Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


- AS QUATRO ESTAÇÕES -


Poeira de saudades rodopiam  pelos quintais dos esquecidos
Mergulho embriagada  no mar azul refletindo em  cinzas

Punhados de tristezas secas, imensas  montanhas de sal
 
Noites intermináveis, ponteadas de estrelas geladas
Pontes de vidro, caminhos obscuros , estradas tortas
Segredos perdidos no  nevoeiro forte que  desceu a serra 


Sonhos arrastados pela correnteza das chuvas de verão

Sentimentos  de inverno enclausurados na madrugada
 
*********************************************
Despida de máculas, tons alaranjados, terracota pranteados
Folhas secas  despindo os ciclos em renovação precisa

Pausa entre os tempos. Sopro de Outono e silêncio


Cores e perfumes, relva úmida sob pés descalços
Orquídeas e lírios brancos , musgo e orvalho
 Desejos e segredos disfaçados em Primavera.



Jardins de engodos murcham sob o sol em aquarela

 Tons, sub-tons , canções, compondo estações alinhavadas

GiselleSato
Enviado por GiselleSato em 14/09/2008
Reeditado em 26/11/2008
Código do texto: T1177810
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
GiselleSato
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
615 textos (333839 leituras)
6 áudios (1986 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 22:46)
GiselleSato