Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"SEM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA"

  Um homem comum, homem do povo, estava andando pela mata quando se descuidou, olhando para cima, admirando as belas árvores, e caiu em um buraco. Felizmente não havia pedras, e algumas plantas e a areia fofa lhes amorteceram a queda.
  “Que sorte” – pensou.
  Mas logo se deu conta de que não era tanta sorte, porque do fundo do buraco até à borda devia ter uns quatro metros... ou menos, mas era impossível subir. As paredes não ofereciam condições para escalar. Assim, chegou à conclusão de que a única opção que tinha era gritar por socorro.
  E começou a fazer isso.
  Quase meia hora depois duas cabeças apontaram lá no alto.
  -- Graças a Deus! – exclamou o coitado com o coração batendo forte de alegria.
  Os homens que apareceram na borda do buraco eram dois cientistas, biólogos, que andavam pela floresta fazendo pesquisas, e foram atraídos pelos gritos.
  -- O que aconteceu? – um deles perguntou.
  -- Caí neste buraco e não consigo sair – respondeu o homem lá do fundo.
  Os dois cientistas recuaram um pouco e pareciam trocar ideias um com o outro.
  O homem do buraco, não os vendo, gritou:
  -- Ei, amigos, me ajude a sair daqui!
  Eles voltaram a colocar as cabeças.
  -- Não podemos – respondeu um deles.
  -- Por que não? – perguntou o homem do buraco.
  -- Não temos aqui elevador... nem sequer uma escada. Não podemos tirar você daí.
  O homem no fundo do buraco coçou a cabeça, achando estranha aquela resposta.
  -- O que tem aí próximo de vocês? – gritou lá de baixo.
  Recuaram novamente e alguns segundo depois voltaram com a resposta.
  -- Aqui só tem cipó.
  -- Muito bem. Vocês tem uma faca?
  -- Temos sim.
  -- Então cortem um desses cipós, o maior que tiver, e jogue aqui para vocês me puxarem.
  Os dois cientistas novamente recuaram para terem uma conferência. Depois de um ou dois minutos voltam para a beira do buraco.
  -- Olha, não podemos fazer isso – disseram eles.
  -- Não podem fazer o quê?
  -- Não podemos usar um cipó para tirar você daí.
  -- Por que não? – perguntou confuso o homem lá do fundo do buraco.
  -- Porque não tem COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA de que um cipó pode lhe tirar do buraco. Ele pode se quebrar e você cair de volta, correndo o risco de se machucar.
  E antes que o homem em apuros pudesse argumentar, os dois cientistas foram embora.
  E o pobre homem voltou a gritar por socorro.
  Algumas horas depois um caboclo da região, rústico, sem leitura e sem conhecimento de ciência, apareceu, falou com o homem no buraco, cortou um cipó e em segundos o salvou.

Algo semelhante parece que tem acontecido ultimamente.
JIS
Isidio
Enviado por Isidio em 15/04/2021
Código do texto: T7233052
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Isidio
Aracaju - Sergipe - Brasil
110 textos (4741 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 00:39)
Isidio