Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

## PARA NÓS, MULHERES DE LUTA! ##

Não há canto quando todo canto é canto. É difícil estar em todo lugar e mesmo assim fazer acontecer, tentar colocar as coisas em ordem mesmo quando se está tão desarrumada por dentro.

E às vezes, surpresa, ver uma lágrima escorrer, empurrada pelas emoções. Mas o tempo é curto quando se nasce mulher, então com as costas das mãos a gente tira a invasora e segue caminho, sabendo que há tanto a fazer e pensar todo santo dia.

Engolir o choro, esquecendo suas tristezas não é lá muito fácil, mas é humano e recompensador quando se é mulher. Só uma mulher sabe o que é estender a mão com amor mesmo quando sua fragilidade a quer derrubar.

Parecemos sempre correr contra o tempo, numa certeza absurda que somos agentes transformadores do mundo.
Ah! Se todas as mulheres soubessem a força que tem!

Seu peito é foice que abre caminhos na mata quando necessário, mas que explode em choro ao ver alguém sofrendo ou quando a carga parece demasiadamente pesada.

É capaz de chorar convulsivamente quando o tempo a deixa desabar, enfim, num canto qualquer, mas também de gargalhar feito criança por uma bobagem..

Sim, não é fácil ser mulher. Além de tudo, de todas as funções, há de ter fôlego extra para proteger seu canto numa sociedade machista, que parece não ter evoluído o suficiente durante toda a existência. Não, ela não entende, mas não se rende.

É capaz de arrumar a bagunça da casa e ficar linda em 5 minutos, assim como descer do salto, colocar uma roupa qualquer e sair por aí, respirar o mundo, jogar-se no mar ou apenas ficar quieta, num momento unicamente seu.

E que perdoem todas as pseudo loucuras que fazemos, todos os impulsos de emoção vindos do coração e todas as nossas explosões num implorar de se fazer entender, mas é que nossa luta é grande, nosso relógio é acelerado e nosso amor é muito.

Além do mais alguém nos disse antes de chegar aqui:

Não vai ser fácil, mas só não vale desistir!

Sim, e a gente comprou essa briga.

(Taciana Valença)

TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 08/03/2019
Reeditado em 11/03/2019
Código do texto: T6592802
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
2013 textos (153753 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/19 15:29)
TACIANA VALENÇA