Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Vem desaguar no meu peito
gravar as batidas feridas

Vem proteger o invisível, o pálido
e o luto se torna colorido

Vem Lente, me aumenta a tocha
já não brinco, não consigo

Vem dunguinha, repete o que quería
me aprisiono neste canto, ainda suave enleio, quer persistir

Vem sem engano, despreparo e medos
reanima-me do gasto, deste vazio, que tende a ruír

Vem carícia queimar, leva todas as partículas minhas
vem neste lamento que vai

ficando um desejo, até ruir...
Divavid
Enviado por Divavid em 03/04/2010
Reeditado em 21/12/2018
Código do texto: T2174399
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1088 textos (56222 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 05:35)
Divavid