Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades dos meus pais

Hoje meu coração respira sem fulgor
Há um torpor de tristeza em Minh alma
Que emana  em malgrado pranto!
Um conto que o tempo abortou,
Há uma dor ao olhar esta pedra fria!
Há uma lápide vazia!
Naquela voz que um dia
me chamou de filha!
Quanta dor ainda existe...
Quanta dor ainda insiste!

Norma Moura
norma moura
Enviado por norma moura em 09/05/2018
Código do texto: T6332104
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
norma moura
Recife - Pernambuco - Brasil
283 textos (16121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 23:17)
norma moura