Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adelaide, a pomba da paz

Cansada de ser um "peso morto", ela voa
Na mata, um primo, de bico longo, encontra
e ao sábio ela vai de encontro, mas se atrasa
pois muitos precisava de ajuda, ela os ampara.

Com muito AMOR, de bom coração, socorrem aos necessitados
com isso o tempo passa, ao chegar em seu destino, a surpresa:
Se atrasara!

Mas o sábio viu que a pombinha tinha bom coração
Atrasou-se pois prestou auxílio a quem corria apuros
Então percebeu: era ela a perfeita mensageira
Porque mesmo apressada dedicou em sua pressa a prática da caridade.

E agora Adelaide voa pelo mundo, levando paz, amor e bondade.

Poema em homenagem a Walmir Ayala e seu livro Adelaide, a pomba da paz, que foi enredo do G.R.E.S. Portela em 1987
Rodrigo da Portela
Enviado por Rodrigo da Portela em 02/07/2020
Código do texto: T6994499
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo da Portela
Fortaleza - Ceará - Brasil
356 textos (3670 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 16:47)
Rodrigo da Portela