano.

Um pro­fis­si­onal bem pre­pa­rado su­pera even­tuais li­mites de seu Plano de En­sino. O in­verso, porém, não ocorre: um bom plano não trans­forma, em si, a re­a­li­dade da sala de aula, pois ele de­pende da com­pe­tência e do com­pro­misso do do­cente.


Crédito da imagem:Créditos: Dimitri Shironosou/123RF.Não há descrição para esta foto
Legenda da imagem:Fim da legenda


[...] o pla­ne­ja­mento do en­sino é o pro­cesso que en­volve a atu­ação con­creta dos edu­ca­dores no co­ti­diano do seu tra­balho pe­da­gó­gico, en­vol­vendo todas as suas ações e si­tu­a­ções, o tempo todo, en­vol­vendo a per­ma­nente in­te­ração entre os edu­ca­dores e entre os pró­prios edu­candos [...]
(FUSARI, 1989, p. 10)


Além disso, o Plano de En­sino também é o re­gistro do pro­cesso edu­ca­ci­onal como um todo. Traz, de forma co­e­rente e in­te­grada, o re­lato de como serão as ações que vi­a­bi­lizem o pro­cesso de en­sino e de apren­di­zagem de forma fle­xível e aberta para atender as ne­ces­si­dades e pos­si­bi­li­dades dos alunos sem perder de vista as re­fe­rên­cias e as di­re­trizes da Es­cola e do Cur­rí­culo Ofi­cial. Por isso é fun­da­mental que os pro­fes­sores as­sumam seus planos como do­cu­mentos que, como tal, devem ser as­si­nados e im­ple­men­tados, não sendo mero for­mu­lário bu­ro­crá­tico que deve ser en­tregue à di­reção da es­cola.

A es­cola também deve criar me­ca­nismos para di­vul­gação dos planos de en­sino para os pais (res­pon­sá­veis) e alunos. Eles têm o di­reito de saber o que será en­si­nado, o que se es­pera que seja apren­dido, quais ma­te­riais di­dá­ticos serão uti­li­zados, como serão re­a­li­zados a ava­li­ação e o acom­pa­nha­mento dos alunos com di­fi­cul­dades de apren­di­zagem.

É im­por­tante que os pro­fes­sores for­mulem seus planos de en­sino anuais, con­si­de­rando as pos­si­bi­li­dades e os ajustes, em re­lação àqueles in­di­cados no Cur­rí­culo Ofi­cial do Es­tado, mesmo que, du­rante os bi­mes­tres, atu­a­lizem os de­mais as­pectos as­so­ci­ados à de­fi­nição dos con­teúdos in­di­cados no plano anual. Outro as­pecto im­por­tante é a cri­ação de con­senso entre os pro­fes­sores de uma mesma dis­ci­plina entre anos/sé­ries. Vale lem­brar também que o Plano de En­sino anual de uma mesma dis­ci­plina ex­pressa uma ló­gica de en­sino e de apren­di­zagem. Assim, qual­quer mu­dança re­a­li­zada pres­supõe ade­qua­ções nos planos dos anos/sé­ries e bi­mes­tres sub­se­quentes.

Ícone DestaqueSaiba Mais Para saber como for­ma­lizar o Plano de En­sino e seus des­do­bra­mentos em pre­pa­ração de aulas e pro­jetos, leia na ín­tegra o ar­tigo de Fu­sari: O pla­ne­ja­mento do tra­balho pe­da­gó­gico: al­gumas in­da­ga­ções e ten­ta­tivas de res­postas. Para apro­fundar suas re­fle­xões sobre como es­ta­be­lecer ob­je­tivos e se­le­ci­onar con­teúdos para ela­borar seu Plano de En­sino, leia o ma­te­rial com ori­en­ta­ções para a ela­bo­ração de Planos de En­sino, dis­po­ni­bi­li­zado pela Udemo (Sin­di­cato de Es­pe­ci­a­listas de Edu­cação do ma­gis­tério Ofi­cial do Es­tado de São Paulo). Fim do texto destaque.
Ícone ReferênciasRe­fe­rên­cias bi­bli­o­grá­ficas FU­SARI, J. C. O pla­ne­ja­mento do tra­balho pe­da­gó­gico: al­gumas in­da­ga­ções e ten­ta­tivas de res­postas. Série Ideias n. 8. São Paulo: FDE, 1998. p. 44-53. Dis­po­nível em: http://​www.​cr­ma­ri­o­covas.​sp.​gov.​br/​pdf/​ideias_​08_​p044-053_​c.​pdf. Acesso em 19 agos. 2015 Do­cu­mento de re­fe­rência do Prêmio de Gestão Es­colar pro­du­zido pelo Con­selho Na­ci­onal dos Se­cre­tá­rios da Edu­cação (Consed). Dis­po­nível em: www.​re­de­do­saber.​sp.​gov.​br/​por­tais/​Por­tals/​84/​docs/​pge-ma­nual-2013.​pdf. Acesso em: 15 jun. 2015.
http://efp-ava.cursos.educacao.sp.gov.br/Frame/Component/CoursePlayer?enrollmentid=1103080
Enviado por J B Pereira em 04/11/2015
Reeditado em 04/11/2015
Código do texto: T5438173
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2314 textos (1296530 leituras)
14 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 13:25)
J B Pereira