Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai

Deixo um pedacinho do meu coração aqui,
Versos e rimas que esses tempos, aprendi;
É provável que não leia, porém, se vier a ler,
Saiba desse amor e orgulho que é pra valer.

Aprendi a te  amar, do jeito humano, que és,
De falar calmo, coração caridoso, alma boa;
Da nossa conversa, tarde entre  chás, cafés,
Chimarrão quente fazendo a roda, riso ecoa.

Sobe até os céus, risos de alegria, de vida...
Que aqui agradece por existir, pai nem herói,
Nem bandido; pai; amor que  não se destrói;
Caminharei contigo, serás  sempre  guarida.

Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 12/08/2018
Código do texto: T6417359
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1525 textos (48180 leituras)
5 áudios (313 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 11:03)
Meri Viero