Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Franklin foi um caso raro de prefeito gaúcho charrua-cavalariano honesto e profícuo

Ele foi considerado uma aberração pois entregou a prefeitura com as contas em dia, nunca desviou nenhum recurso para alguma conta em paraíso fiscal e ampliou a rede de ensino, de assistência, pagava os salários em dia, o comércio deslanchou, gerando divisas.

Foi o quarto prefeito nomeado por Borges do Republicano Anarquista e ficou de 16 de agosto a 29 de dezembro por três anos. Tinha um  Zündapp Tipo 12, mas gostava mesmo de pedalar a Júpiter Alemã que ganhou do João Ferreira, bem no início, estuqueiro na catedral, pai da bela Lola Cobbas (com dois "bs"). Tempos depois, vendeu tudo, doou o dinheiro para o Asilo, para o Centro Espírita e para a Universal, voltando a andar a cavalo.

Nas horas sagradas de folga, aperfeiçoava a veia artística, estudando  Nyckelharpa, instrumento de corda friccionada, equipado com teclas e cordas simpáticas e antipáticas, já que é muito fácil de aprender, mas para Paixãozinha, comprou um piano Alemão, que os abutres Giselda e Celso Armando, levaram para vender, quando seu corpo esfriou.

Betaaaaaaa, Betooooooooo, Franklin, ou não.



LeFranKlin
Enviado por LeFranKlin em 14/08/2018
Reeditado em 19/11/2019
Código do texto: T6418765
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
LeFranKlin
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
136 textos (1189 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 17:08)
LeFranKlin