Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Azulzinho

Quando chegar à meia velhice
imagino possa descansar em paz...
Mas a vida idosa pode ser uma mesmice
e não é assim quando se é rapaz...

Nem sempre temos noção de nós mesmos;
e começamos questionando tudo e a todos...
Mas as respostas podem ser mesmo a esmo
e nem sempre estamos todos de acordo...

Passamos bem pelos vinte, trinta, quarenta...
Nos cinquenta o viver ainda parece OK,
bem como, quando se chega aos sessenta...
Aproveita, o tempo está correndo, bem sei.

Aos setenta ganha-se mais um fardo:
sentir o peso de quase todo o corpo;
é só se cuidar para evitar um infarto...
Tome aquele remédio, seja novo de novo!
 
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 10/02/2020
Reeditado em 11/02/2020
Código do texto: T6863171
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1695 textos (44649 leituras)
148 áudios (1598 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 11:59)
Eligio Moura