Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADEUS...

Amado Poeta Miguel Eduardo Gonçalves

Poetas como tu não partem
Flutuam nas nuvens esparsas
Deixam a esperança de um mundo
Melhor e regado de brilhantes

Hoje tuas cinzas renovam
Teu estar em nossos corações
Do muito que me ensinaste a escrever
A saudade chora cá dentro como criança

Aqui deixo um poema teu antigo  e eterno
Onde tudo se resume de forma implacável
Voa Mestre dos Lindos Sonetos e Poesias
Nunca mais esquecerei de tuas linhas...

Sei que fazes parte de meus escritos....

Luiza De Marillac Michel


UMA PALAVRA APENAS

Espero uma palavra apenas, qual ardente
A sorte seja, e a vida, em cálida poesia
Onde minh’alma se dissolva de contente
Um abraçar maior, certeza vingaria

Dedico outro pedido a ti, e tão somente
O tempo poderá dizer em sintonia
Com as estrelas do céu, se tu és leniente
Como se fosse ao coração uma alforria

Assim invejo do indizível o que um amante
Silencia, quando a noite se revela e passa
Durante as horas, e o relógio não caminha

E essa palavra, que eu queria de ti picante
Por não ser dita, pinta o norte e não escassa
Encena o tema, e com teus belos olhos rima

Miguel Eduardo Gonçalves  
Luiza De Marillac Michel e Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Luiza De Marillac Michel em 16/01/2020
Reeditado em 16/01/2020
Código do texto: T6843286
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Luiza De Marillac Michel
São Paulo - São Paulo - Brasil
1338 textos (72476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 10:34)
Luiza De Marillac Michel