Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frases, Textos e Poemas Favoritos 1

1- “Nalgum lugar em que eu nunca estive, alegremente além
de qualquer experiência, teus olhos têm o seu silêncio:
no teu gesto mais frágil há coisas que me encerram,
ou que eu não ouso tocar porque estão demasiado perto.
Teu mais ligeiro olhar facilmente me descerra embora eu
tenha me fechado como dedos, nalgum lugar
me abres sempre pétala por pétala como a primavera abre
(tocando sutilmente, misteriosamente) a sua primeira    rosa”[..]      -    Composição de Albert  Camus, Música de Zeca  Baleiro

2 - “Nós que nem sabemos quantos nos queremos
     Que nem sabemos tudo que queremos
     Como é difícil o desejo de amar.
     Você que nunca soube quanto eu quis
     Que não me coube, não me viu raiz
     Nascendo, crescendo nos terrenos seus[...]
     [...] E nós que nem soubemos nos querer de vez
     Estamos sós, laçados em dois nós
     Um que é meu beijo e outro é o lábio seu[..]
     [..] Queria que assim sabendo se a gente se quer
     Queria me rimar no seu colo mulher
     Vencer a vida de onde ela vier.
     Ganhar seu chegar no chegar meu
     Dar de mim o homem que é seu’. - (Nós  Dois – Celso      Adolfo).

3- “ Tu eras também uma pequena folha que tremia no meu peito. O vento da vida pos- te ali. A princípio não te vi. Não soube que ias comigo. Até que tuas raízes atravessaram  o meu peito. Se  uniram aos fios de meu sangue,falaram pela minha boca., Floresceram comigo.” -  ( Pablo Neruda)

4- - " Quanto te vi amei- te já muito antes.  Tornei a achar- te quando  te encontrei. Nasci para ti antes da haver o mundo"   - ( Fernando Pessoa)

5-  “A  Linguagem é uma pele:esfrego minha linguagem no outro. É  como se eu tivesse palavras ao invés de dedos, ou dedos nas pontas das palavras. Minha linguagem treme de desejo  A emoção de um duplo contacto: de um lado,  toda a atividade do discurso vem, cada único que é  ‘ eu te desejo”, e libera- lo, alimenta-lo, ramifica-lo, faze-lo explodir( a linguagem goza de se tocar a si mesma): por outro lado, envolve o outro na minhas palavras, eu o acaricio, o roço, prolongo esse roçar, me esforço em fazer durar o comentário ao qual submeto a relação”. -( Rolando Barthes)

6 - " Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a  presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a  outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida". (C. Lispector)

7  -" Sempre fabricarei um deus à imagem do que eu precisar para dormir tranqüila".  ( C. Lispector)

8- " É no vazio da ausência que mora a saudade".  -  ( Rubem Alves)

9 - " O que a memória amou fica eterno".  ( Adélia Prado)

10 - "Até cortar os defeitos pode ser perigoso  - nunca se sabe qual o defeito que sustenta o nosso edifício interior.” Clarice Lispector)

11 -“ Memória com desejo é saudade.  Memória sem desejo é lembrança.( Fabrício Carpinejar)

12 -" Quem quer nada é livre,quem não tem , e não deseja  - homem-, é igual aos deuses"  (Fernando Pessoa)

14 - " Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é possível fazer sentido. Eu não:  quero uma verdade inventada"  .  ( C. Lispector )

15 - “ A primeira coisa que procuro em uma mulher é a infância".
A infância estará nas mãos que seguram as saias, não nas saias. Está no jeito que coça os olhos, não nos olhos. Estará na forma como penteia os cabelos, não nos cabelos[..]
[..]A   beleza  de uma mulher está na infância que teve ou não teve. Naquilo que sofreu escondida ou escondeu para não sofrer.Naquilo que deixou passar e não significa que esqueceu[...]
[...]O tempo de um mulher não é o que está à sua frente, mas o que não aconteceu desde que ela pisou as unhas de esmalte”.( Fabrico  Carpinejar)


16 " Tive de repente
    Saudade da bebida que eu estava bebendo
    Tive saudade
    E tentei me lembrar que gosto faltava
    Qual era a bebida...
    Fui procurando entre copos e movéis
    E dei com sua boca.
    A saudade era dela
    A  bebida era o beijo.( Reconstituição – Elisa Lucinda)

17 - “ A saudade de você acende a luz do meu quarto e não me deixa dormir" - ( Ítalo Campos)

------------


http://www.dosesdeprosaseversos.blogspot.com/
Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 24/02/2007
Reeditado em 20/03/2011
Código do texto: T392290

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1288 textos (133698 leituras)
11 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 13:45)
Roberto Passos do Amaral Pereira